Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administração

Estratégia em Redes

Ementa

Estudo das principais teorias em estratégias aplicadas às redes de negócios. Fundamentos de estratégia empresarial, abordando a visão baseada na indústria, em recursos e nas instituições. Fundamentos e relacionamentos em redes, abordando a análise de stakeholders e do ambiente, alianças estratégicas e a teoria da agência. Conceitos fundamentais da estratégia em redes e o modelo de campos e armas da competição aplicado a redes de negócio - CAC-Redes. 

Bibliografia

BARNEY, J.; HESTERLY, W. Administração estratégica e vantagem competitiva. São Paulo: Pearson, 2008. cap. 3., p.63-90.
BOAVENTURA NETO, P. O. Grafos: Teoria, modelos, algoritmos. 5. ed. São Paulo: Blucher, 2014.
CONTADOR, J. C. Campos e armas da competição. São Paulo: Saint Paul Editora, 2008.
CONTADOR, J. C. Concepção do CAC-Redes. São Paulo: UNIP (mimeo), 2017.
GUERRA, Alexandre F. Relacionamentos, incentivos e conflitos em franquias in: MELO, Pedro L.R.; ANDREASSI, Tales. Franquias Brasileiras: Estratégia, Empreendedorismo, Inovação e Internacionalização. SP: Cengage, 2012.
GULATI, R.; NOHRIA, N.; ZAHEER, A. (2000). Strategic networks. Strategic Management  Journal, v. 21, n.3, p.203-215, 2000.
HITT, M.; IRELAND, R.; HOSKISSON, R. Administração Estratégica. São Paulo: Cengage, 2011. cap. 9, p. 244-272.
JARILLO, J. C. On strategic networks. Strategic Management Journal, v.9, n.1, p. 31-41, 1988.
OXENFELDT, A.; KELLY, A. Will successful franchise systems ultimately become wholly-owned chains? Journal of Retailing, v. 44, n. 4, p.69-83, 1969.
PENG, M.; SUN, S.; PINKHAM, B.; CHEN., H. The institution-based view as a third leg for a strategy tripod. Academy of Management Perspectives, v. 23, n. 3, p. 63-8, 2009.
PORTER, M. Vantagem Competitiva: criando e sustentando um desempenho superior. Rio de Janeiro: Campus, 1986. cap. 1, p. 3-35.
STONER, J.; FREEMAN, R. Administração. Rio de Janeiro: LTC, 1999. cap. 3, p. 44-67.