Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação

Metodologia da Pesquisa em Comunicação

Ementa

A natureza do pensamento científico. Paradigmas de pesquisa. Tipos de pesquisa. Estratégias de Pesquisa. Revisão da literatura e construção de teoria. A redação acadêmica. A produção de artigos científicos.

Bibliografia

ALVES, R. Filosofia da ciência. São Paulo: Loyola, 2000.
ALVEZ-MAZOTTI, A. J.; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004.
BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1988.
BAUER, M. W. ; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.
BOOTH, W. C; COLOMB, G. G. & WILLIANS, J.M. A arte da pesquisa. São Paulo: Martins Fontes, 2000.
BRYMAN, A. Quantity and quality in social research. London: Unwin Hyman, 2004
BRYMAN, A. Social research methods. Oxford: University Press, 2004
BUNGE, M. La ciencia, su metodo y su filosofia. Buenos Aires, Ediciones Siglo Veinte, 1980.
CAELLI, K.; RAY, L.; MILL, J. ‘Clear as mud’: Toward greater clarity in generic qualitative research. International journal of qualitative methods,v.2,n.2, 2003. Article 1. Retrieved. Disponível em: <http://www.ualberta.ca/~iiqm/backissues/2_2/html/caellietal.htm>Acesso em: 15 jan. 2006.
CRESWELL, J. W.         Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. São Paulo: Artmed, 2010.
DA COSTA, A. B. L.; GERALDES, E.C.; NEGRINI, V. (Org.) Em busca da consciência metodológica: limites e possibilidades da pesquisa em comunicação. Editora Baraúna, 2015.
DEZIN, N. K. e LINCOLN, Y. Handbook of qualitative research. Thousand Oaks, CA: Sage, 2000.
DUARTE, J.; BARROS, D. Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. São Paulo: Atlas, 2006.
ECO, U. Como se faz uma tese. São Paulo: Perspectiva, 1983.
EISENHARDT, K. M. Building Theories from case study research. Academy of Management Review, v. 14, 1989, p. 532-550.
FLICK, U. Uma introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Bookman, 2004
FRAGOSO, S.; RECUERO, R.; AMARAL, A. Métodos de pesquisa para internet. Porto Alegre: Sulina, v. 1, 2011.
FREITAS, M.E.. Viver a tese é preciso! Reflexões sobre as aventuras e desventuras da vida acadêmica. RAE- Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 42, n. 1, jan./ mar. 2002. p. 88-93.
GIBBS, G. Análise de dados qualitativos: coleção pesquisa qualitativa. Bookman, 2009.
KERLINGER, F. N. Investigación del comportamiento: técnicas y metodologia. México: Interamericana, 1975.
KING, N. Using templates in the thematic analyses of text. In: KOCHE. J. C. Fundamentos de metodologia científica. Petrópolis: Vozes, 1997.
LOPES, M. I. V. Pesquisa em comunicação. São Paulo: Loyola, 1994.
LOPES, M. I.  V.(Org.). Epistemologia da comunicação. São Paulo: Loyola, 2003
MARSHALL, C.; ROSSMAN, G. B. Designing qualitative research. 3rd. ed. Newbury Park, CA: Sage, 1999.
MARTINO, L. M. S. Métodos de pesquisa em comunicação: Projetos, ideias, práticas. Editora Vozes Limitada, 2018.
MERRIAM, S. B. Qualitative research and case study applications in education. 2. ed. San Francisco: Jossey-Bass, 1998.
MERRIAM, S. B. Qualitative research in practice: examples for discussion and analysis. New York: Jossey-Bass, 2002
MOREIRA, D.A . O método fenomenológico na pesquisa. São Paulo: Pioneira, 2004.
OLIVEIRA, S. L. de, Tratado de metodologia científica. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.
POUPART, J. et. al. A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e mercadológicos. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 127-153.
PRIEST, S.H. Pesquisa em mídia. Porto Alegre: Penso, 2011.
SANTAELLA, L. Comunicação e pesquisa: projetos para mestrado e doutorado. São Paulo: Hacker, 2001.
SELLTIZ, et al. Método de pesquisa nas relações sociais. Tradução de Dante Moreira Leite. São Paulo: EPU, 1974.
SILVERMAN, D. Interpretação de dados qualitativos: métodos para análise de entrevistas, textos e interações. Porto Alegre: Artmed, 2009.
THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 2004.
WELLER, A. S. The new science of focus groups. American Demographics. Ithaca. v. 25, n. 2, March 2003. p. 29-34
YIN, R. K. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. Porto Alegre: Bookman, 2001.