Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Engenharia de Produção

Dissertações Defendidas - 2017

Título: Relacionando educação de Engenharia e desenvolvimento regional no Brasil
Autor(a): Vitor Mendes Caldana
Orientador(a): Márcia Terra da Silva
Data: 06/02/2017
Resumo: O Brasil apresenta uma situação de desigualdade de desenvolvimento regional. Os estudos de escassez de engenheiros não levam em conta o fator regional para as suas conclusões. Por meio de uma revisão bibliográfica e estudos de caso direcionados tanto para a quantidade, quanto para a qualidade (como, por exemplo, a localização dos engenheiros e escolas de Engenharia), este trabalho busca relacionar a disparidade de desenvolvimento com a disparidade de formação dos engenheiros. Os resultados mostram uma disparidade de formação e ocupação condizentes com o cenário do PIB. Esta pesquisa contribuiu para o aumento do conhecimento regional brasileiro, bem como para indicar o fator regional como significativo para análises futuras sobre desenvolvimento.

Palavras-chave: Desenvolvimento Regional; Educação de Engenharia; Microrregiões.
Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Projeto: Gestão de Operações de Serviços – Formas Organizacionais, Métodos e Ferramentas para a Gestão
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Qualidade e Produtividade


Título: Internet das Coisas: análise das questões-chave de aplicação pública no Brasil
Autor(a): Alan Kilson Ribeiro Araújo
Orientador(a): Rodrigo Franco Gonçalves
Data: 10/02/2017
Resumo: A primeira revolução de infraestrutura inteligente da história denomina-se Internet das Coisas (IoT). Conceituada como uma rede mundial de objetos interconectados permitiu um enorme salto em produtividade. No entanto, verifica-se que os recursos escassos na Internet das Coisas ainda são os grandes limitadores para segurança das informações transmitidas. Diante disso, o objetivo geral do estudo foi realizar uma análise crítica acerca de questões-chave para exploração das tecnologias associadas à Internet das Coisas, desde segurança, privacidade, interoperabilidade e padrões, regulamentação e legislação e aplicações ligadas ao desenvolvimento social. A metodologia aplicada neste trabalho foi a revisão bibliográfica que permitiu identificar a utilização da Internet das Coisas em sua efetividade para a gestão pública no gerenciamento e enfretamento dos problemas sociais, comparar os instrumentos regulatórios vigentes e descrever o papel das camadas de segurança utilizadas na estrutura da Internet das Coisas e a análise de cenário prospectivo para o uso da Internet das Coisas no âmbito educacional pelas instituições da administração pública. Concluiu-se que a aplicação da Internet das Coisas proporciona significativa contribuição para a gestão pública, melhorando suas práticas internas e a vida dos cidadãos. Também foi constatado que o Governo Federal já estuda a criação de um Plano Nacional da Internet das Coisas em busca da padronização. O modelo de protocolo de arquitetura de segurança em cinco camadas deve ser adotado no Brasil a fim de se obter interoperabilidade entre os dispositivos na IoT, garantindo uma maior segurança dos dados. A IoT é um campo promissor no cenário prospectivo brasileiro, inclusive no âmbito educacional.

Palavras-chave: Internet das Coisas; Aplicação; Gestão Pública.
Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Projeto: Gestão do Conhecimento e Formação de Núcleos e Redes no Empreendedorismo de Inovação
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq:


