Universidade Paulista http://www.unip.br Últimas notícias pt-br Copyright Unip. Todos os direitos reservados. UNIP - Universidade Paulista http://www2.unip.br/img/layout/logo_unip_rss.gif http://www.unip.br 154 79 <![CDATA[16/04/2018 - Campus Cidade Universitária realiza campanha Páscoa Solidária ]]> Por Chefia de Campus

Os cursos de Direito, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Gastronomia, Gestão de Recursos Humanos e Nutrição, do campus Cidade Universitária, realizaram a campanha Páscoa Solidária. Com apoio do Motoclube Bruxos Cromados, foram arrecadadas mais de 400 caixas de chocolate, destinadas às crianças da Aldeia da Barragem.

]]>
DATA16/04/2018
<![CDATA[14/04/2018 - Professores do curso de Ciências Contábeis auxiliam a população assisense na Declaração do IRPF 2018 ]]> Por Divulgação

Nos dias 7 e 14 de abril, professores da área de Ciências Contábeis do campus Assis auxiliaram contribuintes assisenses na Declaração do Imposto de Renda — Pessoa Física 2018. Os profissionais fizeram plantão para esclarecer dúvidas e orientar sobre a maneira correta de realizar a declaração.

Os interessados compareceram ao local portando documentos pessoais como RG e CPF; informe de rendimentos das fontes pagadoras (empregador, aluguel etc.); informe de rendimentos financeiros, fornecidos pelos bancos nos quais mantêm conta; relação de dependentes e respectivos CPF (dependentes maiores de 8 anos); comprovantes de despesas médicas pessoais e seus dependentes; comprovantes de despesas com Educação (Infantil, Fundamental, Ensino Médio e Superior); número do RENAVAM para declarar veículos; número do registro da matrícula de imóvel próprio e nome do cartório; cópia da última declaração entregue, inclusive do recibo de entrega (caso já houvesse declarado).

Para quem ainda não fez a Declaração 2018, o prazo é até 30 de abril, após essa data, o contribuinte fica sujeito à multa da Receita Federal de no mínimo R$ 165,74.

 

]]>
DATA14/04/2018
<![CDATA[14/04/2018 - Jornada de Arquitetura e Urbanismo do campus Assis ]]> Por Divulgação

O campus Assis promoveu, entre os dias 9 e 14 de abril, a Jornada de Arquitetura e Urbanismo (JAU), uma parceria entre a Instituição, alunos e empresas do setor privado de Assis e região.

O evento anual teve como tema Tecnologia e Cidade e ofereceu palestras e workshops ministrados por renomados professores de toda a região. Para a abertura, o diretor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da USP, professor Miguel Antônio Buzzar, ministrou uma importante palestra sobre Cidade global e arquitetura contemporânea. Houve também palestras com profissionais de diversas empresas do setor, como Lúmina Light Decor, Awite Bioenergia, Construcasa, JM Engenharia e Estruturas, Elo Fundações, Weber Quartzolit, e professores de outras instituições de ensino, como UEL e Unesp/Bauru.

Os alunos, por sua vez, tiveram a oportunidade de expor seus trabalhos desenvolvidos durante o curso. Foram apresentadas, por exemplo, maquetes de estudo arquitetônico e luminárias idealizadas como objeto da disciplina Projeto de Objeto.

Do dia 12 ao 14, houve showroom do setor de construção, acabamento e decoração, com diversos expositores, e mostra de trabalhos de grafite e telas com vários artistas plásticos.

Segundo a coordenadora do curso, Ana Cristina Silva Araújo, a aproximação entre alunos e empresas contribui ainda mais para o crescimento profissional do estudante. “O aluno começa a sentir a profissão, começa a estabelecer contatos, fica mais técnico, tudo isso abre mais a mente desses futuros profissionais. Antes, tínhamos que ir até a capital de São Paulo para termos contato com eventos assim, conseguir trazer isso para o campus de Assis é algo maravilhoso e muito proveitoso para os alunos.”

