Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Engenharia de Produção

Teses Defendidas - 2012

Título: Estruturação Competitiva De Arranjo Produtivo Local da Piscicultura na Região Metropolitana de Manaus
Autor(a): Simone Cristina Silva Moraes
Orientador(a): Pedro Luiz de Oliveira Costa Neto
Data da defesa: 31/05/2012
Resumo: O estudo é desenvolvido no estado do Amazonas, na Região Metropolitana de Manaus (R.M.M), composta por oito municípios. O trabalho caracteriza-se como uma pesquisa descritiva com caráter exploratório na aglomeração produtiva de piscicultura, composta por 2.797 produtores familiares e 20 produtores empresariais. O objetivo deste estudo é verificar as características que envolvem a produção piscícola, e como potencializá-la pela via do modelo de competitividade de arranjos produtivos locais, visando o aumento de sua produtividade e qualidade. A pesquisa tem abordagem qualitativa e ocorreu a análise de campo entre o período de abril de 2010 a julho de 2011. O método escolhido para o desenvolvimento da pesquisa envolveu uma revisão bibliográfica sobre arranjos produtivos locais, governança, competitividade, gestão do conhecimento, empreendedorismo, responsabilidade social e sustentabilidade. Optou-se pela aplicação de estudo de casos múltiplos, estabelecendo cruzamento de informações, neste caso, tomando como referência os municípios que compõem a R.M.M. Na coleta de dados foram utilizados análise documental e relatório em diferentes órgãos, questionários e entrevista semi-estruturada. Foram analisados quatro grupos de pesquisa: produtores familiares e empresariais; instituições de ensino e pesquisa; órgãos públicos e privados ligados ao setor de piscicultura e clientes finais. Foram verificados potenciais gargalos no entorno produtivo e, através da aplicação do modelo que avalia a competitividade empresarial segundo quatro variáveis fundamentais: Strengths, Weaknesses, Opportunities, Therats, cuja sigla é (SWOT), verificou-se os pontos fracos, fortes, potencialidades e ameaças envolvendo a sustentabilidade da aglomeração. A análise das especificidades desse setor produtivo permitiu a elaboração de um modelo para o APL do setor na R.M.M. envolvendo diversas ações a serem contempladas visando a sua eficaz operacionalização e envolvendo a estruturação de uma governança associativa-participativa, com agente coordenador. Acredita-se que a interação dinâmica e a sinergia com todos os stakeholders envolvidos no setor possam propiciar mais desenvolvimento à aglomeração produtiva em questão.  
Palavras-chave: Competitividade, arranjo produtivo local, peixes, governança, empreendedorismo.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Qualidade e Produtividade


Título: Recof Automotivo: Indutor das Mudanças de Processos e Fator de Competitividade
Autor(a): Jorge Monteiro Junior
Orientador(a): Oduvaldo Vendrametto
Data da defesa: 12/06/2012
Resumo: Com o advento do global sourcing, busca-se fornecedores não importando sua localização geográfica ou nacional. Faz-se necessário o estudo de meios para que a atuação das indústrias brasileiras, que dependem de mercadorias vindas do exterior, seja eficaz utilizando mecanismos que colaborem para redução, suspensão e até isenção de tributos ou que possibilitem prazos e maneiras diferenciadas de pagamento. Há necessidade de se estudar a viabilidade, as vantagens e desvantagens da utilização dos chamados regimes aduaneiros especiais na importação. As vantagens logísticas nos regimes aduaneiros onde as autoridades aduaneiras evitam a retenção dos produtos por maior tempo e as empresas credenciadas podem manter baixos níveis de estoques, reduzindo os custos com armazenagem, aumentando o giro das mercadorias estocadas e agilizando a distribuição dos produtos no mercado precisam ser precisamente identificadas.
Para solucionar este problema, surgiu em 1997 o regime aduaneiro RECOF, para os segmentos de informática e telecomunicações, o qual em 2002 foi adotado para os segmentos automobilístico e aeronáutico. 
Os objetivos desta pesquisa são apresentar uma sequência crítica de passos metodológicos que caracterizem a implantação do regime especial; identificar as linhas condutoras do estudo das alterações dos processos produtivos; identificar as vantagens e desvantagens do regime a partir de pesquisa junto às homologados pela Receita Federal do Brasil como beneficiárias do regime aduaneiro e propor conjunto de indicadores para facilitar a medida de conveniência de implantação do regime aduaneiro com a utilização do RECOF automotivo.
Palavras-chave: Regimes Aduaneiros, RECOF, Processos, Competitividade.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudo das redes produtivas do Agronegócio


