Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação

Comunicação e Memória

Ementa

Estudos da memória para o campo da comunicação. Discussões sobre as principais abordagens do conceito de memória: memória coletiva, memória histórica, lugares de memória e memória midiática. Subjetividades, narrativas e histórias de vida. Relações entre memória, audiovisual e literatura.

Bibliografia

BARBOSA, Marialva C. Comunicação, História e Memória: diálogos possíveis. Matrizes, v.13, n.1, jan./abr. 2019. Disponível em:
https://www.revistas.usp.br/matrizes/article/download/157646/152952
BOSI, Ecléa. Tempos vivos e tempos mortos. In: BOSI, Ecléa. O tempo vivo da memória. 3. ed. São Paulo: Ateliê Editorial,2003. Disponível: http://culturaecurriculo.fde.sp.gov.br/administracao/Anexos/Documentos/420091014164722Tempos%20vivos%20e%20tempos%20mortos.pdf
HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Vértice, 1990. Disponível em: https://www.academia.edu/36730153/A_Memoria_Coletiva_-_Maurice_Halbwachs
HELLER, Barbara; PERAZZO, Priscila. Lembrar para esquecer: diários e memórias do Holocausto. Contracampo, Rio de Janeiro, v.35, n.1, 2016. Disponível em: http://periodicos.uff.br/contracampo/article/view/17563/pdf
HUYSSEN, Andreas. Seduzidos pela memória: arquitetura, monumentos, mídia. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2000. Disponível em: https://cei1011.files.wordpress.com/2010/08/seduzidos-pela-memoria-andreas-huyssen.pdf MacDOUGALL, David. Transcultural cinema. New Jersey: Princeton University Press, 1998.
NORA, Pierre. Entre memória e história: A problemática dos lugares. Projeto História: Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados de História, [S.l.], v. 10, ISSN 2176-2767. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/revph/article/view/12101>.
PERALTA, Elsa. Abordagens teóricas ao estudo da memória social: uma resenha crítica. Arquivos da Memória: Antropologia, Escala e Memória, n.º 2 (nova série), Centro de Estudos de Etnologia Portuguesa, 4-23, 2007. Disponível em:
https://www.academia.edu/917013/PERALTA_Elsa_Abordagens_Te%C3%B3ricas_ao_Estudo_da_Mem%C3%B3ria_Social_Uma_Resenha_Cr%C3%ADtica_in_Arquivos_da_Mem%C3%B3ria_Antropologia_Escala_e_Mem%C3%B3ria_N.o_2_nova_s%C3%A9rie_Centro_de_Estudos_de_Etnologia_Portuguesa_4-23_2007
PERAZZO, Priscila; CAPRINO, Monica. História oral e estudos de comunicação e cultura. Revista Famecos, Porto Alegre, v. 18, n. 3, p. 801-815,set./dez.2011. Disponível em: http://repositorio.uscs.edu.br/bitstream/123456789/247/2/10385-37636-1-PB.pdf
POLLAK, Michel. Memória, Esquecimento, Silêncio. Revista Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, p. 3-15, jun. 1989. Disponível em:
http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/2278/1417
SARLO, Beatriz. Tiempo Passado. Cultura de la memoria y giro subjetivo. Una discusión. Buenos Aires: Siglo XXI Editores Argetinos, 2007.
SELIGMANN-SILVA, Marcio. O local da diferença. São Paulo: 34, 2005.
SOUZA, Gustavo. Trauma, narrativa e memória no documentário ônibus 174. Revista Famecos, Porto Alegre, v. 26, n. 1, 2019. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/30581