Título: Aplicações de Internet das Coisas e Domótica para auxílio às pessoas com necessidades especiais
Autor(a): Fábio de Araújo Leite
Orientador(a): Rodrigo Franco Gonçalves
Data: 10/02/2017
Resumo: O aumento percentual da população idosa é um fenômeno de alcance mundial. Particularmente no Brasil projeta-se um percentual de 18,8% de pessoas acima dos 60 anos para 2030 (atualmente, 11,8%). Além disso, cada vez mais os idosos tendem a residir sozinhos. Esse fato torna-se uma motivação para estudos sobre robótica e automação, pois a aplicação de projetos que envolvam esses conhecimentos pode facilitar tarefas cotidianas, gerando mais acessibilidade para Pessoas com Necessidades Especiais (PNEs). Ao unir Internet das Coisas com a Domótica (automação residencial), aumenta-se o potencial de auxílio e integração das PNEs com o meio em que vivem, visto que elas podem interagir com pessoas ou objetos por meio da rede de computadores (internet). O presente trabalho visa estudar a aplicação de tecnologias emergentes, como a Internet das Coisas juntamente com a Domótica, para apoio de pessoas idosas e outras PNEs. Para o desenvolvimento do trabalho foram utilizadas as quatro primeiras etapas da metodologia Design Science Research e complementadas com a etapa de prototipagem da metodologia Design Thinking, obtendo como resultados principais, o protótipo de um chuveiro automatizado e o depósito da patente do produto desenvolvido, destinados a auxiliar os idosos em casos de emergência durante o banho. O produto final desenvolvido é um equipamento acessível, que usa plataformas abertas de software e hardware, além de propiciar mais acessibilidade, segurança e qualidade de vida aos idosos.

Palavras-chave: Internet das Coisas; Domótica; Pessoas com Necessidades Especiais; Idosos; Automação.
Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção 
Projeto: Aplicação de Ferramentas e Métodos Quantitativos na Solução de Problemas em Engenharia de Produção e Logística
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq:


Título: Análise das determinações de valor ambiental em emergia do sistema de produção de polietileno tereftalato (PET)
Autor(a): Gustavo Adolfo Bustamante Vargas
Orientador(a): Cecília Maria Villas Bôas de Almeida
Data: 20/02/2017
Resumo: A produção petroquímica caracteriza-se pela intensidade no uso de recursos não renováveis, tais como o petróleo e seus derivados. Desde uma óptica ecocêntrica, a emergia, medida em joules solares equivalentes (sej), pode ser identificada como estimativa de “valor da biosfera”, baseada no trabalho da natureza para produzir bens e serviços. Nesta avaliação, aplica-se a síntese em emergia e determinam-se valores unitários de emergia (UEV) entre 7,0x109 sej /g, do petróleo, e 1,14x1010 sej /g, do etileno, produtos intermediários do sistema de produção de polietileno tereftalato (PET). Para isso, usam-se bases de dados de inventários de ciclo de vida (ICV), como fontes de informação sobre a intensidade do uso dos recursos e a tecnologia dos processos, permitindo determinar a contribuição em emergia de cada insumo que participa, direta ou indiretamente, do ciclo de vida dos produtos. O cálculo dos UEVs deriva em diferentes interpretações sobre a qualidade do uso da energia e a eficiência dos processos. Em relação aos insumos de mão de obra e serviços, estes, conjuntamente, alcançam porcentagens de contribuição em emergia próximas dos 23% em relação à emergia total dos sistemas de produto. Além disso, considerando-a como medida do valor intrínseco, a emergia é relacionada com os preços de mercado dos produtos analisados, derivando interpretações relativas à distribuição do valor na cadeia de produção e à divergência entre um valor e o outro. Em todos os casos, os valores de equivalentes monetários em emergia ou em dólares, são maiores que os preços de mercado, no entanto, encontram dentro da mesma escala de magnitude numérica. As principais contribuições em emergia ao valor provêm das entradas de recursos fósseis para a produção, o que não pode ser igualmente identificado em termos de valores econômicos.
Palavras-chave: Emergia; Contabilidade Ambiental; Indústria Petroquímica; PET. 
Área de Concentração: Sustentabilidade em Sistemas de Produção
Linha de Pesquisa: Avanços em Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial
Projeto: Avaliação e aplicação de indicadores para desenvolvimento sustentável
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção e Meio Ambiente


