Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Engenharia de Produção

Dissertações Defendidas - 2007

Título: Arquitetura de Hardware Reconfigurável Paraconsistente em Navegação de Robôs Móveis: uma contribuição para a àrea de automação em Engenharia de Produção
Autor(a): Fernando Marco Perez Campos
Orientador(a): Jair Minoro Abe
Data da defesa: 28/02/2007
Resumo: Este trabalho apresenta a utilização da Lógica Paraconsistente Anotada, juntamente com as técnicas de comportamentos robóticos (Behavior-Based Robotics), aplicada sobre uma arquitetura de Hardware Reconfigurável.
O tratamento das informações inconsistentes ou paracompletas é implementado dentro do Hardware Reconfigurável de uma forma simples, porém funcional, juntamente com o módulo que define o seu comportamento para que o seu destino seja alcançado com sucesso.

Palavras-chave: Lógica Paraconsistente Anotada. Robô móvel. Hardware Reconfigurável. Comportamento robótico.
Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Modelos e Ferramentas para Gestão da Informação
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Lógica paraconsistente e inteligência artificial


Título: Organizações Direcionadas a Processos de Negócios e Tecnologia da Informação
Autor(a): Celso Luís Zacari Faria
Orientador(a): Mauro de Mesquita Spinola
Data da defesa:02/04/2007
Resumo: O desenvolvimento de novas tecnologias da informação e a globalização possibilitaram profundas mudanças no processo produtivo. O modelo fordista - caracterizado pela produção em série, homogênea e com rígida hierarquia de funções - vem sendo substituído por um modelo organizacional mais flexível, automatizado e que tem como estrutura fundamental a tecnologia da informação (TI) . As novas máquinas exigem treinamento mais especializado e dependem menos de funcionários, sobretudo nas atividades operacionais. A proposta desta pesquisa é analisar a aplicabilidade e a efetividade da modelagem de processos de negócios, alinhada a projeto de TI O modelo desenvolvido é fundamentado em pesquisa bibliográfica e em estudo de caso, realizado em uma Instituição de Ensino Superior – IES. Um resultado apresentado é a proposição de um modelo de processos de negócios, aplicável a instituições de ensino superior. A partir do estudo de caso, a Instituição estudada contará com um modelo que não terá mais divisões por funções e, sim, por atividades; elas serão automatizadas por meio de TI.

Palavras-chave: Modelos organizacionais. Processos de negócios. Tecnologia da informação. Instituição de Ensino Superior.
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa:  Produção se Software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq:


Título: A Utilização do Mrp como Estratégia de Manufatura por algumas Empresas do Cluster Calçadista de Birigui
Autor(a): Ronnie Marcos Rillo
Orientador(a): José Benedito Sacomano
Data da defesa: 07/05/2007
Resumo: O foco desse trabalho foi estudar as estratégias utilizadas em algumas empresas do Arranjo Produtivo de Birigui, pois o fluxo de informações e os benefícios oriundos da globalização trouxeram para as fábricas um desafio de planejamento antes não necessário.
O município é considerado a Capital Nacional do Calçado Infantil, com uma produção média diária de 235 mil calçados. As exportações são direcionadas para mais de setenta países. No ano de 2006, o pólo calçadista exportou cerca de 7,8 milhões de pares, no total aproximado de 14,1% da produção.
Foi realizada uma pesquisa em algumas empresas do APL (Arranjo Produtivo Local), com a finalidade de levantar informações que mostrassem as atuais formas de estratégias utilizadas por essas empresas para manterem-se no mercado globalizado.
O trabalho busca constatar a influência da ferramenta MRP (Material Requeriments Planning) no setor calçadista — como recurso indispensável ao suporte para tomada de decisão — da Cidade Pérola, denominação tradicional atribuída à cidade biriguiense.
Encontram-se aqui, os resultados da pesquisa feita em oito empresas de pequeno a grande porte, onde são mostradas as principais dificuldades enfrentadas por cada empresa na tomada de decisão.

