Você está em: Universidade Paulista / Extensão Comunitária / Matemática Financeira

Matemática Financeira

Objetivos gerais
A matemática, de forma geral, ajuda a estruturar o pensamento e o raciocínio dedutivo, contribuindo para o desenvolvimento de processos cognitivos e a aquisição de atitudes. Por este ângulo leva o aluno a desenvolver sua criatividade e capacidade para resolver problemas, criar o hábito de investigação e confiança para enfrentar situações novas e formar uma visão ampla e científica da realidade.
A matemática deve ser vista como um conjunto de ferramentas e estratégias para serem aplicadas nas situações do cotidiano, bem como na atividade profissional. É preciso compreender a matemática como um sistema de códigos e regras que a tornam uma linguagem de comunicação de idéias, permitindo, ao indivíduo, interpretar e modificar a realidade que o cerca.
A matemática financeira desenvolve o aprendizado de resolução de problemas e cálculos relacionados às operações financeiras, tão presentes no dia-a-dia de qualquer sociedade capitalista.

Objetivos específicos
Os objetivos específicos do ensino de matemática financeira para os alunos devem levar os alunos a:

  • compreender os conceitos, procedimentos e estratégias matemáticas que permitam adquirir uma formação científica geral e avançar em estudos posteriores;
  • Aplicar seus conhecimentos matemáticos nas atividades cotidianas;
  • Desenvolver a capacidade de raciocínio, de resolver problemas, bem como seu espírito crítico e sua criatividade;
  • Expressar-se em linguagem oral e escrita diante de situações matemáticas;
  • Analisar e interpretar criticamente dados provenientes de problemas matemáticos do cotidiano.
  • Desenvolver atitudes positivas em relação à matemática financeira, como autonomia, confiança quanto às capacidades matemáticas e perseverança na resolução de problemas;
  • Desenvolver o gosto pela matemática e o prazer em “fazer matemática”.

© 1999-2017 - Universidade Paulista - Todos os direitos reservados.