Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação

Meios e Mídia no Contexto da Pós-Verdade

Ementa

Conceituar e contextualizar o fenômeno da pós-verdade a partir dos pressupostos epistemológicos, éticos e estéticos. Analisar as práticas de midiatização da vida social e política pela ótica das novas tecnologias da comunicação. Analisar o campo de disputa entre o jornalismo e as redes sociais, na busca pela reivindicação da legitimidade do discurso informativo. Estudar os mecanismos de produção e propagação de narrativas jornalísticas, tendo em vista a guerra em redes, fake news, algoritmos, robôs (bots) e as agências de notícias (fact-checking).

Bibliografia

Braga, J. L. Circuitos versus campos sociais. In M. A. Mattos; J. Janotti Jr.; N. Jacks. (Org.), Mediação & Midiatização (pp. 31-52). Salvador: EDUFBA, 2012.
Bourdieu, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.
D'Ancona, M. Pós-Verdade - A nova guerra contra os fatos em tempos de fake news. Faro Editorial: São Paulo, 2018.
Dunker, C.; Fuks, J.; Safatle, V. et. al. Ética e pós-verdade. Dublinense: São Paulo, 2017.
Hjarvard, S. Midiatização: teorizando a mídia como agente de mudança social e cultural. Matrizes 5(3), pp. 53-91, 2012.
Kakutani, M. A morte da verdade. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2018.
Keyes, R. Era da pós-verdade: desonestidade e enganação na vida contemporânea. Vozes: São Paulo, 2018.
Lyotard, Jean-François. O pós-moderno. Rio de Janeiro, José Olympio, 1986.
Santos, K. N. dos. Em busca da credibilidade perdida: a rede de investigação jornalística na era das fake news. Letramento: Belo Horizonte, 2019.