Universidade Paulista http://www.unip.br Últimas notícias pt-br Copyright Unip. Todos os direitos reservados. UNIP - Universidade Paulista http://www2.unip.br/img/layout/logo_unip_rss.gif http://www.unip.br 154 79 <![CDATA[21/06/2018 - Primeira Conferência internacional do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção ]]> Por Pós

Entre os dias 4 e 6 de junho, a UNIP promoveu o NETLOG - International Conference on Network Enterprises & Logistics Management 2018.

A Conferência sobre Redes de Empresas e Gestão de Logística - NETLOG foi o primeiro evento organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Paulista em parceria com instituições de ensino internacionais, como a Universidade Livre de Bruxelas, pesquisadores acadêmicos e empresas.

Segundo o professor João Gilberto Mendes dos Reis, presidente do Comitê Organizador, o objetivo da Conferência foi discutir os desafios do gerenciamento de logística para as redes de empresas em todo o mundo, bem como debater assuntos relevantes para promover a atualização acadêmica na área da Engenharia de Produção.

Diversos temas foram abordados, como cadeias de suprimentos do agronegócio, tomada de decisão e sistemas especialistas, cadeias de suprimento verde, logística humanitária e emergencial, cadeias de suprimento da indústria 4.0, entre outros.
Foram mais de 129 trabalhos inscritos, dos quais 98 foram apresentados para discussão durante a Conferência. O presidente do Comitê Científico, Pedro Luiz de Costa Neto, destacou a excelente qualidade dos trabalhos do evento, que contou com a participação de estudantes e professores de mais de 26 instituições do Brasil e do mundo, além de renomados palestrantes, que contribuíram para o desenvolvimento do campo de estudo.

]]>
DATA21/06/2018
<![CDATA[19/06/2018 - A Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa comunica as defesas de maio de 2018 ]]> Por Pós Graduação

Data da defesa: 14/05/2018
Autor: José Aparecido Batista Junior
Orientador: Profa. Dra. Simone Luci Pereira
Programa: Doutorado em Comunicação
Título: Você tem sede de quê? Você tem fome de quê? Cultura midiática, práticas de consumo e cotidiano entre camadas subalternas em Sorocaba/SP
Resumo: Os estudos sobre cidadania, cultura do consumo, cotidiano, comunicação, cultura, diferenças, políticas sociais, cidade, globalização e circulação são discutidos nesta tese não apenas com base nos modelos clássicos mas também por meio dos Estudos Culturais Britânicos (ECB) e da interdisciplinaridade. Com a diversidade cultural surgem novos hábitos de consumo, interferindo no pertencimento do sujeito, nas práticas cidadãs e nos processos de identidade. Relacionamos subalternidade e cultura do consumo para questionar e fissurar o pensamento hegemônico que dita o que as pessoas em situação de miserabilidade econômica devem possuir e onde permanecer na cidade, o que influencia as interpretações dos gestores das políticas públicas sociais e culturais. A pesquisa visa ultrapassar os estudos restritos às questões de classe em um momento em que há maior participação e visibilidade de grupos subalternos em meios de comunicação de massa, porém, as informações transmitidas ainda são as que não confrontam os interesses próprios e do Estado (DOWBOR et al., 2000), impedindo o pleno exercício de práticas cidadãs e acesso à informação. O consumo aqui é um método para pensar, socializar e acessar a vida cotidiana, não sendo entendido como um ato irracional do grupo não hegemônico. Discutimos sobre o processo de formação da cidade sob a óptica intercultural, interessando o entrelaçamento da vida individual com a coletiva, na qual a diferença ganha espaço para a promoção do diálogo, com orientação e viés da comunicação e da cultura do consumo. As visitas de campo, as entrevistas e a etnografia das práticas do consumo serviram para a construção mais próxima do cotidiano dos sujeitos da pesquisa. As falas apresentadas auxiliaram o entendimento do processo de formação dos bairros estudados do município de Sorocaba, SP, os trânsitos, os pertencimentos e as práticas do consumo na(da) cidade a partir do não hegemônico e da escuta da voz do subalterno. Relacionamos o consumo e o cotidiano perpassando por questões econômicas, sobretudo em função da má distribuição da riqueza socialmente produzida. Ao sermos orientados pela cultura do consumo, analisamos o cotidiano e o território em que o indivíduo vive, indo além do local de moradia, apropriando-nos do seu cotidiano.


