Atitudes (des)favoráveis com relação à Matemática

Obra: Atitudes (des)favoráveis com relação à Matemática
Autor: Maria Helena Carvalho de Castro Gonçalez

Resumo

O presente trabalho tem por finalidade estudar a ocorrência, o tipo e a estabilidade das atitudes com relação à Matemática, presentes nos professores (de 1ª a 4ª séries) e nos alunos do Curso Magistério , bem como investigar o motivo pelo qual as pessoas optam pelo Magistério. Foram sujeitos desse trabalho, 295 alunos do Curso Magistério de escolas da Rede Estadual de Campinas e 203 professores de 1º grau de escolas das Redes Municipal e Estadual de Campinas. Considerando a importância do estudo das atitudes com relação à Matemática e o fato de uma atitude representar a predisposição de uma pessoa para responder a um determinado objeto de maneira favorável ou desfavorável, optou-se por este tipo de investigação que é baseada nas seguintes hipóteses: a) As atitudes dos professores e dos futuros professores com relação à Matemática tendem a ser negativas; b) As pessoas optam pelo Magistério por não gostarem da Matemática; c) Os grupos e subgrupos se diferenciam pouco com relação às atitudes com relação à Matemática. Os resultados obtidos mostraram que os alunos possuem atitudes negativas e  os profesores possuem atitudes positivas; há pouca alteração das atitudes nos professores com mais experiência e a opção pelo Magistério revelou ser uma predisposição das pessoas em lidar com as crianças.