Ainda segundo a coordenadora, a iniciativa foi dos próprios alunos do curso, que ajudaram na organização e se mobilizaram na busca de patrocínio das empresas de Assis para a realização do evento. “A ideia foi tão bem recebida pelos empresários e comerciantes de Assis, que estimulou a todos para a realização do showroom. Além disso, a diretoria do campus abraçou a iniciativa e nos deu todo o suporte para que o evento acontecesse”, concluiu Ana Cristina.

 

]]>
DATA14/04/2018
<![CDATA[11/04/2018 - A Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa comunica as defesas de março de 2018 ]]> Por Pós

Data da defesa: 05/03/2018

Autor: Giseli Sacco e Marques

Orientador: Profa. Dra. Carla Montuori Fernandes

Programa: Mestrado em Comunicação

Título: O agendamento intermidiático do tráfico de pessoas na novela “Salve Jorge”

Resumo: Esta dissertação tem como objetivo analisar os desdobramentos da novela Salve Jorge na mídia impressa, mais precisamente nos jornais Folha de S.Paulo e O Estado de S. Paulo. A novela foi escrita pela autora Glória Perez e exibida pela Rede Globo de Televisão, no período de 22 de outubro de 2012 a 17 de maio de 2013. Além de ser um dos assuntos preferidos e representar um aspecto relevante nos hábitos culturais e na rotina de muitos brasileiros, a telenovela reflete aspectos da realidade e de muitos valores que nos cercam. Marques e Maia (2008) apontam que a telenovela, ao abordar temas próximos do cotidiano vivido pelos telespectadores, privilegiando histórias que assumem um caráter de crônica, possibilita o trânsito entre os domínios do público e do privado, entre as experiências subjetivas e as coletivas. A telenovela Salve Jorge apostou no tema tráfico de pessoas e, com ampla divulgação da mídia televisiva, promoveu em larga escala o conhecimento e a proximidade com o assunto, inclusive abrindo margem para a adoção de medidas e para o enfrentamento em muitas esferas, pessoais, sociais ou jurídicas. O tráfico de pessoas é um crime recorrente, que afeta milhões de indivíduos anualmente e afronta diretamente o bem maior que é o direito de ser, “ser humano”. E é nesse sentido que o presente trabalho busca analisar a transferência de agenda do tema tráfico de pessoas, exibido em Salve Jorge, para os jornais Folha de S.Paulo e O Estado de S. Paulo, com o intuito de verificar qual foi a repercussão do tema no contexto midiático, social e político. Como metodologia, será utilizado o conceito de “agendamento intermidiático”, proposto pelo autor McCombs (2004).

 

Data da defesa: 05/03/2018

Autor: Raphael Fernandes Lopes Farias

Orientador: Profa. Dra. Heloísa de Araújo Duarte Valente

Programa: Mestrado em Comunicação

Título: “Nossos arranjos não são banais!” A mídia na poética da composição do bolero, samba-canção e sambolero no Brasil (1940-1950)

Resumo: Este trabalho aborda o modo como se deu a construção de um subgênero musical híbrido típico dos anos 1940-1950: o sambolero. Inicialmente, apresentam-se suas origens e matrizes culturais (cf. Martín-Babero), suas características musicais particulares, seu diálogo com a paisagem sonora e com as mídias, uma vez que estas determinam a performance (cf. Zumthor). Levou-se em conta ainda a importância da criação musical pelos arranjadores, profissionais que desempenharam papel fundamental na criação de um gosto estético e que criaram pontes entre diferentes práticas musicais, ao mesmo tempo que atendiam às demandas da indústria fonográfica e radiofônica. Um capítulo é dedicado a análises musicais de gravações do período compreendido entre 1946-1959. Essa foi a “era dos sambas abolerados” no Brasil (cf. Napolitano), e também de autores do samba-canção e dos futuros inventores da Bossa Nova. Selecionou-se obras gravadas por Dalva de Oliveira, Nora Ney, Dolores Duran, Maysa e Ângela Maria e arranjadas por Radamés Gnattali, Osvaldo Borba, Lyrio Panicalli, Nicolino Copia, Enrico Simonetti e Gustavo de Carvalho. Escopo escolhido em virtude do alcance midiático dessas cantoras e da cobertura do período abordado: Dalva marca a passagem dos anos 1940 para os 1950, enquanto Maysa e Dolores Duran, a passagem para a Bossa Nova. Com elas, vieram seus respectivos chamados diretores musicais, alguns muito emblemáticos, como Radamés Gnattali, que não poderiam ser aqui prescindidos. Ao final, considera-se que esse período da Música Popular Brasileira, fortemente marcado pelo hibridismo entre o samba-canção e o bolero, em muito deve a esses atores envolvidos nesse processo; os arranjadores, em particular. Foram eles que forneceram a matéria-prima para a indústria cultural da época, como buscou-se mostrar.