Palavras-chave: Estratégia competitiva. Calçado. Planejamento. Birigui. APL.
Área de Concentração: Gerência da Produção
Linha de Pesquisa: Planejamento e Controle da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: O caráter evolucionário do planejamento e controle da produção e as novas formas de organização do trabalho


Título: Documentos textuais jurídicos: um estudo de ferramentas de TI para sua recuperação
Autor(a): Edivaldo Antonio Sartor
Orientador(a): Marcelo Schnek de Paula Pessôa
Data da defesa: 18/05/2007
Resumo: O aumento expressivo da produção de informações jurídicas reflete, de um lado, a crescente complexidade da sociedade e, de outro, a necessidade de recuperá-las de forma eficiente, para que gerem grande benefício tanto para o funcionamento do sistema jurídico quanto para a sociedade.
As informações jurídicas, de modo geral, traduzem-se em documentos textuais, que possuem características diferenciadas quando do seu armazenamento e recuperação. Considerando a TI como fator importante no processo de recuperação dessas informações e assumindo que novas tecnologias surgem a cada dia, abrindo novos leques de utilização, este trabalho objetiva, por meio do amparo de ferramentas de TI, discutir formas de organizar e, principalmente, recuperar documentos textuais jurídicos, garantindo sua confiabilidade e disponibilidade, para servirem de referência a futuros casos.
A validade do estudo se dá através da análise de três unidades principais: pessoas, processos e tecnologia, tratadas por outros autores, na forma de análise técnica de ferramentas e estudo de caso com usuários envolvidos nos documentos textuais no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

Palavras-chave: Recuperação de documentos. Tecnologia da Informação. Documentos Jurídicos. Documentos Textuais. Ferramentas de TI.
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa: Produção em software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção em software


Título: Governança Corporativa em Redes de Empresas: um exemplo de aplicação na indústria automotiva brasileira
Autor(a): Giuseppina Adele Rischioni
Orientador(a): José Paulo Alves Fusco
Data da defesa: 21/05/2007
Resumo: Este estudo tem por objetivo verificar como se dá uma estrutura de Governança em uma rede de empresas e analisar a questão da sustentabilidade no setor automotivo e sua contribuição à Governança Corporativa.  A abordagem metodológica se dá de forma qualitativa, por meio de levantamento bibliográfico, bem como por meio de um estudo na empresa automotiva Ford Motor Company do Brasil relacionado à Responsabilidade Social e o alinhamento de suas ações, especialmente as ações ambientais, com seus distribuidores. No referencial teórico são abordados: a competitividade, focando a estratégia, sua formação, as cadeias de valores e suprimentos, abordando seu planejamento, organização e gestão;  as redes de empresas, demonstrando, por meio de alguns conceitos sobre Governança Corporativa no Brasil e no mundo, como a responsabilidade social é adotada e praticada pelas empresas. Os resultados nos permitem considerar, como conclusão, que a sustentabilidade contribui para a Governança Corporativa, à medida que as empresas vêm trabalhando interna e externamente com temas relacionados ao meio ambiente, à saúde, ao desenvolvimento sustentável, ao voluntariado, às ações sociais diversas, fortalecendo a responsabilidade social corporativa − quesitos importantes para uma boa prática da governança; contudo, essas ações estão muito focadas na montadora, pois  os distribuidores desenvolvem poucas ações ambientais num trabalho isolado. Com isso fica evidente que falta uma parceria mais efetiva entre a empresa e seus distribuidores, uma vez que aquela, em todas as suas unidades, possui tantas iniciativas responsáveis e significativas.

Palavras-chave: Governança Corporativa. Sustentabilidade. Redes de Empresas.  Competitividade. Setor Automotivo. Distribuidores.
Área de Concentração: Gerência da Produção
Linha de Pesquisa: Planejamento e Controle da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Redes de Empresas e Cadeias Produtivas


Título: Proposta de uma base de conhecimento sobre componentes para apoiar o desenvolvimento de software baseado em componentes
Autor(a): Rosangela Kronig
Orientador(a): Ivanir Costa
Data da defesa: 20/06/2007
Resumo: A obtenção de um ambiente integrado e compartilhado tem sido uma das preocupações da engenharia de software. As organizações investem valores significativos no processo de desenvolvimento e manutenção de sistemas que atendam as necessidades atuais e futuras do negócio. A reutilização de software tem sido considerada uma forma e um desafio, para a redução do tempo e dos custos de desenvolvimento e aumento de produtividade e da qualidade do produto de software. O desenvolvimento de software baseado em componentes enfatiza a construção de sistemas a partir de componentes de software projetados e implementados, para atender as necessidades de negócio de uma forma mais rápida. Neste cenário, para o reúso efetivo de um componente, é necessário identificar, registrar, padronizar e disponibilizar um conjunto de informações, que represente e documente todo o conhecimento associado a este componente. Esta base de conhecimento sobre componentes deve ser estruturada para apoiar um programa de reúso sistemático na busca e recuperação efetiva de um componente reutilizável. Este trabalho propõe um modelo conceitual de um repositório, denominado de Biblioteca de Componentes, para registrar, padronizar e centralizar esta base de conhecimento. A partir das especificações do modelo, é produzido um protótipo da Biblioteca de Componentes, para demonstrar os conceitos pesquisados, no Laboratório de Pesquisa em Produção de Software – LabPPS - do Programa de Mestrado em Engenharia de Produção da Universidade Paulista – UNIP.

Palavras-chave: Reúso de software. Componentes de software. Desenvolvimento de software baseado em componentes. Biblioteca de componentes de software.
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa: Produção de Software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção de Software


Título: Processo de Estimativa de Software com a Métrica Use Case Points, PMBOK e RUP
Autor(a): Everton Castelão Tetila
Orientador(a): Ivanir Costa
Data da defesa: 02/07/2007
Resumo: A competição entre organizações que desenvolvem software vem aumentando com o crescimento do mercado de tecnologia da informação. Como consequência, as organizações têm se preocupado cada vez mais com a melhoria da qualidade de seus produtos de software, com os custos efetivos e com o cumprimento de prazos de seus projetos. Para obter essas características, os processos de desenvolvimento de softwares vêm exigindo um gerenciamento mais efetivo, com um plano de projeto bem definido, baseado em estimativas mais precisas. Dentre as métricas que servem de apoio à gerência de projetos de desenvolvimento de software, destaca-se a estimativa de tamanho na qual, a partir desta dimensão, permite-se definir o esforço, o prazo e os custos necessários para o desenvolvimento do software. Em relação a projetos de softwares orientados a objetos, abordagem bastante utilizada no mercado atual, a estimativa de tamanho é melhor realizada pela métrica Use Case Points, ou Pontos de Casos de Uso, proposta em 1993 por Gustav Karner. Dessa forma, este trabalho propõe, por meio de levantamento bibliográfico e pesquisa-ação, criar um Processo de Estimativa de Software para apoiar a gerência de projetos durante o ciclo de desenvolvimento. Este processo consiste no uso da métrica Use Case Points como ferramenta de estimativa; nos processos de gestão de estimativas propostos pelo PMBOK; e nas atividades de desenvolvimento de estimativas propostas pelo RUP. Os resultados da pesquisa-ação demonstraram que, em média, o Processo de Estimativa de Software com Use Case Points é 4,3% mais preciso que as métricas de estimativas tradicionais (Function Points e Use Case Points) sem processo formal de estimativas.

Palavras-chave: Gerência de projetos. Métricas de software. Use Case Points. PMBOK. RUP.
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa: Produção de Software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção de Software


Título: Contabilidade ambiental aplicada a processos de revestimento de zinco e organo metálico: um estudo de caso
Autor(a): José Fernando Faro
Orientador(a): Cecília Maria Villas Bôas de Almeida
Data da defesa: 14/08/2007
Resumo: O presente trabalho visa avaliar os recursos utilizados por dois diferentes processos de tratamento de superfície para fixadores metálicos (porcas, parafusos, rebites e similares), utilizando a síntese em emergia. O processo de revestimento de zinco está instalado em Diadema, São Paulo, na empresa Irmãos Parasmo S/A, que trata fixadores em aço para o setor automotivo. O processo de galvanização é totalmente automático, com mão-de-obra usada somente para alimentação da linha. O segundo processo analisado foi um sistema de revestimento de organo metálico, instalado na Revescrom, também em Diadema e que, igualmente, fornece para a indústria automotiva brasileira. Este processo não usa cromo e é atualmente preferido pelos clientes, como uma promessa para diminuir os danos ao meio ambiente, para elevar a resistência à corrosão e melhorar o coeficiente de atrito. A possibilidade de instalação do sistema de revestimento em organo metálico na Irmãos Parasmo S/A. foi também avaliada, usando-se dois métodos: a emergia por unidade tradicional (para cada processo isolado) e a emergia por unidade conjunta (para a empresa com produtos e co-produtos). Esta avaliação foi complementada considerando o tipo de energia para alimentar os sistemas (gás natural ou energia elétrica). Índices de emergia foram calculados para apoiar a avaliação e os resultados foram interpretados com o auxílio de diagramas ternários. Os resultados mostraram que a implementação de uma linha de organo metálico pode ser vantajosa para a empresa.

Palavras-chave: Revestimento. Zinco. Organo metálico. Síntese em emergia. Índices de emergia. Frações renováveis.
Área de Concentração: Produção e Meio Ambiente
Linha de Pesquisa: Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Físico-Química Teórica e Aplicada


Título: Construção de Cenário através da Lógica Paraconsistente Anotada Evidencial Et
Autor(a): Nelio Fernando dos Reis
Orientador(a): Jair Minoro Abe
Data da defesa: 29/08/2007
Resumo: Os modelos de análise de cenários, utilizados para planejamentos estratégicos pelas empresas brasileiras de diversos setores, tomam por base, de maneira geral, parâmetros quantitativos tais como financeiros e econômicos, e subjetivos tais como existência de barreiras protecionistas etc. Devido ao elevado número de fatores que estão em tela, muitas vezes imprecisos e mesmo conflitantes, os erros derivados desse tratamento são constatados em muitos processos de decisão. Este trabalho apresenta um modelo de análise de cenário construído baseado na lógica paraconsistente anotada evidencial Et. As vantagens desta abordagem são: tratamento direto de informações imprecisas, conflitantes (contraditórias) e/ou paracompletas, podendo abarcar dados objetivos ou mesmo subjetivos, através de uma estrutura de sistemas especialistas (em sentido amplo); implementação computacional extremamente simples e desempenho rápido, se comparada com métodos tradicionais;  permitem a tomada de decisões, decorrentes desse procedimento e com base nas informações pesquisadas sobre itens escolhidos criteriosamente, os quais podem ser manipulados através do algoritmo Para-analisador que lhe confere critérios lógicos o que lhes imprime altas validade e fidedignidade, dando tranquilidade e segurança ao decisor e garantindo qualidade ao diagnóstico, ao produto, ao serviço ou ao resultado, de uma maneira geral.

Palavras-chave: Cenários. Planejamento estratégico. Lógica paraconsistente anotada. Tomada de decisão.
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa: Produção de Software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Lógica paraconsistente e inteligência artificial


Título: Alinhamento entre e Estratégia de Negócios e a Melhoria de Processos de Software: um Roteiro de Implementação
Autor(a): Regina Yoneko Asato
Orientador(a): Mauro de Mesquita Spínola
Data da defesa: 25/09/2007
Resumo: As ações de melhoria dos produtos e processos de software, para um melhor atendimento dos objetivos de negócio de uma organização, devem estar associadas às estratégias competitivas para o mercado.  Este trabalho descreve o processo de desenvolvimento de um roteiro que traduz os objetivos estratégicos, modela indicadores e analisa os investimentos em processos de software sob a luz das metas em uma organização desenvolvedora de software. O Balanced Scorecard (BSC) é uma ferramenta utilizada como suporte para planejamento e implementação das estratégias adotadas e foi utilizado como base desse roteiro.   O modelo PSM (Practical Software Measurement) complementou o roteiro.  O estudo foi iniciado com a pesquisa bibliográfica dos conceitos e a aplicação de uma pesquisa-ação.  A estratégia de abordagem de pesquisa-ação permite o refinamento do roteiro, o aprendizado dos participantes e a melhoria da aplicação do próprio método.  A execução das etapas metodológicas resultou na definição do mapa estratégico e seus desdobramentos em uma organização desenvolvedora de software.  O resultado final deste estudo é um roteiro que permite a implementação do alinhamento estratégico de negócios e a melhoria de processos em organizações desenvolvedoras de software.

Palavras-chave: Estratégia de negócios. Melhoria de processos de software. BSC. Organização desenvolvedora de software. PSM.
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa: Produção de Software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq:


Título: Modelo de Gestão de Serviços de TI: No Complexo do Hospital das Clínicas da FMUSP
Autor(a): Aurélio José Vitorino
Orientador(a): Marcelo Schnek de Paula Pessôa
Data da defesa: 25/09/2007
Resumo: Nas últimas décadas tem-se observado, nos mais diferentes segmentos, uma significativa ampliação nos investimentos destinados à área de Tecnologia da Informação (TI), que vem sendo tratada como diferencial estratégico alinhado aos negócios. Ao abordar a área hospitalar no sentido de assistência, ensino e pesquisa, depara-se com um cenário em que a TI desempenha um papel fundamental, atuando em suporte administrativo e técnico, desenvolvendo a qualidade nas atividades prestadas. Para essa condição, identifica-se a necessidade do exercício de modelos gerenciais e adoção de ferramentas que visam o desenvolvimento das atividades de TI associadas à operação da instituição hospitalar. Esse processo de adoção de modelos gerenciais e de ferramentas para  TI é denominado de Governança em TI.
A Governança em TI engloba métodos que visam − através da adoção de melhores práticas − o controle, gerenciamento e uso eficaz dos recursos disponíveis, proporcionando valor à instituição para futuras tomadas de decisões nos investimentos e tendências de tecnologia.
Este trabalho objetiva, por meio de um estudo de caso, identificar como as instituições que compõem o complexo do Hospital das Clínicas de São Paulo desenvolvem o processo de Governança e melhores práticas na gestão de serviços de suporte técnico.

Palavras-chave: Tecnologia da Informação. Governança. Melhores Práticas. Suporte Técnico.
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa: Produção em software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção em software


Título: Qualidade no Serviço Varejo
Autor(a): José Roberto Felipe da Silva
Orientador(a): Pedro Luiz de Oliveira Costa Neto
Data da defesa: 28/09/2007
Resumo: A presente pesquisa trata da gestão da qualidade no varejo de produtos e serviços, na cidade de São Paulo, como elemento para a qualidade e produtividade comercial. Verifica as relações existentes entre qualidade e serviço no varejo, ressaltando a importância de conceitos básicos sobre (a) qualidade − suas abordagens e dimensões, e (b) aspectos da realidade − custo, segurança, entrega, qualidade intrínseca e moral, como sendo conceitos indicadores de desempenho organizacional na prestação de serviços ofertados aos clientes e participantes da rede de negócios varejista.
Muito se escreveu sobre qualidade nos produtos, serviços e processos; porém, pouco se escreveu sobre a qualidade no final da cadeia de fornecimento, que é o setor varejista. Pretende-se, com este estudo, identificar e analisar as atividades relacionadas com a gestão da qualidade no varejo, avaliando a sua importância para o setor produtivo e quais os benefícios dessas aplicações, fornecendo, desta forma, uma contribuição ao conhecimento da problemática da qualidade no setor varejista em nosso país.
A pesquisa foi realizada em uma amostra de redes varejistas, feita mediante estudo de casos múltiplos e utilizando a técnica do questionário aberto. As empresas que serviram de fonte de coleta de dados da pesquisa são varejistas tradicionais que possuem redes de lojas espalhadas pelos principais centros de comércio da cidade de São Paulo.
O estudo mostra que existe boa conscientização e preocupação com a qualidade nas redes varejistas pesquisadas, mormente quanto a atividades de treinamento e atendimento ao cliente, dentre outros aspectos. Entretanto, falhas, incoerências e confusões conceituais foram também identificadas pela pesquisa, que podem ser vistas como oportunidades de melhoria pelas empresas do setor.