Data da defesa: 15/05/2018
Autor: Regina Helena de Oliveira Santos Nicolósi
Orientador: Profa. Dra. Malena Segura Contrera
Programa: Mestrado em Comunicação
Título: Naturalidade sem natureza: a construção da mulher como simulacro na Revista Plástica & Beleza
Resumo: O tema discutido neste trabalho é a violência simbólica contra a mulher, a ação ideológica da naturalização de um padrão específico de corpo feminino por meio da relação mimética entre corpo e imagem, tomando como referencial a análise de um segmento da mídia impressa, a revista Plástica & Beleza (P&B). Analisamos a construção do corpo-máquina feminino na mídia impressa e o aumento de práticas invasivas, como cirurgias plásticas, utilizadas como meio de obtenção da estética perfeita e dita natural. A materialidade das revistas e as imagens veiculadas pela mídia fazem viger o padrão estético ideal, aparentemente só alcançado por meio do Photoshop ou de cirurgias e tratamentos radicais, difundido pela indústria cultural e ao qual a mulher se submete e replica. Verificamos nos dez exemplares analisados da P&B o conceito de naturalidade referido na revista pela incidência de palavras como “natural”, “naturalidade”, “naturalmente” e “natureza”. Nossa hipótese central é que a violência simbólica se perpetua por ser autoimposta, quando a mulher se submete aos padrões de beleza ditos “naturais” e impingidos a ela pela mídia. A violência simbólica contra a mulher se faz presente quando ela busca mimeticamente adequar seu corpo a esta imagem ideal de beleza veiculada pela mídia, nem que seja se submetendo a práticas invasivas que se autodenominam efeito “natural” e que induzem a mulher a descobrir sua “verdadeira beleza”. No primeiro capítulo, analisamos o corpus que propõe como ideal um corpo “natural”, muito embora produzido para ocultar ou resolver imperfeições consideradas não naturais com a comercialização de produtos e serviços anunciados. No segundo, exploramos os conceitos de “natureza”, “naturalidade”, “natural” e “naturalmente” frequentes no corpus. No terceiro capítulo, averiguamos o papel da mimese na construção da imagem do corpo feminino. Entendemos que o corpo paga um alto preço nesse processo de tentar se assemelhar à imagem dita “natural”, perdendo a capacidade proprioceptiva e embotando seus sentidos. O consumo dos produtos e técnicas anunciados na revista leva à construção do corpo da mulher por meio da mimese e os conceitos de “natural”, “natureza” e “naturalidade”, por trás deles, são utilizados na comunicação da indústria da beleza para perpetuar a violência simbólica contra a mulher. A mimese ocorre por meio da mediação do corpo, levando as mulheres a desenvolver um comportamento no qual modificar o corpo se torna “natural”, assemelhando-o à imagem, imortal, do “perfeito”, mesmo que o processo o anestesie e torne a imagem corporal imutável e impermeável às ações do tempo e às vivências. Nosso referencial teórico está baseado em Wulf, Contrera, Baitello Jr., Hillman, Coghe, entre outros.

