Professora da UNIP dá entrevista à revista Pesquisa FAPESP e apresenta trabalho em congresso

No último número da revista Pesquisa FAPESP (junho 2012), consta a reportagem sobre o fungo Batrachochytrium dendrobatidis, causador de quitridiomicose, doença micótica que afeta os anfíbios e que tem sido associada à alta taxa de mortalidade e extermínio destes animais em todo o mundo.

Para produzir o texto, o jornalista Carlos Fioravanti entrevistou a professora Selene Dall´Acqua Coutinho, do programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Patologia Ambiental e Experimental da Universidade.  Ela trabalha com o diagnóstico desta doença no Laboratório de Biologia Molecular e Celular da UNIP e orientou a dissertação de mestrado de Julieta Catarina Burke neste tema, a qual foi defendida em 2011.

O projeto de pesquisa completo foi apresentado no International Society for Human and Animal Mycology Congress, em junho, ocorrido na cidade de Berlim. O título do trabalho apresentado foi Comparison of sensitivity between conventional and nested PCR for detection of Batrachochytrium dendrobatidis in free-living and healthy frogs from the Brazilian Atlantic Forest.

A ida da professora a este congresso foi patrocinada pelo Setor de Pesquisa e Pós-Graduação da UNIP.

Professora da UNIP dá entrevista à revista Pesquisa FAPESP e apresenta trabalho em congresso