Universidade Paulista http://www.unip.br Últimas notícias pt-br Copyright Unip. Todos os direitos reservados. UNIP - Universidade Paulista http://www2.unip.br/img/layout/logo_unip_rss.gif http://www.unip.br 154 79 <![CDATA[20/08/2018 - Alunos da UNIP são pré-selecionados para o Programa de Bolsas Santander Mundi ]]> Por Pós - enviada por email

A UNIP pré-selecionou três alunos para participar do Programa de Bolsas Santander Mundi 2018. Os escolhidos e seus respectivos países de destino foram:
Helena Furquim Junqueira – Espanha
Lucas Gonçalves De Lima – Portugal
Vinícius Vilela Reis – Portugal
Os estudantes passarão por avaliações das universidades de destino antes do aceite final.
O setor de Internacionalização Acadêmica da UNIP parabeniza os acadêmicos pelo mérito conquistado.
Para mais informações, acesse:
http://www1.unip.br/servicos/aluno/relacoes_internacionais.aspx

]]>
DATA20/08/2018
<![CDATA[15/08/2018 - Aluno da Pós-Graduação participa de Reunião Anual da SBPC ]]> Por Pós

Entre os dias 22 e 28 de julho, ocorreu na cidade de Maceió, Alagoas, a Septuagésima Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Trata-se de um fórum para a difusão dos avanços da Ciência nas diversas áreas do conhecimento e de debates de políticas públicas para a Ciência e Tecnologia.

O estudante do curso de Pós-Graduação stricto sensu em Odontologia Marcos Vinícius de Oliveira Salvador, orientado pelo professor Adriano Lima, participou da Reunião representando o curso. Marcos Vinícius foi indicado por ter recebido o prêmio de melhor trabalho da área de Ciências da Saúde no Décimo Sétimo Encontro Científico, Décimo Nono Encontro de Iniciação Científica e Quarto Encontro de Iniciação Tecnológica da UNIP.

No encontro da SBPC, o pós-graduando fez uma apresentação do trabalho em formato de pôster, conquistando a indicação e premiação como melhor pesquisa da área de Odontologia da Reunião Anual da SBPC 2018. Importante destacar que, além de aluno e orientador, o estudo envolve também a participação da professora da Pós-Graduação da UNIP Cintia Saraceni, do professor da UFRGS Luciano Gonçalves e dos professores da Universidade de Birmingham, Inglaterra, William Palin e Mohammed Hadis, caracterizando o intercâmbio da UNIP com grandes centros de pesquisa do Brasil e do mundo.

Novamente, esse é o resultado do empenho e dedicação do corpo docente do curso de Pós-Graduação stricto sensu em Odontologia, com pesquisas que se destacam nacional e internacionalmente.

]]>
DATA15/08/2018
<![CDATA[15/08/2018 - Curso de Odontologia participa de Reunião Geral da IADR em Londres ]]> Por Pós - enviada por email

Entre os dias 25 e 28 de julho, ocorreu em Londres, Inglaterra, a Nonagésima Sexta Reunião Geral da International Association for Dental Research (IADR). Considerado um dos maiores congressos de pesquisa Odontológica do mundo, o IADR conta com os mais respeitados nomes da pesquisa odontológica, com representação das maiores e melhores universidades. Representando a Universidade Paulista – UNIP, participaram do evento as professoras Cintia Saraceni, Flávia Rodrigues, Vanessa Arias Pecorari, Denise Carleto Andia, além da aluna de doutorado Fernanda Kabadayan Dias, orientanda de Cintia Saraceni.

]]>
DATA15/08/2018
<![CDATA[09/08/2018 - Campus São José do Rio Preto recebe aprendizes do Senac e do CRAS ]]> Por Cristiane Fedrigo

Durante o mês de julho e na primeira quinzena do mês de agosto, o campus São José do Rio Preto recebeu mais de 100 jovens, com idade entre 16 e 21 anos, matriculados no Programa de Aprendizagem do Senac e do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Os aprendizes visitaram as dependências da universidade (laboratórios, biblioteca e clínicas) e realizaram teste vocacional, que tem como objetivo traçar um perfil de escolhas e aptidões do adolescente em relação a seu futuro profissional.

O Programa de Aprendizagem contempla um conjunto de ocupações, propiciando aos jovens competências voltadas à profissionalização e à cidadania, a partir da compreensão das características do mundo do trabalho e de seus fundamentos técnico-científicos.

]]>
DATA09/08/2018
<![CDATA[09/08/2018 - Curso de Pedagogia do campus São José do Rio Preto recebe calouros com palestras sobre profissão ]]> Por Caroline Beatriz

No dia 8 de agosto, os alunos do curso de Pedagogia do campus São José do Rio Preto foram recepcionados no anfiteatro da unidade com palestras sobre o tema Experiência em sala de aula. A diretora do campus e coordenadora do curso, Simone Buchala, realizou a abertura do evento, falando sobre sua trajetória na Educação após sua formação, em um discurso que cativou e emocionou a todos os presentes.

Em seguida, a professora Kethi Squecola explanou sobre a importância do pedagogo e a missão não de mudar uma educação retorcida, mas de ser capaz de transformar a sociedade que ainda está por vir. As convidadas e ex-alunas do curso de Pedagogia, Fabiana de Cassia Pereira e Dominique Adely Silva Lima, por sua vez, discursaram sobre a formação, as dificuldades encontradas no início da carreira, os estágios, a vivência universitária e a influência da graduação no mercado de trabalho.

A programação foi encerrada pelo professor Adalberto Pinheiro, que convidou alunos do segundo, quarto e sexto semestres para desejarem boas-vindas aos que estão começando a jornada acadêmica, sinalizando a mensagem em Libras. O evento contribuiu, assim, para a formação profissional e pessoal de todos como futuros pedagogos.

 

]]>
DATA09/08/2018
<![CDATA[07/08/2018 - Alunos participam de campanha de arrecadação de alimentos durante a Copa do Mundo ]]> Por Coordenador Prof. Richardson Luz

Entre os meses de maio e junho, os cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Automação Industrial e Gestão da Tecnologia da Informação, do campus Sorocaba, realizaram uma Campanha de Doação de Alimentos em parceria com a Organização Sorocabana de Ensino – OSE COC – de Ensino Médio. Durante a ação, a OSE COC promoveu a Copa Solidária.