Data da defesa: 29/05/2018
Autor: Luciana de Carvalho Cunha
Orientador: Prof. Dr. Arnaldo Luiz Ryngelblum
Programa: Mestrado em Administração
Título: Uma análise das distintas práticas de governança contratual na administração de Hospitais Universitários Públicos Federais
Resumo: A globalização, os avanços tecnológicos e a disseminação da informação em tempo real tornaram mais complexa a gestão pública. Em tal contexto, o Estado, de um lado, tem como responsabilidade o atendimento das necessidades da população por meio das políticas públicas que envolvem uma série de ações e medidas; de outro, encontra-se a sociedade, que cobra e pressiona cada vez mais, exigindo serviços de boa qualidade, ética e transparência nas ações do Estado. A saúde pública no Brasil é “um direito de todos e dever do Estado”, conforme Artigo 196 da Constituição Federal, porém, manter a máquina pública em pleno funcionamento e dentro dos paradigmas legais em um cenário de recursos escassos e alta demanda, torna a rotina dos gestores públicos uma tarefa nada fácil. Com a instituição do Decreto nº 7082/2010, é criado o Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários (REHUF) que, entre seus objetivos, estabelece a criação de mecanismos de governança que permitem as condições necessárias ao pleno desenvolvimento das funções das organizações de saúde. Entre as rotinas diárias do Hospital se encontram as contratações de bens e serviços, que estão cercadas de vasto arcabouço legal e normativo. O presente estudo amparou-se na associação dos temas governança e teoria institucional, visto que a governança permite ao governo estabelecer e implementar políticas públicas, por meio de seus instrumentos, e a teoria institucional, por outro lado, percebe as organizações como sistemas sociais e culturais, em que os atores envolvidos compartilham um mesmo entendimento da realidade social em que convivem. Assim, o objetivo deste estudo foi descrever e analisar as distintas práticas de governança e verificar quais estratégias os atores utilizam para estabelecer os mecanismos de governança nas contratações de bens e serviços no Hospital Universitário da Administração Pública Federal. A metodologia adotou a abordagem de pesquisa qualitativa, utilizando como método de investigação o estudo de caso, sendo o objeto de estudo o Hospital Universitário de São Paulo, órgão da Administração Pública Federal. A coleta de dados efetivou-se por meio do emprego de entrevistas semiestruturadas com atores que fazem parte do universo das licitações, além de utilizar a observação espontânea participante e coleta de dados secundários. Os resultados alcançados possibilitaram concluir que as regras são legitimadas pelos atores e permeiam as rotinas, assumindo formas como hábito, imitação e obediência, ou seja, estão tão inseridas no cotidiano que se tornaram hábitos inconscientes que não encontram resistência pelos atores, caracterizando-se como a estratégia de aquiescência. O presente estudo permitirá aos gestores públicos uma melhor compreensão e dinâmica das regras institucionalizadas, possibilitando a indicação de melhores diretrizes sobre como gerenciar o cotidiano, de modo que se alcancem as mudanças que se impõem como necessárias. Sugere-se para novos estudos, a abordagem em redes associada aos temas governança e institucionalismo entre os Hospitais Universitários, bem como a aplicação de métodos quantitativos e de multicasos.

Data da defesa: 30/05/2018
Autor: Ana Paula Silva Moreno
Orientador: Prof. Dr. Antonio Adami
Programa: Mestrado em Comunicação
Título: Mídia e design na preservação da cultura regional: as bordadeiras de Entremontes, Alagoas
Resumo: Considerando conteúdos teóricos de Edgar Morin (2003), Gilles Lipovetsky e Jean Serroy, Peter Burke (2006), Maurice Halbwachs (2004) e Mario Vargas Llosa (2012), o tema da pesquisa abrange os estudos sobre memória, cultura, globalização e hibridismo cultural, a fim de debater se a mídia e o design podem contribuir na preservação de um patrimônio imaterial de uma cultura regional, especificamente, da técnica de bordado “redendê”. A pesquisa é embasada no projeto “Fusões e Inserções”, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI) em 2014, que convidou os designers Fernando e Humberto Campana para interagir com bordadeiras do povoado de Entremontes (Alagoas), que preservam sua técnica do bordado “redendê” há séculos. A proposta de design dos irmãos Campana foi inovar o bordado centenário “redendê” e propor uma nova funcionalidade ao produto final. Criaram-se então luminárias, que chamaram de “Retratos Iluminados”, nas quais os rostos das próprias bordadeiras foram bordados neles. As peças foram exibidas no Rio de Janeiro, durante as Olimpíadas de 2016, e em Milão, durante a maior feira de móveis do mundo, o Salone dei Mobile, em 2017. O projeto teve repercussão de mídia nacional e internacional. Com base na pesquisa quantitativa e qualitativa realizada com as bordadeiras, constatamos que existe uma real preocupação com a preservação do patrimônio cultural imaterial do trabalho das bordadeiras de Entremontes e o design e a mídia podem contribuir para preservar a técnica “redendê”.

]]>
DATA19/06/2018
<![CDATA[18/06/2018 - Professora da UNIP oferece, gratuitamente, livro para desenvolver o raciocínio lógico ]]> Por Roberta Abrahao

Publicação direcionada a alunos do Ensino Fundamental e Médio e demais interessados utiliza situações cotidianas para desenvolver habilidades relacionadas à matemática e à interpretação de texto.

Resultados de exames nacionais e internacionais têm revelado que estudantes brasileiros ainda não apresentam nível satisfatório na aplicação de conteúdos que constam no currículo escolar. Levantamentos recentes, como o estudo “Analfabetismo no Mundo do Trabalho”, concluem que somente 8% da população do Brasil a partir de 15 anos de idade são proficientes em Português e Matemática.

Esse cenário motivou Christiane Mazur Doi, professora titular da Universidade Paulista – UNIP e coordenadora da CQA/UNIP – Comissão de Qualificação e Avaliação de Cursos da instituição, a escrever seu novo livro, Exercitando as capacidades de raciocinar, calcular e interpretar – 60 questões do PISA detalhadamente explicadas e resolvidas.

O livro está disponível no formato digital, em PDF, gratuitamente no blog da Christiane. O estudante deve acessar o endereço chrismazur16.wordpress.com e fazer o download do material.

Publicada de forma independente, a obra oferece explicações conceituais e resolve, de forma didática e detalhada, sessenta exercícios do exame internacional PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes). O livro visa ao aprimoramento do uso do raciocínio lógico, da realização de cálculos e da interpretação de textos.

Segundo a autora, o desenvolvimento do raciocínio lógico e matemático é essencial para a compreensão de situações do dia a dia, como o cálculo de juros em financiamentos bancários e o significado de mapas que contêm taxas de homicídios por 100 mil pessoas, por exemplo.

“Acredito que se a Educação Básica no Brasil, de fato, fornecer bases para o desenvolvimento do raciocínio lógico, para o uso de ferramentas matemáticas na resolução de problemas concretos e para a utilização do pensamento criativo na proposta de soluções, poderemos construir uma nação mais produtiva e com menos desigualdades”, conclui Christiane.

O exame PISA é uma das mais importantes avaliações de desempenho. Realizado a cada três anos, em mais de 70 países, sob a coordenação da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico), avalia o letramento de estudantes na faixa dos 15 anos nas áreas de Leitura, Matemática e Ciências. Essa prova procura avaliar habilidades e competências relativas às análises e interpretações de enunciados contextualizados, ao uso do raciocínio lógico para a solução de problemas e à comunicação eficiente de ideias. Embora o Brasil tenha participado de todas as edições do exame internacional, nosso país encontra-se no grupo de nações com os piores resultados”, afirma a professora.

Christiane Mazur Doi é autora de oito livros publicados sobre Matemática e Física. Em seu blog, posta semestralmente informações sobre exames internacionais e disponibiliza materiais e atividades gratuitos para auxiliar estudantes e interessados.

Sobre a autora

Christiane Mazur Doi é Doutora em Engenharia Metalúrgica e de Materiais, Mestra em Ciências (Tecnologia Nuclear) e Engenheira Química, com Aperfeiçoamento em Tópicos de Estatística. É professora titular da Universidade Paulista – UNIP, na qual atua desde 1993, e coordena a CQA/UNIP (Comissão de Qualificação e Avaliação de Cursos da UNIP), um importante núcleo que produz material pedagógico destinado a alunos e professores de todos os cursos e campi da universidade. Christiane é autora dos seguintes livros: Explicando Matemática (Ed. LCM, 2018), Explicando Física e Química (Ed. LCM, 2018), Como Visualizar e Resolver Limites – 100 exercícios detalhadamente explicados (Ed. LCM, 2016), Conversando sobre Funções, Fórmulas, Gráficos, Tabelas e Contagens – Contém 75 Exercícios Detalhadamente Resolvidos (Ed. LCM, 2014), Dicas para Escrever Melhor (LCM, Ed. 2013), Física – Volume I – Mecânica (Ed. LCM, 2013), Como Resolver Derivadas e Integrais – Mais de 150 Exercícios Resolvidos (Ed. LCM, 2012), A Matemática do Enem – Mais de 110 exercícios resolvidos (Ed. LCM, 2011).

