Imaginário e ideário no discurso pedagógico de Anísio Teixeira e de Paulo Freire

Obra: Imaginário e ideário no discurso pedagógico de Anísio Teixeira e de Paulo Freire
Autor: Maria Cecília Sanchez Teixeira

Resumo

O imaginário é um sistema dinâmico organizador de imagens, cujo papel fundador é o de mediar a relação do homem com o mundo. O objetivo desta pesquisa foi estudar o imaginário e o ideário de Anísio Teixeira e Paulo Freire, com vistas a compreender os mitos, as representações, as ideologias e as utopias veiculados no seu discurso pedagógico. Esses educadores são os representantes mais significativos das duas matrizes teóricas que convivem no pensamento pedagógico brasileiro: a liberal e a progressista, respectivamente.
A pesquisa mostrou que ambos partilham do mesmo sonho das Luzes, cristalizado na figura de Prometeu, muito heróico e dualista, diretor da modernidade, caracterizada pelo culto do novo. Por isso, propõem uma "nova escola" formadora de um "homem novo" para uma "nova sociedade". Mas, embora motivados pelo mesmo mito, esses autores encarnam facetas diversas de Prometeu: em Anísio Teixeira, encontramos um Prometeu cientificista, e em Paulo freire, um Prometeu contestatório e revolucionário.