A campanha contou com apoio total dos alunos, professores e coordenadores de ambas as instituições. Ao todo, foram arrecadados mais de 2,5 mil quilos de alimentos, que foram doados para a Casa do Menor de Sorocaba.

A entrega das doações ocorreu no dia 23 de junho, com a presença do coordenador dos cursos Tecnológicos, Richardson Luz.

]]>
DATA07/08/2018
<![CDATA[06/08/2018 - Professor de Pós-Graduação em Engenharia de Produção participa de evento no IFSULDEMINAS ]]> Por Pós

No dia 7 de junho, o professor Biagio Fernando Giannetti, integrante do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) e Líder do Grupo de Pesquisa do Laboratório de Produção e Meio Ambiente (LaProMA), participou da Quarta Semana da Gestão Ambiental do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), campus Inconfidentes. Os alunos do PPGEP Marcos Pinto Jr. (doutorado) e Estevão Langa (mestrado) também estiveram presentes.  

Durante o evento, Biagio Giannetti ofereceu o minicurso intitulado Afinal, o que é a sustentabilidade?. O objetivo foi proporcionar aos alunos do curso de Gestão Ambiental do IFSULDEMINAS uma melhor compreensão sobre o que é a sustentabilidade, sob o ponto de vista conceitual e prático. Na atividade, o professor contou com a participação do doutorando Marcos Pinto Jr.

]]>
DATA06/08/2018
<![CDATA[06/08/2018 - Coordenadoras e professores da UNIP participam de Congresso Internacional de Literatura Comparada ]]> Por Roseli editado

A coordenadora geral do curso de Letras da UNIP, Roseli Gimenes, e a coordenadora de Letras do campus Chácara Santo Antônio, Lígia Menna, junto com a professora Sandra Trabucco Valenzuela (Universidade Anhembi Morumbi), realizaram o simpósio Literatura, Cinema e Psicanálise: sintomas da cultura, durante o Congresso Internacional 2018 da Associação Brasileira de Literatura Comparada (ABRALIC).

No simpósio, as coordenadoras Roseli Gimenes e Lígia Menna apresentaram, respectivamente, as palestras Blade Runner e inteligência artificial: inteligência libidinal e a literatura de ficção e O mito de Perséfone, A rainha da neve, de Hans Christian Andersen, e a animação Frozen: a morte revestida pela beleza. O professor do curso de Psicologia Rodrigo Macedo Alves, do campus Brasília, proferiu, por sua vez, a palestra Stephen Dedalus, criador e criatura: uma leitura psicanalítica da formação do eu-escritor em James Joyce.

Representando ainda a UNIP, as professoras Edna Calobrezi, do curso de Letras do campus Marquês, e Rosemary Carter, da pós-graduação lato sensu em Língua e Literatura, apresentaram em outros simpósios as palestras O imaginário religioso no universo rosiano: o divino nas coisas terrenas e Haldeman-Julius e Monteiro Lobato: dois editores das Américas, respectivamente. Já a professora do curso de Letras Juliana Carvalho de Araújo, também do campus Brasília, além de participar da organização de um simpósio, discorreu sobre o tema “Canta, poeta, a liberdade, - canta”: a voz poética afro-brasileira de Maria Firmina dos Reis.

O Congresso ocorreu de 30 de julho a 3 de agosto e, neste ano, abordou o tema Circulação, tramas & sentidos na Literatura, com a coordenação da vice-presidente da ABRALIC, Betina Ribeiro Rodrigues da Cunha, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). O evento recebeu nomes significativos da área como: LongXi Zhang( Hong Kong), Marisa Lajolo, Regina Zilberman, Márcio Seligmann Silva, Suzana Buzato, Glória Vergara (México), Carlos Reis (Coimbra), Maria Rosa Duarte, Eduardo Coutinho, Benedito Antunes, entre outros.

O encontro contou ainda com lançamento de livros e sessão de autógrafos, entre eles, Literatura brasileira do átomo ao bit, de Roseli Gimenes, e A carnavalização na literatura infantil, de Lígia Menna. Os participantes puderam prestigiar ainda apresentações culturais como o coral da UFU e uma roda de samba no Mercado Municipal de Uberlândia.

]]>
DATA06/08/2018
<![CDATA[01/08/2018 - Coordenadora de Letras participa de antologia poética lançada na Flip 2018 ]]> Por Roseli

A coordenadora geral do curso de Letras, Roseli Gimenes, participou com dois poemas na obra Antologia do desejo - Literatura que desejamos, lançada em 26 de julho durante a Décima Sexta Festa Literária Internacional de Paraty (Flip 2018). O evento foi realizado na Casa do Desejo, espaço idealizado pela Editora Patuá, dirigida pelo editor Eduardo Lacerda.

A antologia foi elaborada especialmente para a Flip e reuniu vários autores e autoras em um sarau literário. A Flip homenageou nessa edição a escritora Hilda Hilst, a quem a Editora Patuá também dedicou a obra.

]]>
DATA01/08/2018
<![CDATA[01/08/2018 - Coordenadora de Letras participa do CIELLI ]]> Por Roseli

De 13 a 15 de junho, a coordenadora do curso de Letras do EaD, Cielo Festino, participou do Quinto Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (CIELLI), realizado na Universidade Estadual de Maringá, Paraná.

Juntamente com a professora Vera Wielewicki (UEM), Festino coordenou o Simpósio 12 intitulado Multiculturalismo, plurilinguismo e multiletramentos: diferentes epistemologias para o ensino de literaturas de língua inglesa. Na ocasião, apresentou também a comunicação A literatura indiana: uma tradição plurilíngue – narrativas da Casa Grande em Goa em língua inglesa e língua portuguesa.