Título: Redes de Empresas: Transferência de Tecnologia para o Agronegócio - O caso Embrapa
Autor(a): Ana Lucia Atrasas
Orientador(a): José Benedito Sacomano
Data da defesa: 26/06/2012
Resumo: A análise da trajetória real recente indica que o uso intensivo de tecnologia e inovação, proporcionada pela revolução tecnológica que o agronegócio experimentou nos últimos 39 anos, ainda gera frutos visíveis na elevada competitividade e dinamismo registrados no setor. Contudo, a evolução recente da Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação - PD&I - e de seu macroambiente de atuação também sinaliza que o Brasil tem um longo caminho a percorrer até alcançar o patamar onde se encontram nações mais desenvolvidas como os EUA e os países membros da União Europeia, e até mesmo países emergentes como China, Índia e Coreia do Sul.
A produção de alimentos, fibras e biocombustíveis experimentam uma evolução tecnológica rápida e revolucionária, que implicarão em mudanças radicais na maneira tradicional de se produzir, processar e conservar os alimentos. Cada vez mais os agentes do agronegócio demandarão de tecnologias geradas pelas instituições de pesquisa e desenvolvimento, buscando melhorar o desempenho na cadeia produtiva e com isso a governança da rede do agronegócio será o grande diferencial para que as empresas que atuam no segmento sobrevivam. Este trabalho aborda temas relacionados ao processo de articulação de redes de produtores de sementes que adotaram tecnologias geradas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, os fatores críticos de sucesso e as oportunidades advindas com a legislação que regulamenta o setor. A hipótese norteadora do estudo é de que as mudanças ocorridas no mercado mundial, com a globalização, e no mercado interno advindas de políticas públicas e legislação fizeram com que a Embrapa, uma empresa pública, ampliasse seu foco de atuação para sobreviver no mercado agropecuário. Tais fatores foram responsáveis por uma identificação e busca de parcerias que culminaram na formatação de redes constituídas por empresas de produção de sementes. Como conclusão da pesquisapode-se afirmar que para vencer este desafio é necessária maior integração com os atores envolvidos na rede e com o mercado, exigindo complementaridade de competências, que muitas vezes estão fora da própria empresa. Isto implica em reconhecer que as articulações intra e interinstitucional e a capacidade de articulação de projetos em rede com as instituições representativas dos diversos segmentos do agronegócio brasileiro devem ser priorizadas. Esta integração será feita com o objetivo de organizar e integrar as ações de pesquisa, desenvolvimento e comunicação voltados para a transferência de tecnologia para a sociedade.
Palavras-chave: transferência de tecnologia, gestão da inovação, agronegócio, redes de empresa.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: O caráter evolucionário do Planejamento e Controle da Produção e as Novas Formas de Organização do Trabalho.


Título: Manufatura Limpa: Mudança Incremental e Tendência de Gestão no Sistema Produtivo.
Autor(a): Geraldo Cardoso de Oliveira Neto.
Orientador(a): Oduvaldo Vendrametto.
Data da defesa: 27/06/2012
Resumo: Nos últimos cinquenta anos do setor produtivo ocorreram-se várias mudanças. O experimento bem sucedido de uma empresa ou segmento rapidamente se espalhava pelos outros com maior ou menor velocidade conforme a capacidade e necessidade de adaptação. Ao conjunto de novidades diferenciadas, considerou-se como sendo mudanças incrementais no sistema produtivo. Desta forma, as principais mudanças incrementais no sistema produtivo ocorreram da manufatura artesanal para fabricação em massa, em seguida para produção enxuta, depois surgiu a necessidade de atender a responsividade do mercado, customização e agilidade e a mais recente a necessidade de atender os preceitos da sustentabilidade por meio da manufatura limpa. Esta tese tem como escopo reunir um conjunto de princípios e práticas, ferramentas e metodologias de gestão, direcionadores de mercado, objetivos de desempenho, trade offs e mudanças comportamentos que indicam tendência a mudança incremental no sistema produtivo. Trata-se da manufatura voltada à produção mais limpa, ou simplesmente da manufatura limpa, em que se valoriza o ambiente, evitando degradá-lo ainda mais e tentando a sua recuperação com o menor prejuízo ambiental possível. Para atingir esse objetivo, estabeleceu-se pesquisa qualitativa e exploratória por meio da revisão bibliográfica em livros, revistas indexadas e bases de dados, tais como: Websco e Proquest para identificar artigos científicos que retratassem influências exógenas nos stakeholders e mudanças endógenas incrementais na manufatura de bens e serviços que condicionassem a implementação da manufatura limpa sob a ótica dos princípios, práticas, ferramentas e metodologias, direcionadores de mercado, objetivos de desempenho e trade offs, após, com base no referencial teórico foi desenvolvido o questionário estruturado com o apoio do Google Docs e envio do questionário para coleta de dados para 130 organizações associadas ao Instituto Ethos, em seguida analisou-se os dados quantitativos por meio da estatística descritiva e UCINET para avaliação de medidas de densidade, coesão e centralidade. Os resultados mostraram tanto por meio da revisão bibliográfica quanto da pesquisa empírica mudanças que indicam alterações na manufatura de bens e serviços para a manufatura limpa.
Palavras-chave: Manufatura Limpa; Evolução do sistema produtivo e do pensamento administrativo; Influências Exógenas dos Stakeholders; Influências Endógenas Incrementais na Manufatura.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudo das redes produtivas do Agronegócio