Palavras-chave: Serviços de varejo.Melhoria contínua. Controle de desperdícios. Dimensões da qualidade. Competitividade. 
Área de Concentração: Gerência da Produção
Linha de Pesquisa: Planejamento e Controle da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Qualidade e Produtividade


Título: Integrando Atividades Baseadas em Abordagens da IHC às Práticas da Engenharia de Software em Projetos de Interface de Usuário de Dispositivos Móveis
Autor(a): Luciano Soares de Souza
Orientador(a): Ivanir Costa
Data da defesa: 02/10/2007
Resumo: O projeto de interface de usuário é um dos fatores mais importantes para o sucesso de uma aplicação móvel. A usabilidade da interface de usuário é um atributo determinante para o nível de satisfação, eficácia e eficiência com que os usuários executam suas tarefas. À medida que os dispositivos computacionais móveis − como telefones celulares, PDA’s e smartphone’s − estão cada vez mais presentes na infraestrutura de Tecnologia da Informação das empresas e no cotidiano das pessoas, é importante, ao se projetar aplicações móveis, haver um entendimento aprofundado da interação do usuário com esses dispositivos. Este trabalho propõe a integração de atividades baseadas em abordagens da Interação Humano-Computador (IHC) às práticas propostas pela Engenharia de Software (ES), formando um modelo de ciclo de vida de software integrado. Estas atividades estão fundamentadas, ainda, no projeto centrado no usuário, em normas NBR e ISO e restrições intrínsecas dos dispositivos móveis. A validação do modelo de ciclo de vida de software integrado se deu através de prova de conceito, em um caso real, a partir do desenvolvimento de uma aplicação móvel para o Centro de Estudos do Genoma Humano (CEGH), ligado ao Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP). Os resultados demonstram que o envolvimento do usuário e inclusão de atividades de usabilidade, desde as fases iniciais do projeto, são fundamentais para se produzir interfaces de usuário com níveis maiores de usabilidade. O modelo integrado atendeu aos objetivos deste trabalho quanto aos aspectos de usabilidade e funcionalidades da interface de usuário, e quanto à integração de práticas da ES e de abordagens da IHC de forma eficaz.

Palavras-chave: Modelo de ciclo de vida de software. Interface de usuário.   Usabilidade. Dispositivos móveis. Contexto de uso.
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa: Produção de Software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção de Software


Título: O Outsourcing como Vantagem Competitiva na Indústria Automobilística
Autor(a): Marco José Corrêa Bueno
Orientador(a): Oduvaldo Vendrametto
Data da defesa: 17/10/2007
Resumo: O setor automobilístico tem sido objeto de diversos estudos, seja na Engenharia ou na Administração. A crescente competitividade obrigou as empresas a buscarem novas formas de relações na Cadeia de Suprimentos.
Com a crescente competitividade no mercado automobilístico e sua busca por melhoria nos indicadores produtivos, as empresas viram-se obrigadas a rever suas formas de relações de fornecimento e redimensionar seus arranjos industriais. Identificar a forma deste relacionamento e seus resultados nos indicadores de produtividade e produção flexível é o objetivo deste trabalho.
Para alcançá-lo, utilizou-se uma abordagem exploratória na Volkswagen Resende - RJ, Ford Camaçari - BA e GM Gravataí - RS.
Como conclusão geral, tem-se que tais arranjos visam redução de custos, melhoria de produtividade e estreitamento de relações na cadeia de suprimentos.