SERVIÇO

Livro Exercitando as capacidades de raciocinar, calcular e interpretar – 60 questões do PISA detalhadamente explicadas e resolvidas

Autora: Christiane Mazur Doi

Publicação independente e gratuita

Mais informações e download: https://chrismazur16.wordpress.com/

]]>
DATA18/06/2018
<![CDATA[15/06/2018 - Aluna de Pós-Graduação em Odontologia é premiada em academia internacional ]]> Por Pós

A doutoranda da Pós-Graduação em Odontologia da UNIP Mônica Abreu Pessoa Rodrigues é uma das autoras do artigo Risk indicators for Peri-implantitis. A cross-sectional study with 916 implants, premiado pela American Academy of Periodontology. O estudo foi publicado pelo Clinical Oral Implants Research em 2016 e avaliado como um dos mais relevantes da área pela Academia.

O prêmio será entregue durante o 104th Annual Meeting da American Academy of Periodontology, que será realizado em Vancouver, Canadá, no mês de outubro.

O artigo é resultado do trabalho em conjunto dos autores Haline Renata Dalago, Guenther Schuldt Filho, Mônica Abreu Pessoa Rodrigues, Stefan Renvert e Marco Aurélio Bianchini.

 

]]>
DATA15/06/2018
<![CDATA[12/06/2018 - Alunos do curso de Design Gráfico participam de realização de painel de grafite ]]> Por Débora Barbosa

No dia 28 de abril, os alunos do primeiro semestre do curso de Design Gráfico do campus São José do Rio Preto participaram de atividade externa de criação e execução de um extenso painel de grafite na academia de ginástica do Rio Preto Automóvel Clube do município.

O convite para o trabalho partiu do aluno egresso Flávio Vanci, que atua como designer gráfico e também trabalha com arte de rua (grafite), e esteve no campus, no dia 24 de abril, para um bate-papo com os alunos.

No dia da atividade, houve um coffee break de abertura, que contou com a presença da coordenadora auxiliar do curso, Patrícia Lemos Fochi, dos alunos voluntários do primeiro semestre e com a participação de outro artista de rua, o também egresso Eddie Mourphy. A coordenadora Patrícia Lemos foi a responsável por firmar a parceria com o Rio Preto Automóvel Clube, que doou as tintas e sprays.

O objetivo foi estimular os alunos a conhecer esse tipo de manifestação artística, disseminando o grafite como arte urbana, além de envolver os egressos com os alunos em curso, proporcionando troca de experiências. A atividade proporcionou o aprendizado do manuseio de tintas e sprays, bem como a ampliação dos desenhos para o painel.

]]>
DATA12/06/2018
<![CDATA[12/06/2018 - Alunos dos cursos de Saúde do campus Araraquara participam de ação social ]]> Por Profa. Maira Marques S. Perez

No dia 19 de maio, os cursos da área de Saúde do campus Araraquara foram convidados para participar do CAICANDO 2018, evento realizado desde 2007 pela Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) CAIC Ricardo Monteiro, localizada no Vale do Sol, bairro próximo à unidade da UNIP.

O evento visa, sobretudo, a integração com a comunidade e o campus Araraquara marcou presença com quase 60 alunos dos cursos de Biomedicina, Educação Física, Estética e Cosmética, Farmácia, Fisioterapia e Nutrição.

Muitas atividades foram desenvolvidas, entre elas: determinação da glicemia; tipagem sanguínea; orientação sobre câncer de mama, cólon de útero e próstata;  avaliação e orientações posturais; teste de pisada; teste de flexibilidade; spa das mãos; massagem de cadeira; orientação de fotoproteção; avaliação física; orientação de saúde relacionada à obesidade (diabetes, doenças crônicas); orientação nutricional para crianças e adultos; vacinação; explicação sobre uso e descarte correto de medicamentos; e gincanas. Atividades que buscaram proporcionar manutenção da saúde, controle e prevenção de doenças, recreação e cuidado com o meio ambiente.

A ação possibilitou aos alunos dos cursos o contato com a população da comunidade na qual estão inseridos, criando um vínculo importante, demonstrando comprometimento, seriedade, competência e disposição em atendê-la.

