Imaginário e Cultura: A organização do real

Obra: Imaginário e Cultura: A organização do real
Autor: Maria Cecília Sanchez Teixeira

Resumo

O objetivo deste artigo é mostrar a importância dos estudos do imaginário e da cultura para a educação. Para tanto, explicita, inicialmente, os conceitos utilizados e explica como, a partir da Teoria de Gilbert Durand sobre o Imaginário, este pode ser considerado como a própria experiência de vida e se expressa nos istemas e nas práticas simbólicas. Mostra, ainda, como as práticas simbólicas, entendidas como a cristalização de um imaginário numa práxis através de um sistema sociocultural e de suas instituições, por criarem vínculos de solidariedade e de contato, são organizacionais e educativas. Finalmente, o artigo cita algumas heurísticas que possibilitam a exploração do campo do imaginário.