Curso de Letras participa do Décimo Sexto Congresso Internacional ABRALIC 2019

Entre os dias 15 e 19 de julho de 2019, os professores do curso de Letras da UNIP participaram ativamente do Décimo Sexto Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada (ABRALIC). Com o tema Circulação, tramas & sentidos na Literatura, o evento ocorreu na Universidade de Brasília (UnB), Distrito Federal.

A coordenadora auxiliar e professora do curso de Letras do campus Chácara Santo Antônio, Lígia Menna, apresentou a comunicação Jadis, a feiticeira de Nárnia, de C. S. Lewis, e a Rainha da Neve, de H. C. Andersen: refigurações e sexualidade. A professora participou ainda de sessão de autógrafos do lançamento de seu livro A literatura infantil além do livro (Bonecker Editora, 2019), que contou com a presença da coordenadora auxiliar do curso de Letras do campus Brasília, Walkyria Wetter.

Representando também o curso de Letras do campus Brasília, a professora Juliana Carvalho de Araújo de Barros, além de participar da organização de um simpósio, discorreu sobre o tema Abre a boca, Deusa: o transbordamento dos estados pulsionais incontornáveis em Angela Melim e Laura Erber. Já os professores Luciana Cascardo Ramos e Leandro Dias Carneiro Rodrigues apresentaram os trabalhos O gênero e o cânone literário: uma relação de poder e Reinaldo Moraes e Charles Bukowski – diálogos decadentes e pornográficos à margem do cânone, respectivamente.

Ainda durante o evento, com a orientação dos professores Juliana de Barros e Leandro Rodrigues, os alunos do curso de Letras do campus Brasília apresentaram pôsteres referentes aos seus Trabalhos de Conclusão de Curso, entre os quais: Aldo Jesuíno Neto - Transgeneridade na literatura infantil brasileira; Ana Luiza Nascimento Alves - Literatura e vozes literárias em ascensão: Conceição Evaristo, a mulher negra na literatura e suas condições de existência; Franciele do Nascimento Monteiro e Jordan Rodrigues - O passar dos tempos: a mulher e a violência; Bárbara da Silva Oliveira - Os sofrimentos e o romantismo em ambientes polarizados: uma análise de Úrsula e Os sofrimentos do jovem Werther; Júlio Cézar Rodrigues da Silva e Luciana Ketlin Mendes de Andrade - A busca irrefreável pela beleza: um estudo comparativo entre O retrato de Dorian Gray e o filme Morte em Veneza; Bruna Ribeiro dos Santos e Gabriela Gomes dos Santos - Docentes e discentes em prol da re(construção) da poesia em sala de aula; Suzany Moura Saldanha Nunes - Literatura e cultura em livros didáticos de língua inglesa; Bárbara Soares de Carvalho - Distopias: quão longe estamos? Uma análise comparativa de O conto de Aia, de Margaret Atwood, e Teocrasília, de Denis Mello; e Naimi Alves Neto - Carolina de Jesus e Cidinha da Silva: literatura brasileira comparada.

Em sua programação, o Congresso recebeu ainda nomes significativos da Literatura Comparada, como: David Palumbo-Liu (Stanford University), Pilar del Río (Fundação Saramago, Portugal), Betina Ribeiro R. da Cunha (UFU), Regina Zilberman (UFRGS), Márcio Seligmann-Silva (Unicamp), Sandra Nitrini (USP), a escritora Conceição Evaristo, entre outros.