Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação

Teoria da Materialidade e Diacronia dos Meios

Ementa

Relação entre meios e mídia do ponto de vista histórico e de sua relação com a teoria da materialidade desenvolvida pelos teóricos da comunicação alemã, tais como Benjamin, Gumbrecht, Kittler entre outros. Dentro deste prisma teórico e a partir da materialidade do suporte tecnológico dos meios, não procuramos identificar logo o significado ou sentido do conteúdo do meio, mas investigar as condições de possibilidade de emergência destas estruturas de sentido. Desta maneira, história, percepção corporal e linguagem se entrelaçam.

Bibliografia

BARBOSA, Marialva. Imaginação e os primórdios da TV no Brasil. In: RIBEIRO, Ana Paula et al. (Org.) História da Televisão no Brasil. São Paulo: Contexto, 2010.
BRIGGS, Asa; BURKE, Peter. Processos e Padrões. In: Uma História Social da Mídia: de Gutenberg à Internet. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.
CHARNEY, Leo; SCHWARZ, Vanessa. O cinema e a invenção da vida moderna. São Paulo: Cosac Naify, 2010.
LORÊDO, João. Era uma vez...a história da televisão. São Paulo: Alegro. 2000.
KOSSY, Boris. Um olhar sobre o Brasil: uma reflexão In: KOSSOY, Boris. Um Olhar sobre o Brasil: a fotografia na construção da imagem da nação 1883-2003. São Paulo: Fundação Mapfre, Objetiva, 2012.
MARTINS, José de Souza. A Fotografia e a Vida Cotidiana: ocultações e revelações. In: Sociologia da Fotografia e da Imagem. São Paulo: Contexto, 2008.
MÜLLER, Adalberto. O Media Turn Alemão: introduções à teoria da mídia. In: MÜLLER, Adalberto. Linhas Imaginárias: poesia, mídia, cinema. Porto Alegre: Sulina, 2012.
SCHWARCZ, Lilia. Na Magia do Click: fotografia como engenho e arte, produto e produção da história do país. In: KOSSOY, Boris. Um Olhar sobre o Brasil: a fotografia na construção da imagem da nação 1883-2003. São Paulo: Fundação Mapfre, Objetiva. 2012.