]]>
DATA01/08/2018
<![CDATA[24/07/2018 - A Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa comunica as defesas de junho de 2018 ]]> Por Pós

Data da defesa: 06/06/2018

Autor: Renata Tedeschi Delgado  

Orientador: Prof. Dr. Pedro Lucas de Resende Melo

Programa: Mestrado em Administração

Título: O ambiente institucional das redes de franquias: estratégias de expansão geográfica para o interior do Brasil

Resumo: O objetivo deste estudo é identificar quais dimensões do ambiente institucional estão associadas à presença das redes de franquias em municípios brasileiros. Segundo dados da ABF – Associação Brasileira de Franchising (2017), dos 5.570 municípios brasileiros, 3.249 não possuíam franquias em 2016, ou seja, aproximadamente 40% das cidades contam com esse modelo de negócio, atestando que, além de ser um segmento de forte presença, ainda há espaço para crescimento. Para melhor entendimento do fenômeno, foram estudados os conceitos de redes de franquias, a estratégia denominada expansão geográfica e as características do ambiente institucional referente às dimensões socioeconômicas, geográficas e de recursos humanos que auxiliam no fomento ao empreendedorismo. A metodologia utilizada foi quantitativa com levantamento de dados secundários e tratamento estatístico de análise fatorial, correlação e regressão linear múltipla. Os resultados apontam que das três dimensões analisadas no modelo proposto, duas se mostraram adequadas; já em relação às oito variáveis estudadas, quatro apresentaram aderência ao modelo estudado. Espera-se, com este trabalho, contribuir para o enriquecimento da teoria do ambiente institucional voltada ao empreendedorismo, com a difusão da teoria de expansão geográfica para o interior do país focada no modelo de redes de franquias.

 

Data da defesa: 18/06/2018

Autor: Amanda Gaspar Monteiro Traballi

Orientador: Prof. Dr. Gustavo Souza da Silva

Programa: Doutorado em Comunicação

Título: Da literatura para o cinema: a transmutação da obra “A invenção de Hugo Cabret”

Resumo: A literatura utiliza-se das palavras e das imagens para manifestar um conteúdo, enquanto o cinema dispõe das palavras, das imagens e dos sons. Nesse sentido, este trabalho objetivou analisar a transposição de um meio para o outro, discutindo conjunções e disjunções, bem como singularidades. Teve como objetos de estudo o livro A invenção de Hugo Cabret, de Brian Selznick (2007) e o filme Hugo (A invenção de Hugo Cabret, na versão em português), adaptado pelo diretor Martin Scorsese (2011). Por meio da semiótica greimasiana foi possível percorrer o processo de adaptação, identificando as estratégias de enunciação utilizadas pelo diretor do filme para realizar a transmutação, segundo Jakobson. A metodologia de análise foi a decupagem de cenas do filme e a descrição das imagens do livro, que, colocadas lado a lado, contribuíram para analisar a transmutação entre as obras. Levamos em consideração as três principais formas de se envolver com histórias propostas por Hutcheon e propusemos as etapas sobre “o contar”, “o mostrar” e “o reconhecer”. Evidenciamos, assim, o brilhantismo do escritor e ilustrador em contar por meio de palavras e desenhos (300 páginas, das 530, são ilustrações),fato que por si sinalizou cenas e roteiro para que Martin Scorsese imprimisse seu talento para ampliar a própria homenagem ao cinema proposta no livro. Inicialmente, a obra de Selznick parece ser apenas uma aventura infantil, mas, na verdade, constrói dois programas narrativos, o de Hugo Cabret e de Georges Méliès, que se fundem ao final. Destacamos também as múltiplas camadas de metalinguagem presente nas obras e entre elas: da literatura sobre a literatura, do cinema dentro do filme, bem como do livro sobre a história do cinema e do filme finalizando com a escrita de um livro, como que encerrando o ciclo. Este trabalho, portanto, pretende contribuir com estudos críticos sobre adaptação livro-filme com base na semiótica, bem como valorizar as identidades de cada arte e seu diálogo.

 

Data da defesa: 19/06/2018

Autor: Ulisses Carrer

Orientador: Profa. Dra. Selene Dall'Acqua Coutinho

Programa: Mestrado em Patologia Ambiental e Experimental

Título: Pesquisa de dermatófitos em solo de praças e parques públicos da cidade de São Paulo

Resumo: Os dermatófitos compõem um grupo de fungos que infecta tecidos queratinizados de animais e humanos, parasitando as camadas superficiais da epiderme. Conquanto tenham se adaptado ao parasitismo, podem viver livremente na natureza como sapróbios. Utilizam a queratina como substrato, pois secretam queratinases e a presença dessas enzimas permite que eles parasitem estruturas como cabelos, pelos, pele, unhas, chifres, cascos e penas. Até o momento, são consideradas 40 espécies de dermatófitos pertencentes aos gêneros Epidermophyton, Microsporum e Trichophyton, classificados em antropofílicos, zoofílicos e geofílicos, sendo seu habitat natural, respectivamente, homens, animais e solo. Uma vez que as dermatofitoses podem ser transmitidas entre animais e homens são zoonoses e representam importância em Saúde Pública. Os dermatófitos geofílicos, embora presentes no solo, também podem ocasionar infecções no homem e em outros animais. Parques e praças são lugares públicos utilizados para o lazer e nesses locais há risco de ocorrer infecção por contato com o solo contaminado. O objetivo deste trabalho foi pesquisar no solo de praças/parques públicos da cidade de São Paulo a presença de fungos dermatófitos. Foram visitados 25 parques/praças das cinco regiões geográficas da cidade, realizando-se colheita em quatro ou cinco pontos diferentes de cada um deles, totalizando 124 amostras. As amostras de solo foram refrigeradas, enviadas ao Laboratório de Biologia Molecular e Celular da UNIP e, conforme a técnica de Vanbreuseghem, acondicionadas em placas de Petri, nas quais foram depositados fios de crina de cavalo, água destilada e solução de extrato de leveduras; todo o material foi previamente esterilizado. As amostras foram incubadas a 25 ºC por até quatro semanas. Fios de crina com crescimento de bolores foram implantados em placas de ágar Mycosel e os fungos isolados foram submetidos a microcultivo em lâmina com coloração destas com azul de lactofenol-algodão. Realizou-se identificação fenotípica, com base na macro e na micromorfologia dos isolados. Dermatófitos foram isolados em 88,0% (22/25) dos parques/praças visitados. Em relação ao total de amostras pesquisadas, 51,6% foram positivas para dermatófitos (64/124). Verificou-se alta frequência de fungos dermatófitos independentemente dos locais amostrados nos parques/praças. Apenas espécies geofílicas foram isoladas, sendo Microsporum gypseum a mais frequente, observada em 89,1% (57/64) e Trichophyton ajelloi em 10,9% (7/64) das amostras positivas. Na cidade de São Paulo é prática comum buscar o lazer em parques/praças, possibilitando a interação meio ambiente-homem-animais. As pessoas, especialmente, as crianças, e os animais que têm contato maior com o solo, estão sujeitos a adquirir dermatofitose pelos agentes geofílicos encontrados no ambiente, como verificado na presente pesquisa. Além disso, os animais de estimação, em particular os cães, podem carrear estes fungos em seus pelos para o interior das residências, constituindo-se em fontes de infecção para homens e outras espécies. Conclui-se que o solo dos parques/praças visitados na cidade de São Paulo, embora inanimado, se torna veículo de transmissão por contato indireto de dermatofitose aos homens e animais.

