Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Odontologia

Dissertações Defendidas - 2001

Título: Níveis de Flúor na Urina Após Aplicação Tópica de Flúor fosfato Acidulado Gel Com Uso de Moldeiras em Pacientes Especiais.
Autor(a): Reinaldo Apelbaum
Orientador(a): Luiz Octávio C. Guimarães
Data da defesa: 02/03/2001
Resumo: O flúor é o principal elemento que vem sendo utilizado na prevenção da cárie, principalmente no que diz respeito à clínica de Pacientes Especiais, pois, na maioria das vezes, o tratamento preventivo é muito mais simples do que o curativo. Porém, deve-se salientar que durante estes procedimentos os pacientes podem ingerir quantidade elevada de flúor, que poderia Ievar a efeitos indesejáveis. Neste trabalho, realizou-se a dosagem de flúor na urina de pacientes especiais, para avaliarmos as quantidades de ingestão de flúor e os eventuais riscos de intoxicação aguda e/ou crônica. A análise do flúor na urina foi realizada pela Potenciometria-ISE em laboratório, atingindo pico na coleta após 2 horas com aumento de 2500%.
Palavras-chave: Flúor; Urina; Pacientes Especiais.

Área de Concentração: Diagnóstico Bucal – Semiologia
Linha de Pesquisa: Esquemas Terapêuticos preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais; avaliação clínica.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos experimentais e clínicos em relação aos compostos fluorados e anestésicos locais.


Título: O efeito da placa bacteriana sobre os implantes dentais osseointegrados (revisão bibliográfica).
Autor(a): Edson Perez Sinnes
Orientador(a): Nelson Thomaz Lascala
Data da defesa: 27/03/2001
Resumo: Este trabalho revê a literatura sobre as doenças que incidem sobre os implantes dentários ossointegrados, mucosite e peri-implantite, e suas relações com a microbiota associada.
Um grande número de artigos discorrem sobre o tema, sendo que a maioria corrobora a existência de uma relação direta entre placa bacteriana e doença peri-implantares.
Palavras-chave: Implantes, Peri-implantite, mucosite.

Área de Concentração: Diagnóstico Bucal – Semiologia
Linha de Pesquisa: Epidemiologia e prevenção das patologias bucais; saúde coletiva.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Esquemas terapêuticos, preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais.


Título: Ação do Laser de Nd: Yag como Método Complementar ao Tratamento Endodôntico ( Revisão da Literatura).
Autor(a): Graziela Serrano Cavenague
Orientador(a): José Leonardo Simone
Data da defesa: 14/12/2001
Resumo: Partindo do princípio segundo o qual os microrganismos estão associados às patologias pulpares e perirradiculares, muitas tentativas de eliminá-Ios têm sido realizadas. No entanto, áreas de reentrâncias, istmos e ramificações do interior dos canais radiculares, além dos túbulos dentinários, podem abrigar esses microrganismos dificultando a ação dos métodos mecânicos e químicos utilizados no tratamento endodôntico, para descontaminar o sistema de canais radiculares. Em busca de alternativas para uma maior limpeza e possível esterilização destes canais é que muitas pesquisas vêm sendo realizadas com a utilização do laser. Um tipo de laser muito utilizado é o de Nd:YAG, de alta potência e que apresenta como comprimento de onda 1,O6pm; é transmitido a partir de uma fibra óptica, o que viabiliza seu emprego no interior dos canais radiculares. Este tipo de laser pode provocar alterações morfológicas na parede dentinária, diminuindo sua permeabilidade e dificultando assim a penetração de bactérias. Comprovações científicas têm demonstrado bons resultados da ação do laser de Nd:YAG na redução da microbiota do sistema de canais radiculares. Porém, quando utilizado com parâmetros inadequados, pode provocar danos aos tecidos irradiados e adjacentes como a formação de crateras, trincas e carbonização das paredes dentinárias.
Palavras-chave: Laser Nd; Endodontia.

Área de Concentração: Diagnóstico Bucal – Semiologia
Linha de Pesquisa: Esquemas Terapêuticos preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais; avaliação clínica.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Aplicação de laser em Odontologia.


Título: Riscos de Fluorose Dentária Em Crianças Com 02, 03 e 04 Anos de Idade que Consomem Água Fluoretada com Concentrações de 0,1 a 0,7 P.P.M de Íons Flúor e Utilizam Creme Dental Fluoretado.
Autor(a): Naraiana Barros Ramos
Orientador(a): Paschoal Laércio Armonia
Data da defesa: 19/12/2001
Resumo: A ingestão de flúor em doses acima da faixa considerada ideal pode ocasionar efeitos colaterais para indivíduos com dentes em formação. A fluorose dentária está vinculada à ingestão crônica desse elemento proveniente de diversas fontes. O trabalho realiza uma análise através de cálculos matemáticos sobre a ingestão diária de flúor encontrado na água, utilizando concentrações de 0,1 a 0,7 ppm, associada ao dentifrício fluoretado para crianças de 02, 03 e 04 anos. Conclui sobre as doses resultantes da associação entre as duas fontes para cada idade e compara-as com a dose ideal preconizada.
Palavras-chave: Riscos; Fluorose; Crianças

Área de Concentração: Diagnóstico Bucal – Semiologia
Linha de Pesquisa: Epidemiologia e prevenção das patologias bucais; saúde coletiva.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Esquemas terapêuticos, preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais.


Título: Avaliação da Eficácia de Dois compostos Fluorados no Tratamento de Dentes que Apresentaram Hipersensibilidade Dentinária Após Remoção Total de Placa Bacteriana.
Autor(a): Celso Emilio Tormena Júnior
Orientador(a): Paschoal Laércio Armonia
Data da defesa: 20/12/2001
Resumo: O trabalho teve o objetivo de avaliar a eficácia de 2 (dois) compostos fluorados fluoreto de sódio a 5 %, na forma de solução e fluoreto de sódio acidulado a 1,23 %, na forma de gel -- no tratamento curativo de dentes que apresentaram hipersensibilidade dentinária, após a remoção total da placa bacteriana.
Concluiu-se que a solução de fluoreto de sódio a 5% (Grupo III),quando comparada à solução fisiológica (Grupo I) e ao gel de fluoreto de sódio acidulado a 1,23 % (Grupo II), apresentou melhores resultados no tratamento da redução da hipersensibilidade dentinária e no número de sessões necessárias para tal fato.
Palavras-chave: Hipersensibilidade dentinária; Tratamento; Fluoreto de sódio.

Área de Concentração: Diagnóstico Bucal – Semiologia
Linha de Pesquisa: Esquemas Terapêuticos preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais; avaliação clínica.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos experimentais e clínicos em relação aos compostos fluorados e anestésicos locais.


Título: Estudo da Evolução Clinica Periodontal em Pacientes Submetidos à Radioterapia em Região da Cabeça e Pescoço.
Autor(a): Marisa Alvarez Corazza Marques
Orientador(a): Luciano Lauria Dib
Data da defesa: 21/12/2001
Resumo: Complicações bucais ocorrem em todos os pacientes submetidos à radioterapia no tratamento do câncer em cabeça e pescoço, sendo consideradas efeitos adversos desta terapêutica. Alterações no periodonto são encontradas após a radioterapia; no entanto, a abordagem periodontal é um assunto pouco discutido, com muita variação de condutas preventivas e terapêuticas. Neste estudo, avaliamos, prospectivamente, a condição periodontal de 27 pacientes portadores de neoplasias malignas de cabeça e pescoço, submetidos à radiação em campos cervicais e faciais, mediante parâmetros clínicos de Profundidade Clínica de Sondagem, Nível de Inserção Periodontal e Retração Gengival, Índice de Placa Bacteriana, Índice de Sangramento Gengival. Os exames foram realizados antes e depois da radioterapia. Dentre os parâmetros periodontais estudados, os aspectos mais marcantes foram relacionados ao Nível de Inserção Periodontal. Ocorreu perda de inserção periodontal média em todos os dentes de 70,3% dos pacientes e, especificamente, na arcada inferior de 92% dos pacientes. A perda de inserção periodontal esteve diretamente relacionada aos campos de irradiação, ocorrendo com mais intensidade sempre que as arcadas estiveram englobadas na área irradiada. A retração gengiva! foi constatada em 85,2% dos pacientes, podendo favorecer a ocorrência da cárie de radiação. A condição periodontal é inegavelmente um fator a ser avaliado no pré-tratamento radioterápico e continuamente acompanhado no pós-radioterapia. Pacientes submetidos à radioterapia em campos que envolvem a região de cabeça e pescoço devem ser acompanhados do ponto de vista periodontal, visando a preservação da saúde e qualidade de vida dos pacientes oncológicos.
Palavras-chave: Radioterapia; Periodonto; Índices Periodontais.

Área de Concentração: Diagnóstico Bucal – Semiologia
Linha de Pesquisa: Esquemas Terapêuticos preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais; avaliação clínica.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Esquemas terapêuticos, preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais.