Candidato/Aluno/Egresso

Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Patologia Ambiental e Experimental

Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Patologia Ambiental e Experimental da UNIP tem conceito 5 na CAPES
Siga o Programa nas redes sociais:

O Médico Veterinário Dr. Juan Justino de Araújo Neves realizou Estágio Sanduíche na Itália, onde desenvolveu parte de seu trabalho experimental. Defendeu seu doutorado em ambas as instituições de ensino e obteve dupla titulação. Assim que obteve o título de Doutor, em 2020, foi contratado como docente por uma Faculdade de Medicina Veterinária do estado de São Paulo. Tese

Os Médicos Dra. Rossana Teotônio de Farias e Dr. Iramirton Figueirêdo Moreira estabeleceram um núcleo de pesquisas em sua universidade a partir dos projetos desenvolvidos como alunos da UNIP, em cooperação com os professores do PPG-PAE. Tese 1 | Tese 2

A Enfermeira Dra. Taís Masotti Lorenzetti Fortes, enfermeira da área de idosos, propôs, em seu projeto de doutorado, o desenvolvimento de um produto para ser usado na prática da Enfermagem em Geriatria. Dessa proposta, duas patentes para a UNIP foram depositadas no INPI, Instituto Nacional de Propriedade Industrial. Link para Tese.

O Médico Veterinário Dr. Cesar Sato começou a trabalhar no INCOR, na área de assuntos regulatórios para o desenvolvimento de vacinas, no Brasil, e para o desenvolvimento de testes de detecção da COVID-19. É o interlocutor de seu grupo de pesquisa atual junto a empresas nacionais e estrangeiras, sobre os estudos pré-clínicos de segurança, e sua principal função é intervir com fornecedores de dispositivos médicos adequados para a via de administração de vacina intranasal, objeto de estudo do INCOR. Tese

A Biológa Dra. Edinilse Leme estudou a qualidade da água captada de represas que são reservatórios de água de abastecimento para a Metrópole de São Paulo. De seus estudos, que verificou como a poluição das águas obtidas desses mananciais influencia no comportamento de peixes. Os resultados, importantes e significativos, impactam diretamente na saúde da população desta região, e devem ser usados como fontes de dados para o estabelecimento de políticas públicas de manejo de mananciais. Tese

A Médica Dra. Ednar Nascimento Coimbra estudou a efetividade de medicamentos homeopáticos na saúde ambiental, a partir do uso de um bioindicador – a artêmia, um microcrustáceo. De sua pesquisa, mostrou-se que os medicamentos homeopáticos podem ser usados para mitigar a poluição ambiental causada por metais pesados, como o arsênio. Tese

A Bióloga Dra. Erika Ramos Martins estudou a variação química e o comportamento biológico de óleos vegetais de uma espécie de planta amazônica frente a alterações climáticas, um tema muito sensível frente à realidade atual, na qual o Bioma Amazônico está sob efeitos antrópicos. De seus resultados, foram descobertas pequenas moléculas voláteis que são imprescindíveis para a proteção da espécie em seu ambiente. Os dados impactam diretamente na compreensão da espécie em seu ambiente e, assim, torna-se uma ferramenta vital não só para a sua preservação, como da biodiversidade brasileira. Tese

A Bióloga Dra. Flora Cordeiro estudou as avermectinas quanto ao seu potencial tóxico sobre o sistema reprodutivo de ratos, e deu início a uma das linhas de pesquisa que mais geram produções, dentro do PPG-PAE, e que resulta em Dissertações, Teses e artigos científicos de alto impacto na literatura científica internacional. O aprofundamento dos estudos das avermectinas tem tido alta repercussão, e o grupo contribui de modo significativo para aumentar as informações relacionadas à influência dessas substâncias sobre o sistema reprodutivo e sistema nervoso central. Tese

O Biomédico Dr. Adriano Pereira estudou as microsporidioses como agentes de doenças patológicas zoonóticas, um tema de fundamental importância para animais e para o meio-ambiente, que se encontra inserida no contexto da Saúde Única, e que é tema de uma linha de pesquisa que resulta em produções impactantes para a área veterinária e do bem-estar animal. Tese

O Biomédico Dr. José Renildo de Carvalho, cujo projeto abordou o estudo do microambiente tumoral de um tipo de melanoma murino, com o objetivo de compreender a dinâmica entre a célula tumoral e células do sistema imune, sobre a migração celular, e compreender como a interação entre as células pode tanto inibir como induzir o desenvolvimento do tumor e/ou a formação de metástase. Tese

O Farmacêutico Dr. Humberto Vieira Frias e a Enfermeira Dra. Cinthia dos Santos Alves desenvolveram projetos de interesse social voltados à avaliação da toxicidade de buchinha-do-norte, uma espécie de planta usada na medicina popular e altamente tóxica para o sistema reprodutor e para o sistema nervoso central. Em seus projetos, descobriram que a ingestão, mesmo em pequenas doses, dessa planta medicinal durante o período gestacional pode levar a alterações comportamentais nos filhotes de ratos. Tese 1 | Tese 2

Alicia Herreira Guterrez (Médica Veterinária, procedência México)

"Fiz uma estadia acadêmica no Laboratório Multidisciplinar de Biologia Molecular e Celular do Centro de Pesquisa da Universidade Paulista (UNIP) enquanto cursava o mestrado na Universidad Autónoma de Nuevo León no México. Isso foi possível pela hospitalidade da UNIP, pois sempre estiveram dispostos a receber-me graças à semelhança do tema de investigação que se realiza no laboratório da Universidade e o tema da minha dissertação de mestrado. Tive a oportunidade de aprender novas técnicas de laboratório e contribuir com os experimentos das investigações que estavam sendo realizadas. Das técnicas mais interessantes aprendidas no laboratório foram a obtenção de macrófagos derivados de medula óssea de camundongo para sua diferenciação de células de medula óssea em macrófagos. Posteriormente ingressei no doutorado no Programa de Pós-graduação em Patologia Ambiental e Experimental na UNIP, onde atualmente posso continuar com a mesma linha de pesquisa. Sem dúvida, o intercâmbio acadêmico oferece a oportunidade de aprender sobre diferentes técnicas de laboratório e expandir o conhecimento científico pelo mundo".

César Sato (Médico Veterinário, procedência São Paulo)

"Iniciei o meu mestrado em 2009 na pós-graduação da UNIP e terminei em 2011. Durante a pós graduação, comecei a trabalhar em uma CRO de pré-clínicos regulatórios para aprovação de fármacos, biofármacos e dispositivos médicos para aprovação na ANVISA, como pesquisador da patologia. Logo após a defesa do meu mestrado, surgiu a oportunidade de assumir o cargo como diretor de estudos em cães, lagomorfos e roedores nesta mesma empresa, onde trabalhei até 2014. Em 2015, trabalhei como médico veterinário do maior biotério SPF da América Latina, cuidando da sanidade dos animais, implementando normas de bem estar animal e redigindo procedimentos operacionais padrão. Em 2016, trabalhei no Instituto Butantan, como médico veterinário do laboratório de pré-clínicos regulatórios para produtos como vacinas, e soros hiper-imunes, para aprovação da ANVISA. Em 2019, trabalhei em uma CRO veterinária como pesquisador clínico para aprovação de medicamentos, produtos e vacinas veterinárias no MAPA. Em 2020, comecei a trabalhar no Incor, como analista de assuntos regulatórios no desenvolvimento de uma nova vacina e testes de detecção para Covid-19, para aprovação na ANVISA. É o meu trabalho atual".

Tais Masotti Lorenzetti Fortes (Enfermeira, procedência São Paulo)

"Ingressei no doutorado com muitos receios de uma área bastante nova para mim, a prática no laboratório. Meu mestrado foi na área de Gerontologia com análise social de envelhecimento e queria continuar a abordagem com idosos. Pensei nas erisipelas recorrentes ligadas à perda da integridade da pele em idosos e fui prontamente acolhida pela Profa. Ivana e equipe do laboratório. Desafios inúmeros para uma enfermeira, como estudar formulações, acompanhar culturas bacterianas, preparar emulsões, testar a estabilidade dessas e finalmente aplicá-las em idosos. A receptividade dos participantes da pesquisa e devolutiva foi o melhor resultado. Imaginar que as propostas de patentes possam disponibilizar os resultados em maior escala é, sem dúvida, a melhor recompensa. Só tenho a agradecer por aceitar minha ideia e transformá-la em uma realidade para tantos".

Fabiana Rodrigues de Santana (Médica Veterinária, procedência Mato Grosso)

"A Pós-graduação realizada na UNIP trouxe vários aprendizados teóricos e práticos nas áreas de Patologia e Imunologia, que se complementaram com o pós-doutorado na área de Parasitologia. Neste período, conheci formas de validação de tratamentos diferentes e que levam a uma alteração no sistema imunológico frente à infecção por Leishmania amazonensis. Todo esse estudo e prática de pesquisa de quase nove anos, me fez uma profissional mais qualificada na área de Medicina Veterinária. Conhecer várias instituições, seus diferentes grupos de pesquisa e metodologias, acrescentaram muito na minha evolução como profissional”.

Graziela Habib Nardi (Médica Veterinária, procedência São Paulo)

"Para algumas famílias a PMSP possibilita atendimentos através dos Hospitais Públicos Veterinários, incentivando a posse responsável. Os animais abandonados em vias públicas de grande circulação (cemitérios e parques municipais, aldeias indígenas do município e estações de transporte público), cães agressores em vias públicas e casos de vistoria zoossanitária, são atendidos nas ações de vigilância em saúde para cuidados desses e da população do município, focadas na prevenção e controle de zoonoses. Conforme a capacidade de atendimento técnico e estrutural, vários animais são definitivamente resgatados e têm a chance de serem reintroduzidos na sociedade na forma de adoção responsável. Ao longo de anos com essas atividades, gera-se um impacto positivo, informando a população sobre cuidados humanos e animais, possibilitando atuar em um ramo da saúde pública".

Oportunidades
  • Ofertas de emprego oferecidas
  • Concursos
  • Projetos Científicos
Pesquisa de opinião

Caro aluno egresso! Bem-vindo ao seu espaço em nossa página virtual! Como estratégia para aprimorar o nosso Programa, convidamos você a responder este questionário sobre sua experiência durante seu percurso de formação e sobre sua experiência profissional posterior à sua formação como Mestre e/ou Doutor(a). Obrigado pela colaboração!