Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação

Dramaturgia Televisual e Narrativas Contemporâneas

Ementa
A partir de estudos narratólogicos e discursivos, a disciplina visa centrar-se em questões atinentes às transformações narrativas na contemporaneidade. Parte do cinema clássico narrativo, passando pelos cinemas experimentais e não narrativos contemporâneos, para chegar às inovações dramatúrgicas, inspiradas nas tecnologias informacionais, das novelas e séries da TV.

Bibliografia

AUMONT, Jacques. A Estética do Filme. Papirus: Campinas, 2006.
BOURDIEU, Pierre. A Economia das Trocas Simbólicas. Perspectiva: São Paulo, 2005.
BURCH, Noan. Práxis do Cinema. Perspectiva: São Paulo, 1992.
DUBOIS, Philippe. Cinema, Vídeo, Godard.São Paulo:Cosac Naify, 2004.
ECO, Umberto. Lector in Fabula. Perspectiva: São Paulo, 1986.
FLOCH, Jean-Marie. Identités Visuelles. PUF: Paris, 1995.
FONTANILLE, Jacques. Semiótica do Discurso. Contexto: São Paulo, 2007.
GREIMAS, Algirdas Julien. Da Imperfeição. São Paulo: Hacker, 2002.
JOST, François. Seis Lições sobre Televisão. Porto Alegre: Sulina, 2004.
LOPES, Maria Immadolata V. (Org.). Ficção Televisiva no Brasil: Temas e Perspectivas. São Paulo: Globo, 2009.
MURRAY, Janet H. Hamlet no Holodeck – O Futuro da Narrativa  no Ciberespaço. São Paulo: Unesp, 2001.
OLIVEIRA, Ana Cláudia (Org.). Semiótica Plástica. São Paulo: Hacker, 2004.
PARENTE, André. Narrativa e Modernidade. Os Cinemas Não Narrativos no Pós-GuerraCampinas: Papirus, 2000.
TODOROV, Tzvetan. As Estruturas Narrativas.São Paulo: Perspectiva, 1970.
XAVIER, Ismail (Org.). A Experiência do Cinema. Rio de Janeiro: Graal, 1983.