Título: Avaliação ambiental dos postos de trabalho na cadeia produtiva do suco de laranja
Autor(a): Adrielle Frimaio da Silva
Orientador(a): Biagio Fernando Giannetti
Data: 21/02/2017
Resumo: Este trabalho visa avaliar o investimento em emergia necessário à geração de postos de trabalho na cadeia produtiva de suco de laranja. Para isso, realizou-se a avaliação ambiental em emergia de três cadeias de suprimentos: a de produção e distribuição de suco de laranja concentrado congelado (SLCC) vendido no varejo, a de suco reconstituído e a de suco de fruta fresca, esses dois últimos servidos em estabelecimentos comerciais.  Os resultados da análise em emergia sem serviços mostraram que a produção e distribuição de suco de laranja concentrado congelado orgânico são o mais eficiente na utilização de emergia para geração de empregos. O sistema de produção e distribuição de suco de fruta concentrado mostrou-se mais eficiente na utilização de recursos, bem como o que possui melhor performance, quando analisado de maneira integrada com os indicadores ESI e EYR das cadeias de suprimentos. A análise dos sistemas indicou que a produção e distribuição de suco de fruta fresca orgânico apresenta o maior benefício social devido à relação entre a quantidade de unidades monetárias circulantes e a quantidade de emergia atribuída à mão de obra em cada sistema.

Palavras-chave: Emergia; Contabilidade Ambiental; Laranja; Sistema Agroindustrial; Cadeia de Suprimento; Benefício Social.
Área de Concentração: Sustentabilidade em Sistemas de Produção
Linha de Pesquisa: Avanços em Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial
Projeto: Avaliação energético-ambiental de sistemas de produção utilizando a abordagem sistêmica
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção e Meio Ambiente


Título: Aplicação da Escala Servqual na avaliação de curso semipresenciais: um estudo sobre a qualidade de ensino em uma IES privada de Teresina - PI
Autor(a): Antonio Gomes Sales Filho
Orientador(a): Márcia Terra da Silva
Data: 21/02/2017
Resumo: Nos últimos anos, o ingresso ao ensino superior tem se intensificado devido às exigências de mão de obra qualificada para o mercado de trabalho. Nesse contexto, Instituições de Ensino Superior (IES) vêm percebendo a importância de centrar seus esforços na melhoria da qualidade dos serviços prestados a fim de garantir sua sobrevivência e desenvolvimento no mercado. Diante disso, este estudo propõe como objetivo aplicar a metodologia SERVQUAL como instrumento de avaliação da qualidade de cursos semipresenciais, identificando pontos que devem ser adaptados visando à sua eficiência e eficácia. Como percurso metodológico essa pesquisa foi realizada com discentes do curso de bacharelado em Administração de Empresas em uma IES privada de Teresina-PI, levando-se em consideração as suas percepções e expectativas em relação à qualidade do curso nas modalidades presencial e a distância, tendo como referenciais avaliativos as dimensões do SERVQUAL, tangibilidade, confiança, presteza, segurança e empatia. Para a coleta de dados, foram aplicados questionários divididos em quatro seções, cada um com 20 variáveis afirmativas, sendo duas seções para avaliação da modalidade presencial (40 itens) e duas seções para a avaliação da modalidade à distância (40 itens). O método para a avaliação da qualidade de cursos a distância ainda não está consolidado na literatura. Esta pesquisa partiu de experiências retratadas em artigos acadêmicos para criar um questionário que permitisse a comparação entre as partes presencial e a distância de um mesmo curso. Os resultados obtidos evidenciaram uma discrepância relevante entre as dimensões quando se compara a modalidade presencial com a modalidade a distância do curso. Nesse caso, observa-se uma percepção negativa por parte dos alunos em relação ao papel desempenhado pelos professores no que se refere à modalidade a distância do curso. Bem como, o curso, em todas as modalidades (presencial e à distância), obteve sempre uma percepção menor do que a expectativa nas dimensões analisadas, evidenciando a necessidade de ajustes profundos na qualidade dos serviços prestados.

Palavras-chave: Educação à Distância; Servqual; Qualidade de Serviço.
Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção 
Projeto: Gestão de Operações de Serviços – Formas Organizacionais, Métodos e Ferramentas para a Gestão
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Qualidade e Produtividade