 

Data da defesa: 19/06/2018

Autor: Everton Aristides Margueiro         

Orientador: Prof. Dr. Roberto Bazanini

Programa: Mestrado em Administração

Título: As dominâncias do poder em redes de comunidades intencionais (Ecovilas): um estudo de caso múltiplo

Resumo: O levantamento preliminar de estudos sobre o constructo poder nas redes interorganizacionais revelou que as produções em torno do tema são escassas e privilegia mais a dimensão coercitiva do fenômeno, que se associa à perspectiva racional-econômica. Essas tendências restringem a abrangência teórica do poder de redes pela dimensão relacional, que se associa à perspectiva da sociedade em rede. Constatou-se uma lacuna da qual emerge o problema da pesquisa: é possível empregar de modo concomitante as dimensões coercitiva e relacional do poder nos estudos de redes? A afirmativa orientadora parte do pressuposto de que as dimensões do poder são elementos presentes, complementares e indissociáveis nas relações sociais, não podendo ser estudadas de modo isolado, mas concomitantes e sem restringir as perspectivas sociais e racionais de redes. O objeto de estudo aqui, Ecovilas, traz relevância à pesquisa devido às características de formação e manutenção dessas redes. Essas peculiaridades revelaram concepções conceituais do poder praticadas tipicamente pelas Ecovilas, por meio de um fenômeno endêmico intitulado Liderança Circular (LC), e facilitaram sua associação às dimensões do poder de redes para desenvolver os indicadores deste estudo. Assim, o presente trabalho, qualitativo e exploratório, objetiva investigar sob o olhar das principais perspectivas de redes os estilos dominantes de poder que transitam em redes de Ecovilas, considerando as características empíricas da Liderança Circular (LC). O estudo de caso múltiplo realizado em duas Redes de Comunidades Intencionais (Ecovilas) iniciou-se com a coleta de dados secundários das redes, seguida da pesquisa de campo, que empregou entrevistas semiestruturadas, acompanhada de observação não participante e de anotações em diário de campo. Os dados foram organizados e tratados pelo método da análise de conteúdo, para comparar os relatos e identificar se a dominância de poder é do tipo coercitiva ou relacional. Os resultados da pesquisa confirmaram a afirmativa orientadora de que as Ecovilas podem influir ou ser influenciadas por relações de poder (tanto coercitivas, quanto relacionais), exercidas ora de modo mais racional, ora compartilhada. A existência concomitante dos estilos coercitivo e relacional do poder encontra consonância às próprias expectativas e limitações de práticas da LC, pois as distintas culturas, estruturas e experiências sociais das entidades decorrem das influências dos ambientes (interno e externo) que contribuem em maior ou menor grau à disponibilização ou restrição de recursos e à exposição dos aspectos relacionais. A pesquisa propicia reflexões e posicionamento crítico em relação às concepções meramente idealistas das relações humanas, visto que, como resultado, detectou que as dimensões (coercitiva e relacional) do poder de redes estão associadas às perspectivas de redes de modo concomitante e que os indicadores de poder desenvolvidos a partir dessas concepções e sob a luz da LC são generalizáveis e podem ser testados em futuras pesquisas de redes de Ecovilas.

 

Data da defesa: 22/06/2018

Autor: Flora Cordeiro

Orientador: Profa. Dra. Maria Martha Bernardi

Programa: Doutorado em Patologia Ambiental e Experimental

Título: Doses terapêuticas agudas de Ivermectina prejudicam a espermatogênese e espermiogênese em ratos adultos

Resumo: As avermectinas e as milbemicinas, muitas vezes também referidas como lactonas macrocíclicas, são os medicamentos antiparasitários mais vendidos no mundo, dada sua ampla utilização tanto na medicina veterinária e humana, quanto na agricultura. Este estudo apresenta inicialmente uma revisão dos principais trabalhos do nosso grupo de pesquisa sobre vários aspectos da exposição às avermectinas e suas consequências no âmbito reprodutivo, tais como redução no comportamento sexual de ratos sem experiência sexual, redução do reflexo de lordose em fêmeas e, ainda, incoordenação motora fina resultando em alteração de comportamento sexual em machos e fêmeas. A seguir, oferece uma revisão dos aspectos anatomofisiológicos do testículo humano e do rato, enfocando o desenvolvimento pré e pós-natal, bem como sua anatomia e funções. Enfocou-se também o testículo do rato como modelo experimental na validação de estudos de reprodução. Finalmente, apresenta-se o trabalho Ivermectin acute administration impaired the spermatogenesis and spermiogenesis of adult rats, de Cordeiro et al., publicado na Res Vet Sci. (2018 Apr;117:178-186), no qual foram estudados os efeitos temporais das doses terapêuticas da ivermectina na morfometria e na histologia do testículo para verificar se a administração aguda do medicamento prejudicaria a espermatogênese e a espermiogênese de ratos adultos, bem como se esses efeitos seriam reversíveis. Além disso, os níveis de testosterona e de ivermectina plasmáticos foram avaliados. Os resultados mostraram que a exposição aguda à ivermectina: 1) reduziu o volume testicular, o diâmetro tubular e a altura do epitélio germinativo, principalmente na dose mais alta; 2) não interferiu na frequência de células de Leydig; 3) na histologia, verificou-se que as seções tubulares continham diversas alterações histológicas indicativas de interrupção da espermatogênese, como desorganização do epitélio germinativo, degeneração vacuolar das células germinativas e descamação das células no lúmen tubular; 4) não houve diferenças nos níveis de testosterona; 5) Os níveis plasmáticos da ivermectina foram reduzidos significativamente 72 h após a dose de 0,2 mg/kg. Concluiu-se, assim, que a ivermectina administrada agudamente prejudicou a espermatogênese e a espermiogênese de ratos. Provavelmente, esses efeitos não foram consequência da ivermectina nas células de Leydig porque nenhum efeito foi observado nesse nível. Finalmente, nossos resultados sugerem que alguns efeitos testiculares são reversíveis e correlacionados com os níveis plasmáticos de ivermectina. Esses trabalhos em conjunto mostram que doses terapêuticas de diferentes avermectinas causam inúmeros danos na esfera reprodutiva dos animais, incluindo prejuízos comportamentais e testiculares, como desorganização celular em diferentes estágios do ciclo do epitélio seminífero e reduções de parâmetros morfométricos testiculares. Sugere-se, portanto, que as avermectinas não sejam empregadas no período da reprodução.

 

Data da defesa: 25/06/2018

Autor: Renato Tessare Piccolo

Orientador: Profa. Dra. Maria Martha Bernardi

Programa: Mestrado em Patologia Ambiental e Experimental

Título: Avaliação do uso de cetamina e acepromazina em diferentes protocolos para otimização da anestesia em ratos de experimentação

Resumo: A pesquisa científica não deve infringir o bem-estar dos animais em experimento. A busca de protocolos anestésicos mais eficazes e seguros visa dar mais qualidade de vida para ratos de laboratório, gerando pouco ou nenhum sofrimento dos animais durante a execução dos experimentos. Embora ainda não seja possível erradicar todos os tipos de experimento que utilizem animais, deve-se minimizar o sofrimento nas práticas biomédicas. O objetivo deste estudo foi comparar efeitos de três protocolos anestésicos em ratos, por meio do tempo de anestesia cirúrgica, propiciando o bem-estar quando submetidos aos experimentos. Cada grupo de oito ratos machos recebeu um protocolo diferente: (1) protocolo ACXT – acepromazina (2 mg/kg), cetamina (100 mg/kg), xilazina (2,5 mg/kg) e tramadol (10 mg/kg); (2) protocolo ACXMe – acepromazina (2 mg/kg), cetamina (100 mg/kg), xilazina (2,5 mg/kg) e metadona (0,5 mg/kg); e (3) protocolo ACMiMe – acepromazina (2 mg/kg), cetamina (100 mg/kg), midazolam (5 mg/kg) e metadona (5 mg/kg). Foram monitoradas a temperatura corporal, a pressão arterial, a capnografia, as frequências cardíaca, de pulso e respiratória, avaliando perdas e retornos dos reflexos, inclusive o reflexo de dor para garantir o bem-estar dos animais quando submetidos aos experimentos. Ratos anestesiados com o protocolo (1) ACXT permaneceram 46 minutos em plano anestésico cirúrgico, enquanto ratos anestesiados com o protocolo (2) ACXMe permaneceram 1 hora e 3 minutos em plano anestésico cirúrgico. Ratos anestesiados com o protocolo (3) ACMiMe tiveram taxa de mortalidade de 75% (6/8). Nos protocolos (1) ACXT e (2) ACXMe, todos atingiram plano anestésico cirúrgico, analgesia adequada e não ocorreu óbito (0/16). Os protocolos (1) ACXT e (2) ACXMe refinaram os protocolos anestésicos utilizados em ratos de laboratório, humanizando procedimentos e dando ênfase ao bem-estar.

 

Data da defesa: 25/06/2018

Autor: Robson Vanderlei Alves de Andrade

Orientador: Profa. Dra. Heloísa de Araújo Duarte Valente

Programa: Mestrado em Comunicação

Título: A composição sonora fílmica: um estudo a partir de “Um tiro na noite”, de Brian De Palma

Resumo: É fato corrente entre os profissionais do audiovisual que o som – sejam os ruídos de sala, música etc. – vem sendo, historicamente, posto em segundo plano no conjunto da produção audiovisual. Essa constatação, sustentada por vários críticos e teóricos, como o produtor de cinema francês Marcel L’Herbier e o diretor Serguei Eisenstein, motivou a realização deste trabalho, que tem por finalidade afirmar a importância do som, em suas diversas formas de presença, na produção cinematográfica, o seu papel na narrativa fílmica, enfim. Com base em fontes bibliográficas, o estudo baseou-se nas seguintes referências teóricas: José Miguel Wisnik, para os estudos sobre as propriedades do som; Christian Metz, Robert Stam e Marcel Martin, sobre o desenvolvimento da linguagem cinematográfica; Tony Berchmans, Débora Opolski e Chris Rodrigues, sobre produção sonora fílmica; Michel Chion, sobre o som como parte da narrativa; e ainda Murray Schafer, para uma terminologia sobre paisagens sonoras. Como estudo de caso, foi tomado o filme Um tiro na noite, de Brian De Palma, com o objetivo de analisar as reconstruções do som. Foi realizada a decupagem da obra de modo a demonstrar como se dá o processo de produção de som (dublagem, captação de som direto, efeitos sonoros e mixagem), elementos que compõem a narrativa do filme. Nesse contexto, foram também avaliados itens como recursos tecnológicos e realismo, tendo em conta as licenças poéticas entre a obra de ficção e a verossimilhança.