 

Data da defesa: 12/03/2018

Autor: Maria Fernanda Andrade da Silva

Orientador: Profa. Dra. Simone Luci Pereira

Programa: Mestrado em Comunicação

Título: Do anonimato à fama: a construção de celebridades do funk ostentação através da análise da produção de videoclipes para o YouTube

Resumo: O avanço tecnológico tem alterado as formas de consumo de serviços e de bens culturais, sendo hoje as redes sociais e plataformas como o YouTube os seus principais meios de divulgação. Esta pesquisa objetiva estudar como se dá o processo de celebrização dos jovens da periferia da cidade de São Paulo – MCs e atores sociais em suas comunidades e no movimento músico-cultural funk ostentação – e, sobretudo, como a comunicação e as relações sociais que roteirizam os videoclipes transformam seus artistas/cantores em celebridades e, por consequência, em inspiração e referência para outros jovens. Assim, procuramos investigar os contextos socioculturais articulados ao consumo, bem como a reificação e o fetichismo por objetos-símbolos de um estilo de vida luxuoso até então distanciados da realidade desses jovens. Iniciamos nossas reflexões teóricas sobre a vertente musical do funk, suas distinções culturais e seus degraus para uma maior visibilidade. Buscamos isso por meio da análise de videoclipes postados na web como suporte técnico de música em direção às imagens, com destaque para a canção e seu texto enunciado e musicado, articulado com imagens de ostentação, sua estética e performance. Procuramos conhecer mais sobre seus valores e suas atitudes ante a estetização da vida cotidiana e suas representações midiáticas, que participam na formação identitária desses jovens da periferia, visando compreender o imaginário que cerca suas atividades de consumo material e simbólico. O funk ostentação tem acumulado milhões de visualizações, motivo este que também nos levou à escolha do tema, dos seus intérpretes e das músicas para esta pesquisa.

 

Data da defesa: 21/03/2018

Autor: Roberta Simoni Ilinsky

Orientador: Profa. Dra. Cristina Lúcia Feijó Ortolani

Programa: Mestrado em Odontologia

Título: Ronco, bruxismo e fatores oclusais associados à primeira infância

Resumo: Ronco e bruxismo são distúrbios frequentemente encontrados na população infantil, comprometendo o desenvolvimento do sistema estomatognático e oclusão, interferindo também na qualidade de sono e de vida dos envolvidos. Fatores associados a esses distúrbios são apontados como predisponentes de disfunções temporomandibulares (DTM), possíveis atresias maxilares e desgastes dentais. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a presença de fatores oclusais associados ao ronco e ao bruxismo e sua influência no comportamento do sono das crianças. Para o cálculo amostral, foram consideradas 50 unidades de ensino da cidade de São Paulo. Os responsáveis/pais responderam a um questionário validado sobre comportamento do sono, o Sleep Behavior Questionary (SBQ), com perguntas sobre ronco e bruxismo. Em um segundo momento, um exame clínico visual foi feito por um único pesquisador experiente e calibrado. As respostas ao questionário foram usadas para selecionar subgrupos quanto ao ronco e ao bruxismo. Os dados colhidos no exame oral foram usados para selecionar subgrupos quanto a alterações oclusais e facetas de desgaste. Os dados foram submetidos à análise estatística com testes não paramétricos de qui-quadrado e regressão logística múltipla com nível de significância (p<0,05). Foi observado que o ronco e o bruxismo afetam o comportamento do sono infantil significativamente (p<0,05). O bruxismo foi associado significativamente ainda ao ronco (p<0,05) e a fatores oclusais (p<0,05), estando associado a facetas de desgaste e alterações oclusais. Não foi encontrada associação entre ronco e fatores oclusais (p>0,05). Conclusão: ronco e bruxismo afetam o comportamento do sono infantil e estão associados entre si, mas somente o bruxismo está relacionado a alterações oclusais e facetas de desgaste na primeira infância.

