III Conferência Paulista de Produção Mais Limpa

 

Na III Conferência de Produção Mais Limpa, organizada pela Fiesp e pela Mesa Paulista de Produção Mais Limpa, entre os dias 12 e 14 de setembro, foram discutidos aspectos fundamentais para a incorporação da prática da produção mais limpa na sociedade e abordadas, na sede da Fiesp, questões de conscientização, formulação de políticas públicas, ofertas de crédito e inovação tecnológica. A conferência também mostrou a evolução histórica desse conceito no Brasil, casos de sucesso e alguns dos serviços de apoio aos empresários.

De acordo com o Pnuma (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), produção mais limpa é a aplicação contínua de uma estratégia ambiental integrada e preventiva voltada a processos, produtos e serviços, com a finalidade de aumentar a eficiência e reduzir os riscos aos seres humanos e ao meio ambiente. A produção mais limpa pode ser aplicada aos processos produtivos de qualquer indústria, aos produtos e a vários tipos de serviços.

Participaram do evento o coordenador do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção, professor doutor Oduvaldo Vendrametto, e os docentes do programa, professoras doutoras Silvia h. Bonilla e Cecília M.V.B. de Almeida e o professor doutor Biagio F. Giannetti.

A Universidade Paulista destaca-se no cenário nacional por ser a única instituição de ensino superior que tem Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção, reconhecido pela Capes, com área de concentração em produção e meio ambiente e com linha de pesquisa em produção mais limpa e ecologia industrial. Dezenas de alunos do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção têm desenvolvido pesquisa em produção mais limpa e ecologia industrial e obtido o título de mestre. Os resultados dos trabalhos acadêmicos têm sido publicados na revista internacional de maior repercussão em produção mais limpa, o Journal of Cleaner Production.

 

 

III Conferência Paulista de Produção Mais Limpa