Alunos de Letras assistem à peça teatral Cárcere, de Vinícius Piedade

No dia 13 de maio, os alunos do curso de Letras do campus Marquês, acompanhados da coordenadora auxiliar Simone Gonzalez, estiveram no Espaço Parlapatões, localizado na Praça Roosevelt, em São Paulo, para assistir à peça teatral Cárcere, de Vinícius Piedade, ator e autor do texto.

Cárcere é uma reflexão sobre a liberdade através dos olhos de um pianista preso e privado de seu piano. Trata-se da teatralização do diário escrito por esse preso na semana em que vive uma espécie de contagem regressiva, pois sabe que em sete dias haverá uma rebelião e também que será refém. Suas reflexões, lembranças e razões para continuar equilibrando-se na linha tênue entre persistir e desistir são expressadas pelo ator nesse espetáculo solo de vibrante contato direto e indireto com o público.

A proposta estética da peça percorre diversas camadas e linguagens, desde o humor corrosivo de um homem em estado de sítio aos momentos essencialmente corporais. Visceral e com linguagem acessível, Cárcere propõe cenas que visam proporcionar ao público presente um mergulho nas múltiplas perspectivas de ser e estar preso ou livre.

A atividade abre para os alunos do curso de Letras, professores em formação, novas perspectivas de expressão artística e agrega repertório cultural que os motiva a refletir criticamente sobre os microssistemas da sociedade.

 

Alunos de Letras assistem à peça teatral Cárcere, de Vinícius Piedade

Alunos de Letras assistem à peça teatral Cárcere, de Vinícius Piedade

Alunos de Letras assistem à peça teatral Cárcere, de Vinícius Piedade

Alunos de Letras assistem à peça teatral Cárcere, de Vinícius Piedade

Alunos de Letras assistem à peça teatral Cárcere, de Vinícius Piedade