Título: Qualidade na tecnologia do vestuário: análise de pequenas e médias empresas no Estado do Piauí
Autor(a): Carla Silva Pereira Portela
Orientador(a): Pedro Luiz de Oliveira Costa Neto
Data: 21/02/2017
Resumo: O presente trabalho teve por objetivo verificar a importância da aplicação dos princípios da qualidade na tecnologia do vestuário, a fim de compreender como funciona a gestão da qualidade na tecnologia do vestuário de moda no Estado do Piauí. Com a facilidade de acesso à comunicação, as pessoas estão mais exigentes quanto à qualidade de produtos e serviços, resultando na necessidade das indústrias de confecção de produzirem produtos com qualidade e produtividade para serem competitivas. Para tanto, foi realizada uma pesquisa exploratória envolvendo estudo de casos múltiplos entre pequenas e médias empresas de confecção do vestuário de moda nas cidades de Teresina, Campo Maior, Piripiri e Parnaíba, visando avaliar o estado do conhecimento e utilização dos conceitos e ferramentas para a melhoria da qualidade e produtividade nas empresas do setor. Os resultados apontam para um desconhecimento dessas empresas quanto a conceitos, ferramentas da qualidade, embora se perceba uma preocupação, de forma difusa e não criteriosamente orientada, quanto à necessidade da busca pela qualidade com foco na satisfação dos clientes.

Palavras-chave: Tecnologia do Vestuário; Qualidade e Produtividade; Sistema de Gestão na Pequena Empresa.
Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção 
Projeto: Melhoria contínua da qualidade e produtividade
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Qualidade e Produtividade


Título: Contabilidade em emergia da implantação do ‘Programa Luz para Todos’ no Estado do Piauí
Autor(a): Jaciara Carvalho de Souza Oliveira
Orientador(a): Cecília Maria Villas Bôas de Almeida
Data: 07/03/2017
Resumo: Após o censo demográfico realizado no ano 2000 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE – constatou-se um deficit no acesso à energia elétrica no Brasil. Para diminuir a exclusão social, o Governo Federal implementou, em 2003, o Programa Nacional de Universalização do Acesso e Uso de Energia Elétrica (Programa Luz para Todos – PLPT). Esse Programa tem um grande impacto socioeconômico, mas qual seria o custo ambiental da instalação da rede de eletrificação rural? Esta dissertação tem como objetivo calcular o custo ambiental do processo de implantação do Programa Luz para Todos no Estado do Piauí, bem como fazer o levantamento dos ativos implantados pelo Programa. Foram realizados um estudo de caso na concessionária local e um levantamento do quantitativo de materiais e serviços empregados nesse processo. A ferramenta utilizada para o cálculo do custo ambiental foi a contabilidade em emergia. Entre os anos de 2004 e 2015, o número de consumidores aumentou 66% no Estado do Piauí; no mesmo período, foi realizado um total de 151.900 ligações do PLPT. As classes de consumidores mais influenciadas pelo Programa foram: a rural, que obteve um crescimento de cerca de 4% do investimento em emergia; a residencial, que manteve seu investimento em emergia praticamente constante no período estudado, e a comercial, que obteve o maior investimento entre as três classes. Observou-se também que o concreto, com aproximadamente 945,94% da emergia total empregada no sistema, foi o que teve o maior custo ambiental entre os materiais que foram utilizados na implantação do PLPT.

Palavras-chave: Energia Elétrica; Emergia; Programa Luz para Todos; PLPT.
Área de Concentração: Sustentabilidade em Sistemas de Produção
Linha de Pesquisa: Avanços em Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial
Projeto: Produção, produto e consumo sustentável: estratégias de avaliação
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção e Meio Ambiente