]]>
DATA12/06/2018
<![CDATA[11/06/2018 - Curso de Arquitetura participa de exposição da Semana Integrada do Meio Ambiente ]]> Por Débora Barbosa

Entre os dias 5 e 10 de junho, os alunos do terceiro e quarto semestres do curso de Arquitetura e Urbanismo, período diurno, do campus São José do Rio Preto, participaram de exposição realizada no Riopreto Shopping Center.

A ação faz parte das atividades da disciplina Projeto Urbano e Paisagismo. As professoras Carolina Shimizu Orsati e Daniele Campitelli orientaram e instruíram as equipes sobre a aplicação dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU nos projetos dos alunos para Pocket Park na região central do município.

Sete grupos foram selecionados para a exposição, que integrou a Décima Sexta Semana Integrada do Meio Ambiente (SIMA) 2018, realizada pela prefeitura local, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Urbanismo e do Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto de São José do Rio Preto (SeMAE).

O evento contou com a presença da coordenadora auxiliar do curso, Débora Riva, e da professora Carolina Shimizu.

]]>
DATA11/06/2018
<![CDATA[08/06/2018 - Curso de Engenharia do ciclo básico apresenta protótipos de carrinhos elétricos ]]> Por Débora Barbosa

No dia 21 de maio, os alunos do segundo e do terceiro semestre do curso de Engenharia do Ciclo Básico, campus São José do Rio Preto, apresentaram protótipos de carrinhos elétricos. A atividade ocorreu no pátio da unidade e contou com a participação bem animada e dinâmica dos alunos, que puderam vivenciar o desenvolvimento de habilidades que se complementam no trabalho em equipe.

Foram apresentados ao todo treze protótipos de carrinhos do período diurno e quatorze do período noturno. O evento contou com a presença da coordenadora auxiliar do curso, Denise Marin, e dos professores avaliadores Elio Idalgo, Nemer Fioravante Junior e Sebastião Carlos Silva.

]]>
DATA08/06/2018
<![CDATA[06/06/2018 - Simpósio de Fisioterapia UNIP - São Paulo, Alphaville e Jundiaí 2018 ]]> Por Coord Profª Alessandra Schiavinato - Fisioterapia

Nos dias 4 e 6 de junho, no campus Cidade Universitária, ocorreu o Simpósio de Fisioterapia UNIP - São Paulo, Alphaville e Jundiaí 2018. O evento contou com a presença de nomes ilustres da Fisioterapia, fato que incentivou a participação de alunos (graduação e pós-Graduação), ex-alunos, professores e colegas de outras instituições. Ao longo dos dois dias, a unidade recebeu mais de 1.500 participantes.

O encontro foi marcado por apresentações e discussões acerca das ações do profissional fisioterapeuta em cuidados paliativos, fisioterapia neonatal e práticas integrativas complementares. Houve também apresentação de 154 Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC), cuja desenvoltura dos alunos despertou grande interesse do público, que girou em torno de 200 ouvintes.

Segundo a coordenadora do curso de Fisioterapia, Alessandra Schiavinato, esse é um sinal de que há muita qualidade no que está sendo produzido pelos professores e alunos do curso de Fisioterapia da UNIP. “Trata-se também da demonstração de compromisso dos alunos que não estão no último semestre do curso e, ainda assim, prestigiaram os colegas formandos, com o objetivo de se atualizarem com as pesquisas mais recentes disponíveis nas principais bases de dados do mundo, acessíveis por meio dos estudos produzidos em nossa instituição”, concluiu a coordenadora.

Ao final, foi realizada a premiação dos melhores trabalhos apresentados durante o Simpósio.

 

]]>
DATA06/06/2018
<![CDATA[05/06/2018 - Curso de Nutrição promove exposição no campus São José do Rio Preto ]]> Por Débora Barbosa

Nos dias 17 e 18 de maio, os alunos do primeiro semestre do curso de Nutrição do campus São José do Rio Preto realizaram, no pátio da unidade, uma exposição de banners sobre o tema Alimentação. Ao todo, foram 26 banners com 15 abordagens diferentes, tais como a expansão dos fast-food, tabus alimentares, práticas culturais, restaurantes e produtos étnicos, FAO e alimentação no mundo, entre outros.