 

Data da defesa: 26/03/2018   

Autor: Umberto Ollitta Junior

Orientador: Prof. Dr. José Benedito Sacomano

Programa: Mestrado em Engenharia de Produção

Título: Os desafios da implantação do 5S e padronização para a busca dos princípios Lean em uma indústria de autopeças

Resumo: Este trabalho retrata a implantação de uma ferramenta lean manufacturing em uma indústria de autopeças. No mundo atual e globalizado, a constante busca por produtividade faz com que as empresas trabalhem constantemente para eliminar desperdícios e, com isso, produzir e entregar, no prazo, bens e serviços com baixo custo e qualidade. É importante para as empresas reduzir custos, sem perder a qualidade, e essa diminuição nada mais é do que eliminar perdas. Este é o foco principal da manufatura enxuta (me): a redução sistemática de perdas, com a ideia central embasada no conceito da criação de valor. A preocupação em cumprir compromissos, superar a concorrência e gerar lucros é uma meta na qual não cabem erros, em que o atendimento ao cliente deve ser sempre o objetivo. Sendo assim, as organizações procuram metodologias que possam auxiliá-las a alcançar seus objetivos, muitas vezes, incorporando filosofias à sua cultura, denominando o sistema de produção. Surge, nesse cenário, o lean manufacturing ou manufatura enxuta, baseada no sistema Toyota de produção, que busca a eliminação dos desperdícios inerentes aos processos produtivos. O objetivo foi analisar o modelo de pcp, que se adapta ao processo da indústria de autopeças com implantação da ferramenta lean. É preciso investir para ser competitivo, e o planejamento de produção permite à empresa ser competitiva por meio da distribuição eficaz dos produtos. É importante utilizar técnicas e ferramentas que possam otimizar a produção, levando em conta custos de produção, eliminação de desperdícios e ganho de tempo. A técnica lean manufacturing, em um processo produtivo, pode gerar grandes resultados à empresa, cujo objetivo, nos dias de hoje, é produzir mais com menos por meio da eliminação de desperdícios, direcionando sempre ao atendimento do cliente em todas suas expectativas.

 

Data da defesa: 26/03/2018   

Autor: Enio Antônio Ferigatto

Orientador: Prof. Dr. José Benedito Sacomano

Programa: Mestrado em Engenharia de Produção

Título: A Produção Enxuta e a sinergia com desenvolvimento sustentável como fator estratégico de competitividade

Resumo: Este trabalho tem por finalidade abordar o sistema da Produção Enxuta e sua contribuição para o desenvolvimento sustentável. Buscou-se entender como as práticas da Produção Enxuta relacionam-se com as práticas do desenvolvimento sustentável e o respectivo impacto sobre as três dimensões da sustentabilidade aceitas mundialmente, o chamado tripé da sustentabilidade (Triple Bottom Line): dimensão econômica, social e ambiental. Para tal avaliação, utilizou-se como metodologia uma revisão da literatura sobre a Produção Enxuta, o conceito de sustentabilidade e as bases (estruturais) que os vinculam. Foi realizado um estudo de caso utilizando-se um questionário estruturado para coleta de dados qualitativos em uma empresa nacional de grande porte do ramo de transformação de plásticos que faz uso da Produção Enxuta, por ter atuação produtiva de alta relevância no quesito impacto ambiental. Também foram realizadas duas pesquisas. Uma delas verificou as dificuldades que um grupo de empresas brasileiras enfrenta para alinhar as estratégias empresariais com o chão de fábrica; a outra se deu com especialistas brasileiros em lean manufacturing (LM) para coleta de dados qualitativos e quantitativos (tipo survey), verificando a possível interação da Produção Enxuta (LM) com a sustentabilidade, bem como quais foram as vantagens e dificuldades de implementação e manutenção do sistema. Buscou-se resultados que corroborem a sinergia entre a Produção Enxuta e o desenvolvimento sustentável.

 

Data da defesa: 26/03/2018

Autor: Isabel Cristina de Araújo Rodrigues

Orientador: Profa. Dra. Carla Montuori Fernandes

Programa: Mestrado em Comunicação

Título: A narrativa espetacular na mídia televisiva: a votação do impeachment de Dilma Rousseff (PT) na Câmara dos Deputados

Resumo: O objetivo desta pesquisa é identificar as narrativas dos políticos da Câmara dos Deputados no momento da votação pela admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), em 17 de abril de 2016. Para tanto, analisará como a mídia televisiva colabora para a construção da imagem do político, bem como os mecanismos discursivos desses agentes políticos, falas eleitoreiras e espetaculares, os quais permitem que possam demarcar posição dentro de seu campo de atuação. O estudo traz a identificação dos deputados federais e seus votos, muito descompassados com o mote do processo, mas em conformidade com a imagem representada pretendida pelo político e absorvida pela mídia. Contribui, ainda, no sentido de analisar e interpretar como se estabelece a confluência entre a narrativa dos deputados federais e a formação da imagem política e partidária que os agentes políticos representam. Para tanto, o estudo terá como base a metodologia da análise de conteúdo de Bardin.

 

 

]]>
DATA11/04/2018
<![CDATA[07/04/2018 - Curso de Fisioterapia de Assis colabora no Primeiro Festival Paralímpico da região ]]> Por Divulgação

O Primeiro Festival de Atletismo Paralímpico de Assis e Região ocorreu no dia 7 de abril e contou com a colaboração do curso de Fisioterapia do campus Assis. A competição foi realizada no Estádio Municipal Antônio Viana Silva com o propósito de incentivar pessoas com deficiência a participar de modalidades esportivas, proporcionando interação e recreação entre todos da comunidade.

Cerca de 70 alunos do curso colaboraram no condicionamento físico dos participantes, realizando massagens, alongamentos, aferição de pressão arterial, entre outras atividades.

Promovido pela Associação de Amigos e Deficientes Visuais de Assis e Região (AADVAR), com apoio da prefeitura municipal, o Festival foi aberto para pessoas acima de 11 anos com quaisquer tipos de deficiência, desde que aptos a manusear implementos, como discos, pesos e dardos, e a praticar atletismo.

]]>
DATA07/04/2018
<![CDATA[07/04/2018 - Alunos do campus São José dos Campos realizam roteiro cultural na capital paulista ]]> Por Fatima Gamallo

No dia 7 de abril, 73 alunos do curso de Propaganda e Marketing do campus São José dos Campos fizeram um roteiro cultural pela capital paulista. O objetivo foi realizar visitas a exposições e locais importantes do patrimônio cultural de São Paulo.

O roteiro, elaborado pela coordenadora e professora de História da Arte, Fátima Gamallo, incluiu visita à exposição Jean-Michel Basquiat – Obras da coleção Mugrabi, no Centro Cultural Banco do Brasil; às mostras Cláudio Tozzi – Emblemas da cultura brasileira, Tom Zé – 80 anos e Gavetas de memórias – Anna Bella Geiger, todas três na Caixa Cultural; ao Beco do Batman, uma espécie de galeria de Street Art a céu aberto; e, por fim, uma visita ao Instituto Tomie Ohtake e à exposição Alucinações Parciais: exposição-escola com obras-primas modernas do Brasil e da coleção do Centre Pompidou, que reúne trabalhos de artistas brasileiros, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral e Candido Portinari, entre outros, e obras de artistas das vanguardas europeias, como Salvador Dalí, Matisse, Picasso, Dali, Braque e Kandinsky.