Palavras-chave: Condomínio Industrial. Consórcio Modular. Competitividade.
Área de Concentração: Gerência da Produção
Linha de Pesquisa: Planejamento de Controle da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq:


Título: Avaliação da Qualidade de Software Aplicado como Ferramenta de Apoio Didático com Base na Norma ISO 9126
Autor(a): Leo Brunstein
Orientador(a): Mauro de Mesquita Spinola
Data da defesa: 28/11/2007
Resumo: Com a crescente utilização de software como ferramenta de apoio didático nas mais diversas áreas de conhecimento, faz-se necessário atentar para a finalidade didática e a adequação à matéria de ensino em sala de aula. Isto porque, ainda hoje, professores e instituições de ensino utilizam-se de produtos de software desenvolvidos para outras finalidades, adaptando seu uso para a aplicação em sala de aula. Neste caso, ficam algumas questões: Este software atinge os objetivos didáticos em sua aplicação? Os alunos estão satisfeitos com a utilização, facilitação do aprendizado e a exploração do assunto proporcionado pelo software? O software funciona corretamente; é eficiente como ferramenta de apoio ao ensino e atende às questões técnicas específicas para o hardware utilizado? A Norma ISO 9126, destinada à avaliação da qualidade de software, foi escolhida como base fundamental para este trabalho, por permitir responder de forma satisfatória a estas questões, entre tantas outras. Esta Norma é ampla, mas pode ter aplicação tão específica quanto se queira. Ela contempla a avaliação da qualidade de software por três pontos de vista: a visão da equipe de desenvolvimento do software, a do usuário e a do gerente. Para este trabalho, essas visões foram aplicadas respectivamente para as questões técnicas, de aplicação e didáticas do software, ou seja, a visão da equipe de desenvolvimento sobre o software, a visão dos alunos sobre a aplicação do software em sala de aula e a visão do professor sobre a eficiência didática do software. Assim, a Norma ISO 9126 é utilizada como base para o desenvolvimento da metodologia de avaliação de software aplicado em sala de aula como ferramenta de apoio didático. Esta metodologia resulta em pontuações para cada ponto de vista da avaliação do software, permitindo saber, em cada caso, se o software atinge níveis de pontuações como: Insuficiente, Regular, Bom ou Excelente (orientação da Norma ISO 9126). Com isso, os pontos fortes e fracos do software são indicados, como também, as prioridades de melhorias e correções a serem realizadas (se for o caso). Os resultados apurados auxiliam na decisão final sobre a aceitação ou rejeição do software avaliado ou, ainda, de sua continuidade de uso em sala de aula ou não.

Palavras-chave: Qualidade de software. Norma ISO 9126. Didática. Software didático. Software educativo. Custeio ABC.
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa: Produção de Software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq:


Título: A Estratégia da Manufatura Enxuta Aplicada em uma Indústria de Alimentos.
Autor(a): Fernando de Souza
Orientador(a): José Benedito Sacomano
Data da defesa: 11/12/2007
Resumo: Este trabalho analisa a aplicação dos conceitos e princípios práticos de Manufatura Enxuta em uma indústria de alimentos. Foram abordados  os conceitos de Estratégia, de Competitividade, de Vantagem Competitiva, Estratégias de Manufatura, e seus Objetivos de Desempenho, a fim de se entender a importância destes conceitos neste setor de alta concorrência. Apresentam-se ainda os conceitos da Manufatura Enxuta (ME), com o objetivo de definir suas diretrizes e seus capacitadores enquanto paradigma estratégico, os quais foram inseridos em um instrumento de verificação (modelo de pesquisa), desenvolvido para a execução do estudo de caso. A metodologia adotada utilizou a abordagem qualitativa, aplicando a estratégia exploratória de investigação e considerando elementos observados na ME.