A atividade faz parte da disciplina Antropologia da Alimentação, ministrada pelo professor Pedro Domingues, na qual os alunos estudam a atividade, os costumes e os conceitos de consumo alimentar de vários segmentos populacionais, culturais e históricos. A mostra possibilitou o desenvolvimento de ideias e, sobretudo, a divulgação de aspectos relativos a práticas alimentares entre estudantes e público geral da Universidade.

 

]]>
DATA05/06/2018
<![CDATA[04/06/2018 - Alunos do curso de Farmácia realizam atendimentos à população em feira livre ]]> Por Cristiane Fedrigo

Os alunos do segundo e do terceiro semestre do curso de Farmácia do campus São José do Rio Reto realizaram, nos dias 2, 9, 16 e 23 de maio, atendimentos na Feira Livre do bairro São Manoel. O evento foi uma parceria da Universidade com o Drogão Super.

Acompanhados pela técnica Carla Cristina Ayruth, pela auxiliar técnica Sueli Barbosa e pelo farmacêutico e ex-aluno da UNIP Antônio Henrique Rogério, os estudantes realizaram aproximadamente 250 atendimentos entre aferição de pressão arterial e testes de glicemia.

A população teve ainda a oportunidade de tirar dúvidas e receber orientações sobre medicamentos.

]]>
DATA04/06/2018
<![CDATA[04/06/2018 - UNIP marca presença no Quarto Encontro Internacional de Reitores Universia ]]> Por Roberta Abrahão

O Quarto Encontro Internacional de Reitores Universia 2018 reuniu, nos dias 21 e 22 de maio, mais de 700 reitores e autoridades universitárias, procedentes de 26 países, em Salamanca, Espanha, que ficou conhecida como a “Capital Mundial do Ensino Superior”. Promovido pela Fundação Universia Santander, o evento debateu o tema Universidade, Sociedade e Futuro, buscando esclarecer como a universidade se desenvolverá em um mundo digital no qual o conhecimento flui por uma infinidade de canais e, nesse sentido, de que maneira preparar os estudantes para melhor utilizarem os conhecimentos adquiridos a fim de obterem sucesso em suas vidas e alcançarem seus objetivos.

O rei da Espanha, Felipe VI, e o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, inauguraram o evento, no qual a Universidade Paulista - UNIP esteve representada pela vice-reitora de Graduação, professora doutora Marília Ancona Lopez, e pela diretora de Relações Internacionais, professora doutora Laura Freire. Os reitores presentes no encontro salientaram, entre outras questões, a importância da formação on-line em um mundo cada vez mais digital, oferecida em modalidades mistas, presenciais e a distância, além da necessidade de uma aproximação cada vez maior da universidade com as empresas.

Nas fotos, a professora Marília Ancona Lopez conversa com o rei da Espanha, Felipe VI, sobre a UNIP.

]]>
DATA04/06/2018
<![CDATA[04/06/2018 - Curso de Publicidade e Propaganda promove lançamento das Agências PREX 2018 ]]> Por Débora Barbosa

No dia 14 de maio, os alunos do sétimo semestre do curso de Publicidade e Propaganda do campus São José do Rio Preto apresentaram suas Agências PREX 2018 para toda a comunidade acadêmica. O projeto faz parte da disciplina Direção de Arte Aplicada ao Projeto Experimental (PREX).

As agências participantes foram: Alcateia com o cliente Poty; Ink com o cliente Fralda & Cia; Marketeria com o cliente Chiquinho Sorvetes; Nauta com o cliente Blue Note; Pixel com o cliente Dionísio Pães e Doces; e Zebu com o cliente Star Baby. Cada agência criou um estande para apresentar a identidade visual (logotipo e papelaria), o material promocional e o Manual de Identidade Visual (MIV) de seu respectivo cliente.

Houve exibição de serviços e degustação de produtos dos clientes, além de brindes e performances que despertaram a atenção de alunos e docentes do campus. A atividade contou com a orientação da professora Alessandra Possato e do coordenador auxiliar do curso, Gil Reis, e com a participação dos docentes Givaldo Borzilo, José Ricardo Vellani, Lucimar Canteiro e Ricardo Fernandes.

