Um modelo de supervisão para a prática do Construtivismo em Psicoterapia

Obra: Um modelo de supervisão para a prática do Construtivismo em Psicoterapia
Autor: Ricardo Franklin Ferreira

Resumo

Este artigo descreve um modelo de supervisão para estagiários em psicoterapia. usando referências que se fundamentam numa concepção epistemológica construtuvista. Assume-se que a emoção do terapeuta é a via de acesso privilegiada para a supervisão, contudo, para o desenvolvimento desta postura. encontramos algumas dificuldades. Há um descompasso entre concepções às quais estamos submetidos: temos um projeto construtivista. porém, tacitamente, somos constituídos por uma concepção objetivista. Assim, buscou-se desenvolver um delineamento que viesse facilitar a articulação destas questões e onde o supervisor pudesse ter, basicamente, uma postura construtivista.