Palavras-chave: Competitividade. Vantagem Competitiva. Estratégias de Manufatura. Manufatura Enxuta.
Área de Concentração: Gerência da Produção
Linha de Pesquisa: Planejamento e Controle da Produção
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: O caráter evolucionário do planejamento e controle da produção e as novas formas de organização do trabalho


Título: Avaliação e Análise da Qualidade no Treinamento de Usuários de Software
Autor(a): Simone Aparecida Canuto
Orientador(a): Pedro Luiz de Oliveira Costa Neto
Data da defesa: 19/12/2007
Resumo: Este trabalho busca avaliar e analisar a qualidade do treinamento de usuários de software, conhecer melhor a sua problemática e contribuir para a sua melhoria. Para tanto, pesquisaram-se autores que abordam temas como qualidade, qualidade de serviços, qualidade de software, treinamento, gestão do conhecimento e sistemas de informação. Com isso, foi iniciada uma pesquisa qualitativa, com aplicação de questionários em consultorias de desenvolvimento de software, para levantar informações sobre o tema. Isto permitiu verificar as diferenças entre essas consultorias, pois representam áreas diferentes, e também como são qualificados e especializados os funcionários responsáveis pelo treinamento, além de outros aspectos da questão. Entre as principais informações levantadas estão as diferentes visões de cada tipo de serviço prestado pelas consultorias e como estas vêem o papel do treinamento de usuários. Os dados comprovam a falta de controle das consultorias sobre as informações dos usuários treinados e qual o conhecimento dos usuários sobre o sistema, tanto antes como após o treinamento. Outro fato relevante é a falta de conhecimento das regras de negócio do cliente pelos profissionais responsáveis pelo treinamento e suporte aos usuários. Esta falta de informação pode dificultar a comunicação entre os profissionais envolvidos, como também levar a possíveis falhas no treinamento. Outro destaque da pesquisa é a relação entre o tipo de software desenvolvido e a fase em que o treinamento ocorre. Verificou-se nas empresas pesquisadas a existência de certo grau de conscientização quanto à relevância do papel do treinamento de usuários, mas não se evidenciou a devida preocupação com a eficácia do treinamento, pois os poucos controles desenvolvidos não são aplicados na melhoria deste processo

Palavras-chave: Qualidade de Serviço. Qualidade de Software. Treinamento. Gestão do Conhecimento. Sistema de Informação
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa: Produção de Software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq:


Título: Tomada de Decisão em Fábrica de Software Baseado em Controle Estatístico de Processo
Autor(a): Walter Henrique de Farias Silva
Orientador(a): Mauro de Mesquita Spinola
Data da defesa: 19/12/2007
Resumo: As fábricas de software têm como objetivo principal a melhoria dos seus processos para racionalizar a utilização dos recursos e diminuir os seus custos operacionais. Essas empresas possuem processos de desenvolvimento que de alguma forma proporcionam previsibilidade e diminuição de retrabalho, procurando sempre diminuir os custos. Avaliar se esse processo de desenvolvimento de software está sendo seguido é um desafio para quem os produz. Esta pesquisa tem o objetivo de propor um mecanismo para que o tomador de decisão da fábrica de software disponha da informação necessária para melhoria do seu processo produtivo. Esse modelo foi criado com base nos conceitos de PSM, CEP e fábrica de software. Com base em um modelo de referência, baseado nas necessidades de uma fábrica, foram selecionados três projetos-piloto para aplicação do modelo. Após a coleta dos dados das aplicações, criaram-se gráficos de controle e as decisões de melhoria foram tomadas. A principal conclusão é que o controle estatístico de processo teve um impacto positivo na tomada de decisão devido à facilidade de interpretação.

Palavras-chave: Fábrica de Software. Contole Estatístico de Processo. Medição e Analise. Qualidade de Processo.
Área de Concentração: Gestão da Informação
Linha de Pesquisa: Produção de Software
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: