Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação

Comunicação, Cultura e Sociedade: Produção e memória radiofônica Brasil-Espanha

Ementa

O rádio em uma nova era, uma nova cultura do ouvir, em um processo de construção de um novo senso de audição, muito mais interativo. A memória radiofônica no Brasil e Espanha. O papel do rádio na Revolução Constitucionalista de 1932 e na Guerra Civil Espanhola (1936-1939). A importância do rádio configurada não só na linguagem falada, mas também nas formas sonoras e seu agrupamento ordenado em mensagens, conceitualmente compreendidas e referidas a um contexto comunicativo e, portanto, na mediação de um processo de percepção, ou seja, alguém interpretando. Rádio como mediador da cultura: por meio do rádio o Brasil descobre a si próprio, consegue se ver na diversidade cultural: “viva, dinâmica, fugidia e inserida na realidade de todos nós, cidadãos à procura de uma identidade”

Bibliografia

ADAMI, Antonio. The Brazilian Culture through the radio waves. In: Radio Evolution – Conference Proceedings.  Braga-Portugal: Communication and Society Research Centre, 2012.
_____________. O Rádio com sotaque paulista – uma odisseia radiofônica. São Paulo: Mérito Editora, 2014.
ANTÓN, Emma Rodero; PÉREZ, Xosé Soengas. Ficción Radiofónica.  Madrid: Instituto RTVE, 2010.
BALSEBRE, Armand. El lenguaje radiofônico.5.ed. Madrid: Cátedra, 2007.
BALSEBRE, Armand. O rádio na era da sonoesfera. Barcelona, novembro de 2011. Entrevista concedida a Antonio Adami.
CERTEAU, Michel de. A cultura no plural. 4. ed. Campinas: Papirus, 2005.
HERREROS, Mariano Cebrián. Modelos de radio, desarrollos e innovaciones. Madrid: Frágua, 2007.
KINDEN, Gorham; MUSBURGER, Robert B. Producción audiovisual digital. 3.ed. Barcelona: Omega, 2007.
MARTINS, Moisés de Lemos. Crise no Castelo da Cultura. São Paulo: Annablume, 2011.
MATTOS, David José Lessa (Org.). Pioneiros do rádio e da TV no Brasil. São Paulo: Códex, 2004.
MONTENEGRO, Antonio Torres. História Oral e Memória – A cultura popular revisitada. 6.ed. São Paulo: Contexto, 2007.
NAPOLITANO, Marcos. Cultura Brasileira – Utopia e massificação. São Paulo: Contexto, 2006.
POUSA, Xosé Ramón; YAGUANA, Hernán Antonio. La radio, un médio en evolución. Salamanca: Comunicación Social, 2013.
RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. 3.ed. Campinas, SP: Editora Unicamp, 2010.