 

Data da defesa: 26/06/2018

Autor: Rui Luiz Ferreira Granado

Orientador: Profa. Dra. Heloísa de Araújo Duarte Valente

Programa: Mestrado em Comunicação

Título: Do som dos tornos ao barulho dos amplificadores

Resumo: O presente estudo aborda o heavy metal enquanto fenômeno cultural e a sua relação com a cena musical em alguns municípios da região metropolitana da cidade de São Paulo conhecida como “Grande ABC”, entre 1980 e 1990. Com base em estudos sobre o heavy metal (JANOTTI JUNIOR, 2004), a cena musical (VASCONCELLOS, 2015) e a paisagem sonora (SCHAFER, 1997; 2011), foi empreendida uma análise de acervos pessoais, revistas da época e documentários, possibilitando, assim, a identificação de alguns dos fatores determinantes para a introdução e a consolidação do gênero no ABC, levando em consideração o contexto histórico e o panorama político do país no período em questão. Destacam-se as relações entre paisagem sonora local e suas implicações no comportamento de um grupo de fãs do gênero, os Headbangers ABC. O estudo concluiu que, de modismo, o heavy metal se torna parte integrante da cultura local, incorporado inclusive no calendário cultural oficial da cidade de São Bernardo do Campo. Considerando o ineditismo de pesquisas sobre o tema, acredita-se ter contribuído para a preservação da memória musical do Grande ABC, especialmente a fonográfica e a radiofônica. Desdobramentos deste trabalho visariam a organização de materiais fotográficos, textuais e audiovisuais com o objetivo de criar um banco de dados sobre o heavy metal na cena musical do Grande ABC.

 

Data da defesa: 26/06/2018

Autor: Erika Ramos Martins

Orientador: Profa. Dra. Ivana Barbosa Suffredini

Programa: Doutorado em Patologia Ambiental e Experimental

Título: Avaliação biológica e química dos óleos voláteis de folhas de Iryanthera polyneura Ducke (Myristicaceae) e a influência dos fatores climáticos

Resumo: O Brasil apresenta uma flora bastante diversificada, com vegetações de diferentes características e muitos princípios ativos ainda desconhecidos. Estudos fitoquímicos anteriores com o gênero Iryanthera demonstraram seu potencial antioxidante e a presença de compostos que podem apresentar propriedades antibacterianas em algumas espécies, estes conhecimentos serviram de incentivo para os estudos com Iryanthera polyneura. O objetivo deste trabalho foi estudar a variação temporal qualitativa e quantitativa dos óleos voláteis de Iryanthera polyneura Ducke (Myristicaceae), avaliar a atividade antimicrobiana desses óleos e a interação da síntese dos óleos voláteis com os fatores climáticos. Foram obtidas amostras periódicas coletadas de três indivíduos da espécie, extraindo-se os óleos voláteis dos mesmos durante dois anos. Posteriormente, foram realizadas as análises antimicrobianas (CIM), ensaio de citotoxicidade (IC50), análise química por cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas (CG-EM) e as análises estatísticas de componentes principais (ACP), análise de correspondência (AC), análise de correspondência canônica (ACC) e ANOVA. Segundo as análises realizadas, observou-se que as diferenças nos rendimentos dos óleos voláteis apresentaram uma variação entre a composição dos compostos voláteis dos três indivíduos. Quanto à composição quali e quantitativa, a ocorrência de espatulenol, -cadinol e -muurolol como compostos majoritários é comum aos três indivíduos, porém, ocorrem em concentrações diversas. As estações do ano, bem como as variáveis climáticas analisadas influenciaram a composição dos óleos voláteis. Foi possível observar atividade antibacteriana significativa para os óleos obtidos de I. polyneura, em particular para as bactérias Gram-positivas. De modo geral, os óleos apresentaram-se mais tóxicos para as células de tumor de próstata do que contra células de tumor de mama. Além disso, houve diferenças relacionadas a cada um dos indivíduos de I. polyneura estudados: embora todos tenham apresentado atividade antibacteriana e citotóxica, a pequena variação quali e quantitativa na composição dos óleos voláteis de cada um dos indivíduos fez com que houvesse diferença nas respostas das atividades biológicas observadas.

 

Data da defesa: 26/06/2018

Autor: Patricia Lagranha do Amaral

Orientador: Prof. Dr. Feni Agostinho

Programa: Mestrado em Engenharia de Produção

Título: Comparação dos indicadores do relatório de sustentabilidade do Global Reporting Initiative (GRI) com o Índice de Sustentabilidade (YLR)

Resumo: À medida que os stakeholders consideram aspectos de sustentabilidade em suas decisões, aumentam o volume de informações reportadas, o que requer maior qualidade nas divulgações contábeis. A organização não governamental Global Reporting Initiative (GRI) apresenta um modelo de Relatório de Sustentabilidade como forma de divulgação sobre as ações de sustentabilidade das organizações, de acordo com o framework do Corporate Social Responsibility Reporting (CSR). O uso do padrão GRI é considerado um avanço em relação à busca pela sustentabilidade das companhias. As empresas que aderem ao GRI são consideradas como sustentáveis e, geralmente, alcançam uma série de benefícios comparados àqueles que não integram o GRI. Embora visto como um esforço em busca da sustentabilidade, o GRI não contempla uma métrica ou abordagem científica para calcular indicadores quantitativos de sustentabilidade, o que levanta dúvidas sobre o real grau de sustentabilidade das empresas que possuem o GRI. Assim, este trabalho objetiva avaliar comparativamente o desempenho de empresas que pertencem ao GRI com o indicador de sustentabilidade chamado razão de rendimento pela carga (YLR), baseado na análise termodinâmica entrada-saída (TIOA). Para isso, empresas que relataram sobre o padrão Guideline GRI G4 2016 foram consideradas como estudo de caso. Uma abordagem participativa (surveys aplicado a especialistas) e o método da análise de conteúdo, mensurando a frequência de palavras-chave, foram conduzidos para quantificar aspectos qualitativos dos relatórios GRI das empresas selecionadas. Para concluir, foram avaliados por métodos estatísticos as variáveis (X) Índices GRI das 33 empresas em relação às variáveis (Y) Índices YLR dos 33 setores e comparados quanto ao grau de sustentabilidade. Os resultados do coeficiente de Pearson mostram uma correlação fraca de -0,167, confirmando que a hipótese é nula, ou seja, não há correlação entre os dados da amostra. Com efeito, as empresas que reportam seus relatórios de sustentabilidade com indicadores “in-accordance comprehensive”, na versão GRI G4, não estão necessariamente correlacionadas com o conceito de sustentabilidade forte representado pelo índice YLR.

 

Data da defesa: 26/06/2018

Autor: Helcio Raymundo

Orientador: Prof. Dr. João Gilberto Mendes dos Reis

Programa: Doutorado em Engenharia de Produção

Título: Minimizing Passenger Transport Disutilities: A Methodology to Measure Quality and Perfomance

Resumo: O transporte de passageiros é parte da mobilidade urbana em um mundo onde vivem atualmente cerca de 7,5 bilhões de pessoas, das quais 2,6 bilhões de passageiros utilizam diariamente os modos de transporte público e privado. Assim, para uma melhor mobilidade urbana, é necessário um transporte de passageiros melhor, ou seja, com mais qualidade e melhor desempenho para as partes interessadas (principalmente passageiros e sociedade). No entanto, mesmo se o transporte de passageiros melhorasse, ele sempre estaria submetido a um nível mínimo de desutilidades ou a uma desutilidade residual. As desutilidades são aqui interpretadas como desvantagens no uso do transporte de passageiros que impõem aos próprios passageiros e à sociedade desperdício de tempo, gastos, insegurança, desconforto e impactos negativos nas comunidades, presentes em todos os deslocamentos. Essa é a razão pela qual o principal objetivo desta tese é o de desenvolver uma metodologia considerando as desutilidades intrínsecas do transporte de passageiros que ajude a criar condições para uma melhor mobilidade urbana. Para tanto, foi realizado um estudo das desutilidades do transporte de passageiros no âmbito da história, da economia e dos aspectos urbanos e ambientais. Este estudo, como revisão da literatura, fornece o necessário conhecimento para permitir especulações sobre o estado da arte do transporte de passageiros e as tendências de suas desutilidades. Os métodos para medir a qualidade e o desempenho do transporte de passageiros e suas lacunas e os métodos de avaliação da mobilidade urbana ou mobilidade urbana sustentável também foram estudados. Para o primeiro grupo, inferiu-se que os métodos atuais são inadequados para fins de mensuração e avaliação de qualidade/desempenho por desutilidades. Por outro lado, foram identificadas contribuições do segundo grupo. A seguir, três artigos são discutidos com o objetivo, respectivamente, de (i) mostrar a importância da mensuração da qualidade do transporte de passageiros por suas desutilidades; (ii) avaliar os níveis de desutilidade nos modos de transporte de passageiros e classificá-los aplicando o método Analytic Hierarchy Process; e (iii) estabelecer uma metodologia para medir a qualidade e o desempenho do transporte de passageiros na perspectiva de suas desutilidades por meio de um método quantitativo testado em um estudo de caso. O último artigo consolida a metodologia de medição da qualidade e desempenho do transporte de passageiros por suas desutilidades. Um estudo de caso, referente ao deslocamento do Aeroporto de Narita para a Estação Central de Tóquio (Japão), considerando todos os meios de transporte disponíveis, é comum aos três artigos e é usado para testar a metodologia proposta. Os resultados revelam que o transporte público normalmente pode ser lento, barato, seguro, com níveis variados de desconforto e poucos impactos negativos nas comunidades, enquanto o transporte privado pode ser rápido e caro, exceto andar a pé e de bicicleta, e que todos são inseguros e com impactos negativos variados nas comunidades. Revelam também que o automóvel produz o mais alto nível de desutilidade, seguido de ônibus, táxi, motocicleta, trens, caminhada, bicicleta e trens expressos. Com base nas conclusões, constata-se que a qualidade e o desempenho do transporte de passageiros sempre se limitam a uma desutilidade residual, o que, consequentemente, impõe restrições à mobilidade urbana; e que os níveis de desutilidades variam ao longo do tempo, condicionados em parte por fatores controláveis, que, se bem gerenciados, podem contribuir para melhorias.

 

Data da defesa: 28/06/2018

Autor: Sinária Rejany Nogaia de Souza

Orientador: Profa. Dra. Ivana Barbosa Suffredini

Programa: Doutorado em Patologia Ambiental e Experimental

Título: Estudo sobre a ação de Picrolemma sprucei Hook. (Simaroubaceae) contra células tumorais de mama e próstata e sua ação sobre fenótipo comportamental de camundongos

Resumo: Picrolemma sprucei Hook. (Simaroubaceae), conhecida popularmente como caferana, é uma planta tradicional da Amazônia brasileira usada por nativos da região contra malária, parasitas intestinais e aborto. Embora seu uso seja popular em alguns países sul-americanos, há uma falta de informação relacionada à sua atividade contra células de tumores de mama e de próstata e à sua influência sobre o fenótipo comportamental. Os extratos EB1151 (orgânico) e EB1152 (aquoso), obtidos do caule de P. sprucei, foram quimicamente estudados quanto à presença de quassinoides e alcaloides através de técnicas cromatográficas e de partição, e suas frações foram avaliadas quanto à ação citotóxica no modelo da sulforrodamina B, obtidos, assim, os valores de concentração inibitória 50% (IC50). A influência da administração intraperitoneal de EB1151 sobre o fenótipo comportamental de camundongos machos Balb-c foi verificada em gaiola moradia e aparelho de campo aberto (CA) com observação direta de 27 parâmetros para atividade geral e cinco parâmetros para CA, com doses variando de 2,500 mg/kg a 39,1 mg/kg no primeiro estágio, em que foi obtida a dose não letal (DNL). A DNL foi usada no segundo estágio, em maior número de animais. EB1151 e EB1152 foram fracionados e as frações F1CHCl3 e F2CHCl3, bem como as frações derivadas de F1CHCl3, denominadas UNIP343 e UNIP344, apresentaram IC50 expressivos. As IC50 de UNIP343 e UNIP344 contra células de tumor de mama foram de 0,093 mg/mL e 0,031 mg/mL, respectivamente, e de 0,299 mg/mL e 0,158 mg/mL contra células de tumor de próstata, respectivamente. Da fração UNIP343, foram identificados os quassinoides sergeolídeo e 15-desacetilsergeolídeo, enquanto na fração UNIP344 foram identificados isobruceína B e sergeolídeo, substâncias responsáveis pela atividade citotóxica contra células de mama e de próstata observadas para P. sprucei. Foram também identificados estigmasterol, sitosterol, (14S,17S,20S)-14,17,20-trihidroxi-24-malabaricen-3-ona, (17R,20R,24R)-17,20,24,25-tetrahidroxi-14(18)-malabaricen-3-ona, e o alcaloide catin-6-ona. EB1151 apresentou DNL de 39,1 mg/kg. No primeiro estágio foram observados queda na resposta ao toque, no trem posterior, nos reflexos auricular e corneal, além de aumento de irritabilidade, ataxia, micção, piloereção, cianose e hipotermia. No segundo estágio, com a administração da DNL, houve uma queda na atividade geral dos animais e na resposta ao toque. Os outros parâmetros não foram alterados. Esses dados mostram que, se usado em doses mais baixas, EB1151 é relativamente seguro para ser avaliado em experimentos farmacológicos. Essas informações se confirmam nas observações da avaliação em CA, no primeiro estágio, em que se verifica somente nas doses maiores a diminuição da locomoção, recuperada, contudo, no decorrer do tempo de avaliação. Tanto a defecação como o grooming estão alterados no primeiro estágio; porém, todas as alterações não se confirmaram no segundo estágio, quando a DNL foi administrada. O potencial citotóxico de compostos identificados em P. sprucei foi significativo para células de tumor de mama e de próstata, e a influência sobre o fenótipo comportamental mostrou que a administração de EB1151 é segura e suporta futuros experimentos farmacológicos em animais de laboratório.

 

Data da defesa: 28/06/2018

Autor: Renata Bove Aiello 

Orientador: Prof. Dr. Marcio Cardoso Machado

Programa: Mestrado em Administração

Título: Fatores de influência no processo de desenvolvimento colaborativo de produtos no contexto da rede de suprimentos

Resumo: A colaboração entre empresas tem surgido como uma resposta competitiva e, por meio dessa prática, compartilham-se riscos e benefícios, como o tempo de go-to-market (ida ao mercado) e custos de pesquisa e desenvolvimento, além de benefícios adicionais, tais como aumento de participação de mercado, inovação e troca de conhecimento. O Desenvolvimento Colaborativo de Produtos (DCP) é uma dessas formas de colaboração entre empresas, tendo como principais parceiros, a empresa focal e sua Rede de Suprimentos. Existem diversos fatores que influenciam o sucesso, tanto do DCP quanto da Rede de Suprimentos, e estudar simultaneamente esses fatores de influência pode revelar como é possível melhorar o desempenho de ambos, auxiliando as organizações na obtenção de melhores resultados. Portanto, foi proposta a seguinte questão para a pesquisa: quais os fatores que influenciam o Desenvolvimento Colaborativo de Produtos, levando em conta o contexto da Rede de Suprimentos? O objetivo deste estudo é, portanto, verificar simultaneamente os fatores de influência da Rede de Suprimentos e do DCP no Processo de Desenvolvimento Colaborativo de Produtos (PDCP) e propor um modelo que possibilite a melhoria do desempenho no PDCP. A metodologia empregada divide-se em duas partes: a primeira, com o desenvolvimento de um modelo teórico baseado em uma extensa revisão da literatura; a segunda, com o refinamento do modelo teórico com base em uma avaliação empírica por meio da utilização de um estudo de caso. Como resultado, esta dissertação apresenta um modelo teórico-empírico com proposições.

 

Data da defesa: 29/06/2018

Autor: Carla Renata Serantoni Moysés

Orientador: Profa. Dra. Maria Anete Lallo

Programa: Doutorado em Patologia Ambiental e Experimental

Título: Deficiência de células B associada à imunossupressão permite a compreensão da resposta imune na encefalitozoonose

Resumo: Encephalitozoon cuniculi é um patógeno intracelular que estabelece uma relação equilibrada com hospedeiros imunocompetentes, dependente da atividade de linfócitos T. Em indivíduos imunodeficientes, pelo HIV ou por fármacos, a encefalitozoonose é grave, disseminada e letal. Anteriormente, já demonstramos maior suscetibilidade de camundongos com imunodeficiência ligada ao cromossomo X (XID) à encefalitozoonose, indicando a participação das células B-1. Tomamos como hipótese que as células B (B-1 e B-2) participam da resposta imune contra E. cuniculi. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a resposta imune de camundongos XID e Balb/c contra Encephalitozoon cuniculi, com foco na participação de células B (B-1 e B-2), utilizando a ciclofosfamida (Cy) como agente imunossupressor para potencializar a infecção. Para tal, camundongos Balb/c e XID foram imunossuprimidos com Cy e infectados com E. cuniculi. Após 14 e 21 dias de infecção e tratamento, avaliou-se a carga fúngica, as lesões teciduais, as citocinas do plasma e as populações de células T, B e macrófagos do peritônio e baço. Os camundongos XID apresentaram quadro clínico grave com ascite e letargia, tiveram aumento das populações peritoneais de linfócitos TCD8+ e TCD4+ e de macrófagos e aumento de citocinas pró-inflamatórias (IFN-γ, TNF-α, IL-6), contudo, sem apresentar alteração de populações imunitárias do baço. Em camundongos Balb/c observou-se aumento da população de linfócitos T e de macrófagos no baço, indicando montagem da reposta imune contra E. cuniculi associada à ausência de quadro clínico da infecção. Pode-se concluir que a imunodeficiência de células B nos camundongos XID associada ao tratamento com Cy determinou um quadro de encefalitozoonose grave e disseminada, caracterizada por uma resposta imune esplênica incipiente e por resposta imune peritoneal aumentada, porém, ineficaz, evidenciando assim a participação de células B-1 e B-2 da imunidade contra microsporídios.

]]>
DATA24/07/2018
<![CDATA[23/07/2018 - Campus Campinas promove arrecadação de roupas e agasalhos ]]> Por Edson De Luca

Em 2018, as três unidades do campus Campinas – Cambuí, Vitale e Swift – realizaram, entre os meses de maio e junho, a Campanha de Doação de Roupas e Agasalhos.

A ação contou com apoio total dos alunos e funcionários e visou ajudar a ONG Comunidade Sul – Associação Assistencial e Beneficente, entidade que atende diversas famílias carentes do município.

A entrega das doações, com inúmeras roupas, cobertores e calçados, ocorreu no dia 23 de julho, com a presença do chefe de campus, Edson de Luca, alunos e funcionários das unidades e um dos representantes da ONG, José Alcides Lopes.

]]>
DATA23/07/2018