Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação

Rádio, cultura e conflito Brasil-Europa

Ementa

Viés memorialista, ou seja, a memória do rádio no Brasil-Espanha-Portugal-Itália e Alemanha e qual o papel do meio em momentos de conflito, seja na Revolução Constitucionalista no Brasil, na era Vargas (1932); ascensão de Salazar em Portugal (1932); Guerra Civil Espanhola (1936-1939); a chegada de Benito Mussolini ao poder, em 1922, após 1936, como "Sua Excelência Benito Mussolini, Chefe de Governo, Duce do Fascismo e Fundador do Império”; também a chegada ao poder do Führer, líder da Alemanha nazista (1934-1945).

Bibliografia

ADAMI, A. O rádio com sotaque paulista – pauliceia radiofônica. São Paulo: Mérito, 2014.
ADAMI, A. EAJ-1 Radio Barcelona e as revistas Radiosola e Radio Barcelona nos anos de 1920 e 1930. E-Compós, Brasília, v. 14, p. 1-14, 2011.
ADAMI, A. Dossiê do rádio espanhol: O Rádio na Espanha. Bibliocom, São Paulo, v. 1, p. 1-18, 2009.
AZAÑA, Manuel. Memorias políticas y de guerra. 2 tomos. Barcelona: Editorial Crítica, 1978.
BALFOUR, Michael. Propaganda in war, 1939-1945. Londres: Routledge and Kegan Paul, 1979.
BALSEBRE, Armand. Historia de la radio en España (1874-1985). 2 tomos. Madrid: Cátedra Signo e Imagen, 2002.
BARRIOS, Manuel. La radio de Franco. 40 anos de mordaza. Noticias, marzo de 1977.
BÉCARAUD, J.; CAMPILLO, E. L. Los intelectuales españoles durante la II República. Madrid: Siglo XXI, 1978.
BELAU, Ángel Faus. La radio en España (1896-1977). Una historia documental. Madrid: Santilana Ediciones Generales, 2007.
COVERDALE, J. F. La intervención fascista en la Guerra Civil Española. Madrid: Alianza Editorial, 1979.
PENA, Alberto. Salazar, a imprensa e a Guerra Civil de Espanha. Coimbra: Minerva Coimbra, 2007.
MARCO MIRANDA, Vicente. Las conspiraciones contra la dictadura (1923-1930). Madrid: Ediciones Giner, 1975.