Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação

Televisão e Narrativas Transmídia

Ementa

Aprofundar e debater os estudos de televisão e as diversas abordagens teóricas sobre esse meio de comunicação, especialmente a respeito das narrativas ficcionais. Dos estudos culturais aos novos modos de consumo transmidiático, abordar as características e transformações das narrativas e discutir como as novas tecnologias influenciam a produção e a recepção desses produtos culturais.

Bibliografia

BALTAZAR, Andréa. Mito, Mídia e Magia. O encantamento da televisão na cultura brasileira contemporânea. Ideias, Revista do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP, ano 14 (1/2), p. 161-199, 2007.
BENJAMIN, Walter. A obra de arte na época de suas técnicas de reprodução. In: GRÜNEWALD, José Lino. A Ideia do Cinema. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. p. 55-95.
BOOTH, Paul. Digital fandom. New Media Studies. New York: Peter Lang Publishing, 2010.
GWENLLIAN-JONES, Sara; PEARSON, Roberta (Ed.). Cult Television. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2004.
HILLS, Matt. O fandom como objeto e os objetos do fandom. Entrevista a Clarice Greco. MATRIZes, v. 9, n. 1, 2015.
JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.
KEHL, Maria Rita. Televisão e violência do imaginário. In: BUCCI, Eugenio e KEHL, M. R. Videologias. São Paulo: Boitempo, 2004. p. 87-106.
LOPES, Maria Immacolata Vassallo. A telenovela brasileira: uma narrativa sobre a nação. Comunicação & Educação, n.26. São Paulo, jan./abr. 2003.
MACHADO, Arlindo. A televisão levada a sério. 5.ed. São Paulo: SENAC, 2009.
MARTÍN-BARBERO, J. Dos meios às mediações. Rio de Janeiro: UFRJ, 2001.
MITTELL, Jason. Complexidade narrativa na televisão americana contemporânea. MATRIZes. v.5. n. 2, 2012.
MULGAN, Geoff. Television’s Holy Grall: seven types of quality. In: MULGAN, Geoff. The question of quality. Londres: British Film Institute, 1990.
PEARSON, Roberta. Observations on cult television. In: ABBOT, Stacey (Ed). The Cult TV book. New York: I.B. Tauris, 2010.
SANDVOSS, Cornel. Quando estrutura e agência se encontram: os fãs e o poder. Ciberlegenda, n. 28, 2013.
SILVA, Marcel Vieira Barreto. Origem do drama seriado contemporâneo. MATRIZes, v.9, n.1, p. 127-143, jan./jun. 2015.
SILVERSTONE, Roger. Television and everyday life. London: Routledge, 1994.
STRAUBHAAR, Joseph. Brazilian Television: the decline of american influence. Communication Research, v. 11, n. 2, p. 221-240, 1984.
WOLTON, Dominique. O elogio do grande público: uma teoria crítica da televisão. São Paulo: Ática, 1996.