No Tomie Ohtake, o grupo pôde ainda visitar outras exposições em cartaz e assistir ao concerto da OCAM – Orquestra e Câmara da ECA-USP.

 

]]>
DATA07/04/2018
<![CDATA[04/04/2018 - Alunos do curso de Direito do campus São José do Rio Preto doam bombons e livros na Páscoa ]]> Por Cristiane Fedrigo

Os alunos do curso de Direito do campus São José do Rio Preto promoveram uma ação social para arrecadar bombons e livros infantis destinados a instituições do município. Os donativos foram doados ao Lar São Vicente de Paulo, que acolhe idosos, Instituto Alarme – Associação Lar de Menores de São José do Rio Preto, e Projeto Teia, que acolhe crianças em situação de risco.

No total, foram arrecadados mais de 150 caixas de caixas de bombons e 120 livros.

 

]]>
DATA04/04/2018
<![CDATA[03/04/2018 - Curso de Comunicação Social promove campanha solidária ]]> Por Débora Barbosa

Monitores da Agência Modelo, com o apoio de todos os alunos do curso de Comunicação Social (Publicidade e Propaganda/Jornalismo) do campus São José do Rio Preto, criaram e organizaram a campanha solidária Páscoa Feliz – Seja um Doador de Sorrisos.

A campanha ocorreu de 7 a 27 de março e teve o objetivo de arrecadar caixas de bombons entre os universitários de todos os cursos da unidade, para serem doadas a crianças e adolescentes de várias instituições de São José do Rio Preto.

Mais de mil caixas foram arrecadadas e distribuídas entre as seguintes entidades: Instituto Alarme – Associação Lar de Menores de São José do Rio Preto, Instituto As Valquírias, Lar de Fátima, AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente, Alma Autista, APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, Creche Municipal do João Paulo II e Comunidade da Vila Itália.

Além de despertar solidariedade entre toda a comunidade acadêmica do campus, a ação também proporcionou significativa experiência de cidadania a centenas de alunos, principalmente àqueles que participaram da entrega das doações e tiveram a oportunidade de testemunhar a alegria proporcionada a muitas crianças e adolescentes.

]]>
DATA03/04/2018
<![CDATA[02/04/2018 - Curso de Fisioterapia participa da Caminhada e Manhã de Lazer e Igualdade ]]> Por Débora Barbosa

Com o intuito ressaltar a importância da inclusão social e participar das homenagens ao Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado em 21 de março, os alunos do curso de Fisioterapia do campus São José do Rio Preto marcaram presença na Caminhada e Manhã de Lazer e Igualdade, realizada na Praça do Vivendas da cidade.

O evento, ocorrido no dia 24 de março, contou com aproximadamente 200 pessoas, entre crianças e adultos com síndrome de Down e seus familiares. E auxiliando a ação, estiveram presentes os estudantes do sexto e do sétimo semestres, as fisioterapeutas Bruna Burin e Kamila Prates Passos, a professora Edivandra Buzato e o coordenador auxiliar do curso, Marcelo Barboza.

Os alunos realizaram atividades de alongamento e aquecimento para a caminhada e fizeram o acompanhamento dos participantes durante o trajeto. Em seguida, aplicaram e monitoraram atividades para estímulo de coordenação motora, desenvolvidas em um circuito montado no local.

 

]]>
DATA02/04/2018
<![CDATA[01/04/2018 - Campus Anchieta promove ação social na Páscoa Solidária ]]> Por Denise

Alunos do campus Anchieta promoveram a Campanha Páscoa Solidária 2018 e arrecadaram cerca de 1.800 caixas de bombons, que foram doadas para as seguintes instituições:

·         Associação Franciscana de Assistência Social Coração de Maria (AFASCOM)

·         Asilo Tia Dora

·         Centro de Assistência Social Santo Agnelo (CASSA)

·         Casa de Oração Ágape

·         Casa Comunidade de Amparo Social e Asilar

·         Creche GEMA

·         Creche CDC

·         Creche e Escola Elza Freire

·         Comunidade Jardim Felicidade

·         IBFC

·         Lar São José

·         NAC Tales

·         Lar do Ancião

·         ONG Seiva da Vida

·         Paróquia São Benedito

·         Os Vicentinos

·         Instituto Divina Pastora

·         Paróquia Nossa Senhora das Mercês

“Ficamos sensibilizadas com a colaboração da UNIP para a nossa instituição, beneficiando crianças e famílias necessitadas com essas doações”, declarou a irmã Edília Moretti, diretora do Instituto Divina Pastora.

]]>
DATA01/04/2018
<![CDATA[28/03/2018 - Alunos do curso de Design Gráfico do campus São José do Rio Preto visitam a exposição Pai dos Burros ]]> Por Débora Barbosa

No dia 20 de março, os alunos do primeiro semestre do curso de Design Gráfico, do campus São José do Rio Preto, prestigiaram a exposição de artes visuais Pai dos Burros, no Sesc Rio Preto.

Com 400 desenhos da artista plástica Teresa Berlinck e uma peça sonora de Júlio de Paula, a mostra revisita e recria o Dicionário do Folclore Brasileiro, de Luís da Câmara Cascudo, contrapondo-o à memória contemporânea e à internet.

Segundo a coordenadora auxiliar do curso, Patrícia Fochi, que acompanhou a turma durante a visitação, a atividade teve o objetivo de incentivar os alunos da disciplina História da Arte a frequentar exposições desde o começo do curso, além de sensibilizá-los à apreciação e ao entendimento de diferentes formas de manifestações artísticas.

 

]]>
DATA28/03/2018
<![CDATA[27/03/2018 - Feira de Carreiras e Mercados no campus São José do Rio Preto ]]> Por Débora Barbosa

O campus São José do Rio Preto realizou, no dia 20 de março, a Feira de Carreiras e Mercados.

O evento contou com três agentes de integração: Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), Cultural Care Au Pair Brasil e Super Estágios.

A Feira, organizada anualmente pela UNIP, é uma oportunidade para os alunos se atualizarem sobre o mercado de trabalho e se cadastrarem em diversas vagas de estágio.

]]>
DATA27/03/2018
<![CDATA[27/03/2018 - Curso de Enfermagem do campus São José do Rio Preto presta atendimento a trabalhadores e gestantes ]]> Por Cristiane Fedrigo

No dia 22 de março, os alunos do quarto e do quinto semestres do curso de Enfermagem do campus São José do Rio Preto realizaram atendimento à comunidade. A atividade faz parte do conteúdo de Práticas Clínicas desenvolvidas no decorrer da graduação.

Sob orientação da enfermeira Lais Balderrama, o grupo Saúde do Trabalhador atendeu trabalhadores dando enfoque ao tema Alimentação. Durante a roda de conversa, foram oferecidos frutas, iogurte e cereais.

Já o grupo Gestantes, supervisionado pela enfermeira Danyara Garcia, atendeu grávidas em período gestacional de 1 a 12 semanas, abordando o tema Pré-natal. Para as gestantes, houve um coffee break e sorteios de brindes no final do encontro.

Os alunos também realizaram aferição de pressão arterial, testes de glicemia e avaliações antropométricas em todos os atendidos.

 

]]>
DATA27/03/2018
<![CDATA[25/03/2018 - Alunos do curso de Letras do campus Marquês visitam a Exposição Saramago ]]> Por Prof.ª Simone Gonzalez

Em 2018, comemoram-se 20 anos da entrega do Prêmio Nobel da Literatura a José Saramago. Para prestigiar a ocasião, bastante significativa para nossa cultura, os alunos do curso de Letras do campus Marquês visitaram, no dia 25 de março, a Exposição Saramago: Os Pontos e a Vista Especial, realizada pelo Farol Santander.

Os estudantes foram acompanhados pela professora de Literatura Edna Calobrezi, numa oportunidade estimulante em que puderam ter contato com episódios e nuances da vida e da obra deste que é um dos mais consagrados escritores da Literatura Portuguesa.

]]> DATA25/03/2018