]]>
DATA04/06/2018
<![CDATA[30/05/2018 - Curso de Enfermagem promove campanha de vacinação contra a gripe ]]> Por Caroline Silveira

Nos dias 17, 18 e 24 de maio, nos períodos diurno e noturno, os alunos do sétimo e oitavo semestres do curso de Enfermagem do campus São José do Rio Preto, em parceria com a Unidade Básica de Saúde (UBS) São Francisco, realizaram a Campanha de Vacinação Contra a Influenza. A ação ocorreu no pátio da Universidade.

Foram realizadas 438 aplicações da vacina, sob a supervisão das enfermeiras Cláudia Garcia e Laís Balderrama, do técnico em Enfermagem Marcos Antônio Ribeiro e da enfermeira da UBS Lucélia Alves, que acompanhou toda a ação. Participaram da atividade alunos, colaboradores e docentes.

O intuito da Campanha foi incentivar a prevenção da gripe neste inverno, período de maior propagação da doença.

 

]]>
DATA30/05/2018
<![CDATA[30/05/2018 - Cursos da área da saúde participam de atividades voltadas à terceira idade ]]> Por Caroline Silveira

Os estudantes do quinto ao oitavo semestre dos cursos de Enfermagem, Fisioterapia e Nutrição, do campus São José do Rio Preto, participaram do evento Ações de Saúde para a Terceira Idade, realizado na igreja Presbiteriana Independente, no dia 26 de maio, das 8h às 12h. As atividades foram gratuitas e abertas ao público.

Com a supervisão do técnico em Enfermagem Marcos Antônio Ribeiro e das enfermeiras Laís Balderrama e Claudia Tozzo Garcia, os alunos de Enfermagem realizaram aferição de pressão arterial sistêmica e teste de glicemia capilar. O curso de Fisioterapia promoveu a Gingoterapia (Dança terapêutica), sob orientação das fisioterapeutas Camila Zavam, Cristiane Bonvicine, Juliana Zancanella e Janaína Bertoque. Os estudantes de Nutrição, por sua vez, verificaram o índice de massa corporal (IMC) com a supervisão do técnico Lucas Bocchini.

A ação teve a finalidade de apresentar um projeto de intervenção para a terceira idade, enfatizando a promoção de uma vida mais saudável e no reconhecimento do idoso como um cidadão ativo no processo do cuidado com a saúde.

 

]]>
DATA30/05/2018
<![CDATA[30/05/2018 - Curso de Fisioterapia participa de Copa de Karatê na cidade de Mirassol ]]> Por Caroline Silveira

No dia 19 de maio, o curso de Fisioterapia do campus São José do Rio Preto participou da Copa UBKS – 10 anos de Saito-Há Shitoryu no Brasil, realizada no Ginásio de Esportes Matheus Vinicius Cezar, em Mirassol, SP.

O evento foi aberto ao público e contou com a participação do mestre internacional Soke Del Saito. Os atletas atuaram em categorias de 4 a 18 anos.

Estiveram presentes os alunos do sexto e do sétimo semestre, além dos fisioterapeutas Aline Menezes, Diogo Araújo e Murilo José Fernandes. A atividade possibilitou aos alunos do curso colocarem em prática seus conhecimentos, atuando na área de Ortopedia e Traumatologia.

 

]]>
DATA30/05/2018
<![CDATA[29/05/2018 - Curso de Engenharia realiza apresentação de APS no campus São José do Rio Preto ]]> Por Débora Barbosa

No dia 21 de maio, os alunos do primeiro semestre do curso de Engenharia do Ciclo Básico, do campus São José do Rio Preto, apresentaram seus trabalhos de Atividades Práticas Supervisionadas (APS) no pátio da unidade.

No total, 10 grupos no período diurno e 15 grupos no período noturno expuseram suas APS, por meio de banners ou protótipos, fundamentadas em pesquisas sobre Filosofia, Matemática, Física e Pensamento Científico.

A atividade visou preparar os estudantes em relação às técnicas relevantes na elaboração de pesquisas, tais como experiência de pensamento e argumentação lógica. A coordenadora auxiliar do curso, Denise Marin, e os professores Cicero de Oliveira e Luís Carlos Martins Jr. avaliaram todos os trabalhos.

 

]]>
DATA29/05/2018