Você está em: Universidade Paulista / Graduação / Cursos Tradicionais / Engenharia de Produção Mecânica

Engenharia de Produção (Mecânica)

Faça sua inscrição!

Curso autorizado pelo Decreto nº 78.260 de 17/8/76, publicado em 18/8/76 e reconhecido pela Portaria nº 26 de 8/1/82, publicada no DOU em 12/1/82.

Objetivos do Curso

O curso de Engenharia de Produção Mecânica da UNIP apresenta uma abordagem moderna e apropriada às constantes mudanças provenientes do desenvolvimento tecnológico.

Trata da interação de homens, materiais, equipamentos, métodos e processos, o que proporciona ao profissional possibilidades de atuação nos diversos níveis das empresas.

A engenharia de produção mecânica atua na fronteira entre o conhecimento técnico da engenharia mecânica e o das áreas administrativas e econômicas.

Assim, o profissional formado pela Universidade Paulista tem os conhecimentos básicos de engenharia mecânica e uma formação específica que o capacita a otimizar a produção, racionalizar métodos, processos e sistemas, com o intuito de melhoria da produtividade.

A atuação do engenheiro de produção mecânica é útil sempre que houver necessidade de planejamento, coordenação e controle.

Atividades Principais

  • Efetuar a programação e controle da produção, através do acompanhamento e supervisão das operações de materiais e equipamentos;
  • projetar novos produtos e planejar instalação de fábricas;
  • gerenciar e aprimorar métodos de fabricação e as relações humanas no trabalho;
  • administrar os recursos disponíveis, na busca da produtividade e qualidade nos processos industriais;
  • planejar e reduzir a ociosidade das máquinas na empresa, minimizando os custos;
  • auxiliar na seleção e treinamento do pessoal técnico;
  • calcular custos de produção, previsão de venda e determinar o melhor meio de aplicar o capital da empresa.

Mercado de Trabalho

O engenheiro de produção mecânica está capacitado a atuar em indústrias de um modo geral (elétricas, eletrônicas, químicas, farmacêuticas etc.); em empresas de prestação de serviços (bancos, seguradoras, hospitais etc.); em empresas nacionais ou multinacionais; públicas ou privadas etc. Com a informatização do setor industrial, foi aberto o campo para estas engenharias atuarem no desenvolvimento de softwares específicos para a área.

De um modo geral, o campo de trabalho é bom para esses profissionais, tendo em vista que a globalização da economia implica uma demanda dessa categoria, com a finalidade de reduzir custos e aumentar a produtividade, melhorando a competitividade.

Práticas

  • Estágio Supervisionado
  • Monitoria
  • Iniciação Científica
  • Laboratório de CAD/CAM/CAE com os Softwares AutoCad 14 e Euclides 3.0
  • Laboratórios de Física, Química, Desenho, Mecânica dos Fluidos, Eletrotécnica, Metrologia, Processos de Fabricação, Máquinas Hidráulicas e Pneumáticas, Equipamentos Térmicos e Materiais de Construção Mecânica
  • Laboratórios de Informática com Internet e Variados Softwares (EWB, Matlab, Windows, Office Profissional, Turbo Pascal, Turbo C++, Delphi, Linux e outros)
  • Visitas Técnicas
  • Semana de Palestras e Atividades Específicas

Duração

5 anos

Coordenador

Mauricio Corrêa

© 1999-2014 - Universidade Paulista - Todos os direitos reservados.