Título: Avaliação do Processo de Integração e Colaboração na Cadeia de Suprimentos Hospitalares: Um Estudo e Caso Sobre Hospitais de Médio Porte da Grande São Paulo
Autor(a): Enio Fernandes Rodrigues
Orientador(a): Ivan Pérsio de Arruda Campos
Data da defesa: 06/08/2012
Resumo: A grande preocupação dos órgãos de gestão dos sistemas de saúde, quanto ao atendimento da população, está centrada nas questões relacionadas à capacidade dos hospitais. A dificuldade de sobrevivência das empresas em um mundo competitivo alcança o setor de saúde e já é possível observar grandes organizações sendo incorporadas por grupos maiores e mais competitivos. Diversos hospitais e administradoras de planos de saúde vêm deixando um mercado, que somente na iniciativa privada, designada como saúde suplementar, conseguem mover mais de R$ 81,4 bilhões e 64,4 milhões de beneficiários e um lucro de R$ 14,3 bilhões somente no ano de 2011. Apesar dos números motivadores, o sistema de saúde tem sua principal preocupação nos fins, ou seja, no atendimento ao paciente. Esta tese teve como proposta avaliar o tipo de relacionamento existente entre as empresas prestadoras de serviços de saúde, isto é, os hospitais de médio porte (51 a 150 leitos) da Grande São Paulo, e seus fornecedores. A partir de um método estruturado foram avaliadas questões relacionadas à integração e colaboração da cadeia de suprimentos hospitalar, sendo alvo dessa pesquisa aspectos como a aplicação de tecnologias de informação e comunicação no processo de compras, alinhamento estratégico, monitoramento da performance dos fornecedores, decisões de aliança e parcerias, integração interfuncional entre as empresas, além da gestão do relacionamento. O estudo conduzido compara o desempenho de hospitais de referência do mercado de saúde, procurando expor sempre o trinômio: o que se espera atingir, o que é praticado pelos hospitais de referência e aquilo que realmente está sendo feito entre os hospitais da amostra. Foi possível identificar uma grande oportunidade de aprimoramento da integração e colaboração junto à cadeia de fornecimento, minimizando custos e melhorando o desempenho das organizações com sua cadeia de fornecedores, e principalmente, podendo ser traduzido como melhoria da qualidade, nível de serviço e fidelização dos clientes.
Palavras-chave: Compras hospitalares. Colaboração na cadeia de suprimentos.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Fotoquímica e Ressonância Magnética Nuclear


Título: Governança Participativa e Desenvolvimento Local: Proposta de Sistematização de Indicadores de Monitoramento da Governança na Cadeia Produtiva de Petróleo e Gás: “Estudo de Caso na Baixada Santista”
Autor(a): Edison da Silva Monteiro
Orientador(a): Ivan Pérsio de Arruda Campos
Data da defesa: 15/08/2012
Resumo: A experiência do crescimento industrial e de serviços nas últimas décadas está correlacionada no âmbito mundial a grandes eventos que impulsionam nações inteiras a pensarem em estratégias de desenvolvimento local, integrado e sustentável baseado em mudanças estruturais e conjunturais provocadas por fatores humanos ou por causas naturais no âmbito de inovadores modelos de arranjos produtivos, cadeia produtiva, como o caso de petróleo e gás e estratégias corporativas em rede. Para identificar esse processo desenvolvemos em nosso estudo um Modelo de Indicadores para monitorar os impactos do desenvolvimento local a partir da Governança Participativa. Na definição dos indicadores foi priorizado: governança, processo decisório, gestão da informação e cadeia produtiva, que serviram de parâmetros para a modelagem de um sistema de monitoramento da Governança Participativa, considerando estágios evolutivos do desenvolvimento local na Baixada Santista.
Palavras-chave: Governança Participativa, Monitoramento, Indicadores, Petróleo e Gás.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Fotoquímica e Ressonância Magnética Nuclear


