Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Patologia Ambiental e Experimental

Dissertações Defendidas - 2004

Título: Participação da célula B-1 no processo de cicatrização no camundongo.
Autor(a): Helena da Cruz Oliveira
Orientador(a): Mario Mariano
Data da defesa: 14/12/2004
Resumo: O processo de cicatrização é um fenômeno complexo, cujos mecanismos não são totalmente conhecidos. Este processo é caracterizado pela proliferação, migração e diferenciação celular. Muitos tipos celulares como neutrófilos, macrófagos, fibroblatos, células endoteliais e linfócitos T são recrutados para o local da lesão. Entretanto, não existem evidências da participação de linfócitos B no reparo tecidual. As células B-1 diferem das células B convencionais por sua localização anatômica, ontogenia, expressão de marcadores de superfície, produção de anticorpos e fatores de crescimento. As células B-1 estão presentes nas cavidades peritoneal e pleural, e são raras no baço e ausentes nos linfonodos de camundongos adultos. Foi demonstrado que as células B-1 migram para o foco inflamatório não específico e diferenciam-se em células similares a macrófagos. Baseado nestas informações, decidimos investigar a participação destas células no processo de cicatrização. A padronização da lesão foi feita na região dorsal do camundongo e o processo de cicatrização foi avaliado por análise computadorizada de imagem. Camundongos BALB/c e BALB/Xid foram usados. A análise do processo de cicatrização mostrou que camundongos BALB/Xid apresentam atraso no processo de cicatrização quando comparado com camundongos BALB/c. Camundongos BALB/Xid foram reconstituídos com suspensão purificada de células B-1 (1,5 x 106 ). O processo de cicatrização em camundongos BALB/Xid reconstituídos com células B-1 é similar ao do camundongo selvagem (BALB/c). Estes dados sugerem que a célula B-1 participa do processo de cicatrização normal.

Palavras-chave: célula B-1; cicatrização; camundongo BALB/Xid
Área de Concentração: Imunopatologia Veterinária
Linha de Pesquisa: Modelos experimentais em imunopatologia e imunotoxicologia
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: