José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

Foi realizada, no dia 20 de maio, a abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production, evento organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Produção da UNIP, com participação da Associação dos Engenheiros da CETESB (ASEC), do National Prevention Pollution Roundtable e das universidades de Cienfuegos e de Sonora.

Com o objetivo de proporcionar a troca de informações e resultados de pesquisa sobre tecnologias, conceitos e políticas baseados em uma produção mais limpa e projetada para auxiliar a almejada mudança para uma sociedade sustentável, o tema do workshop foi Key Elements for a Sustainable World: Energy, Water and Climate Change (Os Elementos-Chave para um Mundo Sustentável: Energia, Água e Mudança Climática).   

 

De acordo com uma das componentes da mesa de abertura do evento, a coordenadora dos programas de Pós-Graduação Stricto Sensu e professora da Universidade Paulista, Marina Ancona Lopez Soligo, a produção mais limpa é um conceito que vai além do simples controle da poluição: 'Envolve pesquisa e desenvolvimento de novos processos, materiais e produtos que resultem em uma maior eficiência no uso de recursos e energia'.

 

Para falar exatamente sobre isso, o palestrante convidado foi o físico José Goldemberg, que abordou o tema The Role of Energy in Sustainable Development (O Papel da Energia no Desenvolvimento Sustentável).

 

Goldemberg foi reitor da Universidade de São Paulo (1986-1990), ministro da Educação (1991-1992), secretário federal da Ciência e Tecnologia (1990-1991) e do Meio Ambiente (1992) e secretário do Meio Ambiente de São Paulo (2002-2006). Ele, que também lecionou e realizou pesquisas na University of Illinois, na Stanford University of Paris (Orsay) e na Princeton University, recebeu, em 2008, o Prêmio Planeta Azul, considerado o Nobel do meio ambiente.

 

O palestrante explicou que o desenvolvimento sustentável é aquele que atende as necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de as gerações futuras atenderem as suas próprias necessidades, algo que não vem ocorrendo.

 

'Os combustíveis fósseis (petróleo, carvão e gasolina) representam 80,1% do estoque atual de energia, a energia nuclear representa 6,3% e as energias renováveis 13,6%. Por causa da predominância dos combustíveis fósseis e de sua duração limitada, eles não poderão ser considerados a principal fonte de energia por mais de uma ou duas gerações', afirmou.

 

De acordo com Goldemberg, para que esse problema seja resolvido, as seguintes opções estão sendo avaliadas: 'O uso mais eficiente de energia, principalmente no transporte e nos processos de produção; o aumento da confiança nas fontes renováveis e o aceleramento e desenvolvimento de novas tecnologias de energia que produzam emissões que causem praticamente nenhum dano; além do desenvolvimento de tecnologias nucleares, caso os problemas no uso desse tipo de energia possam ser resolvidos'.

 

O físico declarou também que os países em desenvolvimento têm um importante papel nesse caso. 'Em vez de imitar as nações industrializadas e passar pelo caminho esbanjador do desenvolvimento econômico - criando um enorme legado de poluição ambiental -, esses países devem pular alguns passos e incorporar mais cedo as tecnologias modernas e eficientes ao seu processo de desenvolvimento', assegurou o professor.

 

Ainda durante sua palestra, Goldemberg fez questão de ressaltar a importância de eventos como o workshop: 'Quero registrar aqui que fico muito satisfeito com o fato de que a UNIP, efetivamente, está começando a seguir os passos que são necessários para o desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil. Tradicionalmente, ciência e tecnologia têm sido uma área em que apenas o governo atua, através das suas universidades públicas. Isso é claramente insuficiente e já é tempo de um país desenvolvido, como o Brasil, ter universidades privadas que se preocupem com os problemas que nós estamos enfrentando hoje. Não é possível esperar que o governo faça tudo'.

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production

José Goldemberg participa da abertura do 2nd International Workshop Advances in Cleaner Production