Título: Avaliação ambiental da construção de edificações de interesse social no Brasil
Autor(a): Jorge Creso Cutrim Demétrio
Orientador(a): Biagio Fernando Giannetti
Data da defesa: 27/08/2012
Resumo: Sendo a construção civil responsável pelos maiores impactos gerados ao ambiente, este trabalho apresenta o estudo ambiental da construção de edificações de interesse social no Brasil, no ano de 2007, por meio da contabilidade ambiental em emergia feita em cada unidade da federação. Foram calculados os indicadores ambientais a partir da lista de insumos e serviços de três projetos voltados para obras de interesse social, permitindo conhecer os desempenhos ambientais gerados em suas implantações. Comparou-se o CUB adotado pela indústria da construção com o custo ambiental encontrado, para avaliar o quanto o padrão de representação adotado para o valor unitário do m² de uma obra difere do valor que considere o meio ambiente e seus recursos naturais. Utilizou-se também a relação emergia pelo PIB(PIB) para determinar quais unidades da federação levam vantagem nas importações de materiais de construção. Constatou-se, por meio do Indicador de Sustentabilidade (ESI), que alterações no tipo de materiais utilizados em cada projeto, como a substituição de alvenaria de vedação por madeira, levam a um aumento de até 27 vezes no indicador de sustentabilidade de uma construção.
Palavras-chave: Construção, Emergia, Sustentabilidade.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção e meio ambiente.


Título: Contribuição para ranqueamento setorial da dimensão ambiental do ISE da BM&FBovespa
Autor(a): Carlos Alberto Di Agustini
Orientador(a): Biagio Fernando Giannetti
Data da defesa: 28/08/2012
Resumo: Esta tese realiza um ranqueamento por setor da dimensão ambiental do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BMF&Bovespa, mensurando cientificamente a interferência de diversos setores na biosfera, em função da utilização de recursos naturais e do potencial de poluição, compreendendo: uso de recursos renováveis e não renováveis, indicadores econômicos, energia, água e área ocupada (área cultivada, pastagens, área construída, mar e florestas), impactos nocivos à saúde humana e emissão de elementos tóxicos e de gases causadores do efeito estufa. O estudo apresenta o cálculo do impacto da escala econômica dos setores, classificando-os segundo critérios da Lei nº 10.165 (baixo, médio e alto), ordenando-os pela interferência na biosfera (dimensão ambiental) e propondo uma forma de ranqueamento de empresas. Foram selecionadas metodologias de aproximação científica (poluição incorporada, pegada ecológica, avaliação em emergia e avaliação de ciclo de vida) para contribuir com o ranqueamento setorial, cuja análise estatística mostra uma nova classificação e apresenta os setores que devem ser objeto de atenção dos stakeholders. A apreciação de empresas pela avaliação em emergia considera o fluxo de trocas com o meio ambiente, os indicadores comparados e a classificação relativa pelo diagrama ternário em emergia. Metodologias de medição científica que alcancem os limites dos ecossistemas e mensurem fisicamente a interferência das atividades produtivas sobre a biosfera são o caminho mais seguro para avaliar a sustentabilidade na dimensão ambiental.
Palavras-chave: Índice de Sustentabilidade Empresarial da BMF&Bovespa; Poluição Incorporada; Pegada Ecológica; Avaliação em Emergia; Avaliação de Ciclo de Vida.
Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção e Meio Ambiente


Título: Estudo Comparativo dos Índices em Emergia e de Indicadores Usuais de Sustentabilidade
Autor(a): Pedro Américo Frugoli
Orientador(a): Biagio Fernando Giannetti
Data da defesa: 31/08/2012
Resumo: A busca por sustentabilidade e a maior preocupação com a degradação ambiental atraem cada vez mais pesquisadores no mundo todo, evidenciando a necessidade do desenvolvimento de indicadores que incluam os parâmetros economia, sociedade e meio ambiente. Este estudo compara os índices em emergia com dez indicadores conhecidos e retirados da literatura. São feitas correlações utilizando os coeficientes de Spearman, os fluxos em emergia de recursos naturais renováveis (R), os fluxos de recursos naturais não renováveis (N), os de recursos provenientes da economia (F) e os índices em emergia com indicadores conhecidos. São estudados os dados referentes a 106 países, também analisados separadamente por: continentes, categorias de regime democrático e grupos de desenvolvimento humano. A análise dos resultados é feita por matrizes e gráficos ilustrativos das possíveis correlações. Os resultados da análise de correlação indicam que os coeficientes de Spearman, em geral, são menores nos estudos envolvendo os países separados em grupos (continentes, regime democrático e desenvolvimento humano) do que nas análises feitas sobre um único grupo (106 países). Os resultados sugerem que os indicadores em emergia (EYR, ELR e ESI) são mais ajustados para o estudo de sustentabilidade de países, sendo o último um indicador agregado que apresenta melhor correlação com os outros indicadores, tanto quando empregado no estudo dos 106 países, como quando utilizado em amostras menores.
Palavras-chave: Sustentabilidade; Contabilidade Ambiental; Emergia; Indicadores; Coeficientes de Correlação.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção e meio ambiente


Título: Borracha natural e cultivo intercalar: um estudo na região de Barretos (SP) aplicando análise multicritérios
Autor(a): Vítor José Brum
Orientador(a): Oduvaldo Vendrametto
Data da defesa: 03/09/2012
Resumo: A borracha natural, matéria-prima produzida pela seringueira, é considerada insumo estratégico em todo o mundo. A demanda por borracha natural aumenta em escala, ano após ano, mas a produção não acompanha o consumo mundial. Nos últimos 15 anos, as necessidades passaram de 5,1 milhões de toneladas para 10,02 milhões de toneladas. Os países asiáticos detêm a hegemonia do mercado, com 73,83% da oferta mundial. O Brasil produz 132 mil toneladas, o que corresponde a apenas 1,28% da oferta mundial. Também é notória a participação da agricultura familiar nos principais países produtores. Atividades de longo prazo, como a heveicultura, cujo horizonte de produção é estimado em 30 anos, tornam imprescindíveis avaliações de mercado, tanto interno, quanto externo. A exploração da borracha natural mantém corredores ecológicos e representa uma alternativa à utilização de uma fonte não renovável. A seringueira tem potencial para se tornar importante veículo de fixação do pequeno proprietário nas áreas à margem das utilizadas pelo agronegócio brasileiro. Tal fato ocorrendo, a heveicultura pode fortalecer a restauração ambiental de áreas degradadas pela agricultura exploratória, erroneamente implantada em classes de capacidades de uso com vocação para a produção de serviços ambientais. O objetivo deste trabalho é avaliar o uso de cultivo intercalar de culturas anuais, semiperenes e perenes, entre os agricultores familiares, possibilitando incremento de renda e minimização de custos nos anos iniciais da exploração de borracha natural. Barretos (SP) é o terceiro município no ranking de produtores de borracha natural. Para a coleta das informações, foram utilizados pesquisa exploratória qualitativa e estudo das atuais condições de exploração dos agricultores. O sistema de cultivo do seringal em consórcio com outras culturas, independentes do seu ciclo de vida, é o mais indicado, quando comparado aos demais sistemas de exploração. Os resultados obtidos com as análises dos dados da pesquisa de campo apontaram as melhores práticas conservacionistas para uma exploração socioeconômica e sustentável, possibilitando sua adoção e minimizando os custos iniciais de implementação.
Palavras-chave: Agricultura Familiar; Seringueira; Diversidade de Exploração; Cultivo Consorciado.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudo das redes produtivas do Agronegócio


Título: Atributos para seleção das tarefas da função manutenção: um enfoque intraorganizacional em aciarias
Autor(a): José Barrozo de Souza
Orientador(a): José Benedito Sacomano
Data da defesa: 28/11/2012
Resumo: Esta tese teve o propósito de identificar os atributos e os Fatores Críticos de Sucesso para a seleção das tarefas da função manutenção em aciarias, bem como relacioná-las ao sistema de produção e operações, por meio da utilização do modelo intraorganizacional. A população amostral foi composta pelos gerentes gerais e gerentes da unidade de produção (aciaria) das três usinas siderúrgicas estudadas. Inicialmente, identificou-se o âmbito no qual as usinas siderúrgicas estão inseridas mediante dados secundários. Na sequência, foram reconhecidas, por meio de visitas técnicas (observação participativa), as práticas organizacionais relacionadas à produção e às operações, assim como foram mapeadas e analisadas as relações intraorganizacionais entre o gerente geral de aciaria e as gerências da unidade de produção (aciaria) com a utilização dos softwares UCINET 6.0 e Netdraw. A pesquisa, de caráter exploratório, descritiva, com abordagem qualitativa, teve como forma o estudo de múltiplos casos em três usinas siderúrgicas integradas situadas na Região Sudeste do Brasil e empregou procedimento metodológico combinando dois tipos distintos de técnicas de coletas de dados. Tais técnicas foram: pesquisa bibliográfica, a partir das principais indicações da literatura pesquisada, para o mapeamento das referências sobre os temas e subtemas categorizados, sendo utilizada a técnica de Análise de Conteúdos; realização do trabalho de campo, por meio de visitas técnicas (observação participativa) e envio de questionários aos gerentes da unidade de produção (aciaria) das três usinas siderúrgicas integradas examinadas no estudo. A escolha dessa abordagem metodológica justifica-se  pela natureza das questões de pesquisa (questionários). Como pontos positivos dessa tese, destacam-se o procedimento metodológico para a seleção das tarefas da função manutenção em aciarias, objetivo principal da pesquisa; a construção do aparato teórico que estabeleceu as relações entre as referências bibliográficas; e a apresentação dos resultados obtidos, a saber, a análise da contribuição gerada por esta investigação, como as relações intraorganizacionais no viés da coopetição e dos principais fatores que influenciam o compartilhamento de informações, o conhecimento e a tomada de decisão no âmbito de uma unidade de produção (aciaria). Finalmente, a identificação de um conjunto de atributos e Fatores Críticos de Sucesso para a seleção das tarefas da função manutenção, por meio do trabalho de campo,  foi um dos requisitos estruturais para a realização da tese. Os resultados replicam a teoria, mostrando que as políticas proativas da manutenção, quando adotadas, acrescentam sinergia para o sistema produtivo. Estruturar tais estratégias aponta para uma vantagem competitiva com melhores práticas da função manutenção no viés das relações intraorganizacionais. 
Palavras-chave: Coopetição; Fatores Críticos de Sucesso; Redes intraorganizacionais.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: O caráter evolucionário do Planejamento e Controle da Produção e as Novas Formas de Organização do Trabalho.


Título: Uma avaliação da aplicação das tecnologias de informação e comunicação na agroindústria
Autor(a): Simone Aparecida Canuto
Orientador(a): Mário Mollo Neto
Data da defesa: 14/12/2012
Resumo: Para avaliar a aplicação das tecnologias de informação e comunicação na agroindústria, que é um setor complexo, optou-se por concentrar o levantamento de dados em empresas que utilizam a produção em larga escala em ambiente controlado, a saber, estufas. O estudo de caso apresentou-se como a melhor opção, com utilização da documentação direta, complementada com pesquisa de campo para o acompanhamento não participativo dos processos produtivos. A pesquisa iniciou-se na cidade de Holambra (no interior do Estado de São Paulo, Brasil) na produção de flores e, em seguida, durante estágio doutoral em Portugal, realizou-se a pesquisa em Vila Real, na produção de cogumelos. Ao retornar ao Brasil, foi feita nova visita a Holambra para preencher a lista de questões com as observações in loco. Neste trabalho foi possível analisar a utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) em paralelo com as informações existentes sobre a produção e a forma como ocorre a gestão da empresa. Na investigação realizada na empresa de produção das flores, as ferramentas de TIC são quase inexistentes e não foi possível obter dados sobre a gestão da produção, do custo real, nem da quantidade produzida, apenas obter informações sobre a quantidade vendida. O exame feito na empresa produtora de cogumelos mostrou que o desenvolvimento de uma solução que integra as TIC para a gestão da produção apoia não apenas o seu controle, mas também a rastreabilidade total do processo. A empresa tem total controle sobre os custos de produção, de seus processos produtivos, ampliando a comunicação interna e externa das informações. A comparação dos dois casos estudados possibilitou o levantamento das complexas redes de empresas envolvidas no processo de produção e distribuição dos produtos. As vantagens da utilização de ferramentas computacionais para a integração das informações apoiam a gestão da empresa e possibilitam um controle eficiente da produção.
Palavras-chave: Sistema de Informação; TIC; Agroindústria; Rede de Empresas; Produção em Estufa.

Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudo das redes produtivas do Agronegócio