Título: Uma análise de desempenho em Internet das Coisas baseada em Lógica Paraconsistente
Autor(a): Alysson Ramires de Freitas Santos
Orientador(a): Jair Minoro Abe
Data: 13/03/2017
Resumo: Neste trabalho foi aplicada a Lógica Paraconsistente Anotada Evidencial Eτ em Internet das Coisas (do inglês, Internet of Things, IoT), considerada o futuro da Internet. Composta por objetos heterogêneos denominados nós, possui capacidade de processamento, entre outros recursos. Nossa proposta está concentrada no Protocolo de Roteamento para Redes com Perdas e Baixo Consumo de Energia (do inglês, Routing Protocol for Low-power and Lossy Networks, RPL). Esse é o protocolo de roteamento projetado para Redes com Perdas e Baixo Consumo de Energias (do inglês, Low-power and Lossy Networks, LLNs), desenvolvido e padronizado pelo ROLL Working Group no Internet Engineering Task Force (IETF desde março de 2012, RFC 6550). O RPL possui duas funções-objetivo como default, a OF0 e a MRHOF. Será utilizado o simulador COOJA do Sistema Operacional Contiki para obter os dados das métricas adotadas nesta pesquisa. Em seguida, os dados serão processados de acordo com o algoritmo Para-analizador, cuja estrutura baseia-se na Lógica Paraconsistente Evidencial Eτ, que permite manipular dados incertos, contraditórios e paracompletos de modo não trivial. Assim, com base na Lógica Eτ, será gerada uma nova função-objetivo, a OF-BPL, que será comparada com a OF0 e a MRHOF. Em todas as métricas analisadas neste trabalho, o OF-BPL obteve um surpreendente desempenho em relação às outras funções-objetivo. Seus resultados revelam que pode alcançar um desempenho notável nas LLNs, por meio das métricas configuradas no RPL, com base na Lógica Eτ, em comparação com as funções-objetivo existentes, e, de forma adequada, satisfazer a qualidade das diferentes aplicações de serviço, inclusive a de selecionar o nó pai preferido e no prolongamento da vida útil da IoT.

Palavras-chave: Lógica Paraconsistente; Internet das Coisas; RPL; Contiki; Cooja.
Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Métodos Quantitativos em Engenharia de Produção
Projeto: Inteligência Computacional e Redes Neurais Artificiais Paraconsistentes
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Lógica Paraconsistente e Inteligência Artificial


Título: Utilizando a casca do coco verde na elaboração de produtos: um estudo sobre a viabilidade econômica e emergética da produção de briquetes em Teresina - PI
Autor(a): Gorthon Lima Moritz
Orientador(a): Biagio Fernando Giannetti
Data: 16/03/2017
Resumo: O aumento do consumismo mundial e o consequente aumento da quantidade de resíduos proveniente desse consumismo vêm a cada dia preocupando os gestores públicos, uma vez que esses resíduos ocupam os aterros sanitários, diminuindo sua vida útil. Esse trabalho considera como estudo de caso a implantação de uma indústria de briquetes, cuja matéria-prima é a casca de coco verde, localizada no bairro Pedra Mole, na capital do Estado do Piauí, a cidade de Teresina. O objetivo dessa dissertação foi analisar a viabilidade financeira e ambiental dessa indústria de briquete. Para isso, foram calculados índices financeiros e emergéticos, os quais financeiramente mostram um endividamento de 6,61. Porém, com apenas 40,36% desse endividamento, com uma liquidez corrente e imediata a curto prazo de 1,37, em que a empresa paga suas dívidas a curto prazo apenas com o disponível e ainda mantém uma margem de segurança de 37%, ela apresenta uma margem de lucro de 23,40%, quase 3 vezes maior que a margem presumida pela Receita Federal do Brasil para o mesmo ramo de atividade. Neste caso, obtém-se um retorno do investimento total de 8,45%. Para se obter 100% de retorno do investimento total, leva-se, em média, 11,8 anos, o que representa uma rentabilidade de capital próprio de 64,35%, muito acima dos investimentos disponíveis no mercado financeiro atual, além de se obter 100% de retorno do capital próprio investido em aproximadamente 1,5 anos. Na análise emergética, calcularam-se os índices de desempenho energético-ambiental oriundos das metodologias Energia Incorporada e da Contabilidade Ambiental em Emergia. Os índices mostram o desempenho energético-ambiental da indústria de briquetes: alto rendimento líquido (EYR=6,78), alta renovabilidade (%R=81%), baixa carga ambiental (ELR = 0,24), alta dependência de recursos da economia (EIR = 1,86) e alta sustentabilidade (ESI=0,25).

Palavras-chave: Casca de Coco Verde; Briquetes; Análise Financeira; Índices Financeiros; Contabilidade Ambiental; Índices de Emergia.
Área de Concentração: Sustentabilidade em Sistemas de Produção
Linha de Pesquisa: Avanços em Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial
Projeto: Produção mais limpa e desenvolvimento sustentável: contabilidade ambiental
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção e Meio Ambiente


Título: Hidrovia Tietê-Paraná: análise dos custos logísticos e viabilidade econômico-operacional
Autor(a): Moacir de Freitas Junior
Orientador(a): João Gilberto Mendes dos Reis
Data: 12/04/2017
Resumo: O transporte de grãos entre os locais de produção e de consumo apresentam-se hoje no Brasil como um dos maiores problemas em relação à competitividade agrícola brasileira. Com dimensões continentais e uma matriz de transporte voltada em mais da metade para o modal rodoviário, o país tem gastos elevados em sua utilização, tornando-se menos competitivo no mercado mundial devido aos seus custos, aparecendo como uma alternativa para redução desses valores o modal hidroviário. Tendo como modelo o transporte de soja pela Hidrovia Tietê-Paraná, este estudo analisa a viabilidade econômico-operacional do transporte hidroviário brasileiro, apresentando suas vantagens e desvantagens, em um cenário no qual os problemas de infraestrutura são desafiadores. Realizou-se um comparativo do cenário brasileiro com o norte-americano e europeu, visto que o primeiro divide a liderança de produção do grão no mundo com o Brasil e não apresenta uma distorção da matriz utilizada e, como o segundo, utiliza o transporte hidroviário de forma mais efetiva.

Palavras-chave: Hidrovia; Custos; Infraestrutura; Soja.
Área de Concentração: Gestão de Sistemas de Operação
Linha de Pesquisa: Redes de Empresas e Planejamento da Produção
Projeto: Logística nas Cadeias Agroindustriais
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: RESUP - Grupo de Pesquisa em Redes de Suprimentos


Título: Produção Mais Limpa aplicada no processo de lavagem da indústria do vestuário: avaliação multimétrica da viabilidade econômica e ambiental
Autor(a): Rimena Canuto Oliveira
Orientador(a): Feni Dalano Roosevelt Agostinho
Data: 17/05/2017
Resumo: O presente trabalho é um estudo do processo industrial de vestuário e tem como foco o processo de lavanderia industrial. Dentre todos os tipos de lavagem, a pesquisa deteve-se ao processo denominado de Délavê, o que se justifica por ser um dos mais poluentes, o qual visa retirar quase todo o tingimento do tecido. Analisando toda essa etapa, leva-se em consideração a quantidade de água e energia utilizada e como é feito o descarte dos resíduos formados. O trabalho analisou dois cenários da produção, antes e depois da aplicação de técnicas de produção mais limpa, por meio de uma abordagem multimétrica, para avaliar a relação custo-benefício econômica e ambiental com a aplicação da Produção Mais Limpa (P+L). O estudo de caso foi realizado em uma indústria de confecções, no município de Teresina, Estado do Piauí. Os resultados encontrados indicam uma economia de 18 mil litros de água em cada lavagem, uma diminuição na quantidade de energia elétrica utilizada de 40%, além de uma redução de todos os produtos químicos necessários para esse processo de lavagem, após a implantação de técnicas de produção mais limpa, como cloro, enzima celulósica, permanganato e outros. Além da redução desses insumos e resíduos, foi feita uma análise econômica que apontou um aumento no lucro líquido da empresa de 42,66%, após a implantação do processo de P+L e, mesmo sendo necessário um investimento para a implantação dessas técnicas, a empresa necessita somente de dois meses para obter o retorno desse investimento, devido às reduções obtidas. Para a avaliação de impacto ambiental, foi realizada a contabilidade ambiental em emergia antes e após a P+L. O indicador utilizado foi a UEV, que foi calculada antes da P+L, e encontrou-se o valor de 1,30E+12 sej/kg e, após aplicação de P+L, a UEV encontrada foi de 2,20E+11 sej/kg. Os resultados apontam um aproveitamento para a indústria com a aplicação desse processo nos dois aspectos, econômico e ambiental.

Palavras-chave: Indústria têxtil; Produção mais limpa; Processo de lavagem; Sustentabilidade.
Área de Concentração: Sustentabilidade em Sistemas de Produção
Linha de Pesquisa: Avanços em Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial
Projeto: Ecologia industrial: aplicação de conceitos visando à sustentabilidade
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Produção e Meio Ambiente